Minha Frase preferida desde o mes de julho de 2013


"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade) não existe." Jean Cocteau

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

EsPelHaNdo meU MoMeNto


   Esse tempo chamado hoje é meu mais esperado, sem expectativas, porém aguardado até
o momento que se torne ontem e já  somente das lembranças faça parte.
  Lembro de muita coisa, as ruins esfumaço, adormeço na verdade, sem que seja fuga. 
Somente as deixo inertes. 
Já as boas, ah! Essas acendo de tal forma os contornos que até um sorriso amarelo ou uma resposta mal dada, vira felicidade.
  Só sabe do que falo quem já teve a dor  e a solidão, o descaso e a rejeição por companhia.
  Em fim, esse tempo chamado hoje é o dia que tiro minha arvore de natal da caixa e a ponho de 
pé, esticadinha com os galhos estendidos, quase como quem  está pronto pro abraço.
  Adoro ser eu a ligar o pisca, a soltar a fita vermelha sobre a arvore e a escolher os adereços, para depois começar colocar a seus pés as lembranças, que chamam de presentes.E que  na verdade são apenas lembranças boas de pessoas que se quer bem.
   Muitas vezes depois de montada a arvore e as lembranças, já aguardando o dia  a dia, sento como agora
e choro. 
Mas é um choro só meu.
Um momento de constatação que tudo que me prometi dar, tem se cumprido. 
   Que todas as portas que na face  fechadas me foram um dia, na verdade não eram as minhas e agora
 eu mesma abri outras e me fiz como me faço recebida.
   Esse é um choro de quase redenção.
 Sempre foi assim desde que  por aqui ha 30 anos tive meu primeiro real natal, minha arvore e pude guardar em sacola, lindas lembranças de seres caros a mim.
  Quando os meninos ainda meninos, era comum eu sair com o par as compras e na volta a surpresa:
arvore montada! Piscas  dentro e  fora da casa e já algumas lembranças com meu nome e do pai.
   Confesso que chorava como chorei a pouco nessa tarde fria e nublada de feriado, depois de montar a arvores  fechar os pacotes. 
Foi então chegou o filho mais velho(é casado e estava em viagem de trabalho), meu Deus nada mudou na reação ao ver a arvore montada!
Ele encheu os olhos de uma alegria e disse sorrindo: É Natal!
 Coisa boa aqui o natal sempre  começa mais cedo. 
Nos abraçamos em três, felizes, felizes.
  Gosto muito, mas muito desse tempo chamado agora.

Catiaho Helena 17:02 15110212



Um comentário:

  1. Cuando hay puertas que se nos cierran, otras estarán predispuestas a abrirse de par en par.
    La Navidad es momento de nostalgias y, también, de Alegrías; como la Vida misma.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir

Que bom que veio, fique a vontade o quanto desejar.
Se apenas leem eu gosto. Mas se comentam eu adoro!
Volte sempre para o abraço entre sonhos e delírios
Catiaho Alc/Reflexo dAlma
http://reflexodalma.blogspot.com/
http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com/
,

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!
Já caminhei muito tempo sem me dar conta do quanto é importante o que eu sei, quero e posso. Passei muio tempo dando prioridade a todos ao meu redor. Daqui pra frente meu olhar obedece a uma nova perspectiva, pois minha palavra de ordem é ALEGRIA.Não quero e não vou viver mais um segundo sem esse ingrediente essencial.. Experimentem e depois de contem o resultado. CatiahoAlc, terça feira 05 de janeiro de 2015

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...