Minha Frase preferida desde o mes de julho de 2013


"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade) não existe." Jean Cocteau

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Como diz o mestre silvioafonso A Morte é Burra ; e eu digo que ela tem passado muito perto...



Lembro bem de um título da postagem de quem tenho por mestre na escrita, o escritor e amigo silvioafonso, o título é: A Morte é Burra ou algo assim .http://palhacopoeta.blogspot.com.br/2012/07/morte-e-burra.html
Não tenho medo da morte. Não tenho medo de perder para ela os que eu amo, simplesmente não dá para medir forças com ela. Mas eu assumo sofrer a cada vez que ela sem esmurrar a porta entra e leva alguém que fará muita falta aos que a amam com toda certeza.
Foi assim que nessa ultima terça feira recebi a noticia da perda de um dos  componentes de uma família muito querida na minha vida enquanto morei no RJ... Roberto, Maria das Graças e o Roberto Jr.
Nesse mes de janeiro a família  foi passar férias em Búzios, tudo ia bem até na terça-feira a Graça,
com eu a chamo,  sentir-se mal e sem nem olhar pra trás, foi desligada da vida deixando sem rumo
o marido e o filho. Não dá pra pensar o Roberto sem a Gracinha dele.
Cara, simplesmente não dá! Tenho muitas lembranças uma foi do dia  em que em uma reunião de oração
a Graça em voz alta fez sua oração: Senhor obrigada porque hoje tudo esta propício  e certamente eu
engravidarei. Ao final da reunião todos olhavam para o casal e sorriam, outros como o Al batiam nas costas do Roberto e diziam: É hoje hein! Outra lembrança  por exemplo é de nosso acampamento em Ponta Negra... o Al, eu, meus filhos ainda pequenos,o Murilo(filho do do primeiro casamento do Roberto),
 o Rogério meu irmão e o Márcio amigo de todos nós, o Roberto e a Graça já gravida do Roberto
Jr. Era engraçado ver o Roberto lavando panelas pela primeira vez na vida ou então a cada ida
 ao banheiro que a Graça ia, lá ia Roberto  com balde pegar água do mar para usar como descarga improvisada. Meses depois quando Roberto Jr. resolveu nascer, lá fomos eu e Márcio para o RJ
 levar a Graça as pressas...  depois do parto que foi de alto risco, vi mãe e filho serem separados
pois ela ficaria internada em um hospital em São João de Meriti e o Jr. em uma Neo Natal lá
em Botafogo.  Quantas lembranças me vêem a mente....
A Morte é Burra sim. Mas nós somos mais burros que ela, pois ao invés de
agradecermos os bons momentos  vividos junto com quem amamos,
ficamos remoendo dores de achismos ou julgando nosso amor maior que o dos outros.
Eu estou sofrendo por pensar o Roberto sem a Gracinha dele... é certo
que um pouco do brilho nos olhos dele vai sumir, mas ele vai seguir adiante...
Já eu, quero muito, muito que os meus poucos e únicos amigos acreditem no meu
 amor enquanto estou viva, posso estar ausente fisicamente, pois não da pra se estar em
dois lugares ao mesmo tempo e tenho que dar conta de minha vida.
Por isso quero fazer o meu melhor, seguir adiante sorrindo e sempre aguardando com vontade
 e pressa o próximo encontro. Todavia caso ele não aconteça por um  de nós não pertencer
 mais a esse plano, ficará esse vazio que sinto ao pensar naqueles que  foram embora a contra minha vontade como: meus irmãos, minha cunhada e agora  a sem graça da Graçinha do Roberto.
Ando me remoendo em saudades dos que amo e não posso rever quando quero e nem posso
sentir a força do abraço deles. Mas nós ainda estamos aqui nesse plano...
A Morte como disse silvioafonso em seu texto, é burra, nós podemos até ser burros
também por nos apegarmos a pequenos detalhes que separam os que se amam ,
 mas podemos mudar isso a hora que quisermos... ainda há tempo.
Ufa! Pelo menos isso...
Enquanto isso a morte vai passando por perto da gente e nós vamos  nos esquivando
 enquanto pudermos...
Para Roberto e para seu filho Roberto Jr., meu carinho e meu obrigado por terem
cuidado tão bem de Graça...
É isso...
Catiaho Alc



12 comentários:

  1. Bom dia, Catia! Que lindo texto. Me emocionei porque já fui separada de muita gente querida...

    Enfim... vim retribuir sua gentil visita e agradecê-la pelos comentários e por me seguir. Tbm estou estou te seguindo, ok? Amei seu blog.

    Ahhhh,... quanto ao banner, pode pegar, sim. Aliás, não é meu, é nosso! Ele fala muito bem por nós artesãos e artistas...
    Eu o copiei da net quando quis falar sobre a valorização do artesanato em um momento de muita indignação... rsrsrs...

    Forte abraço.
    Elda.
    http://artedaelda.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. A morte é a única certeza que temos nesta vida....

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Catia...
    a morte é sempre um assunto delicado de se falar pq muita gente morre de medo só de ouvir o nome da mesma..
    eu não vejo morte, mas sim muita vida em tudo..
    lembro-me que o meu melhor amigo faleceu logo após fazer 25 anos..
    eu o melhor amigo dele, e ele desde os 12 na cadeira de rodas..
    a familia tri pão dura, não dava a ele coisas simples sabe.. e tendo dinheiro.. e depois que a pessoa parte insesperadamente se remoem e afundam na tristeza..
    faça em vida pq depois que foi nada mais adianta a não ser rezar e nem isso muitos sabem fazer ao certo.. bjs

    ResponderExcluir
  4. Catia, deixo aqui meus pêsames pala morte de sua amiga, dói mesmo, isso não há como evitar, mas é mesmo assim, amar e fazer em vida tudo o que se pode pelo amor dos nossos verdadeiros amigos, ficando assim as boas lembranças!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
  5. Sinto muito,amiga. A morte não respeita hora,ou amor,nada.É ainda um mistério de como nosso espírito se desliga da matéria,se realmente a tal morte existe. Mas,para nós aqui,dói e muito perder nossos entes queridos.

    Por isso,vivo cada minuto de minha vida intensamente.N ão faço planos para um futuro distante.

    Somente o sábio tempo ameniza essa dor. Disso eu sei.

    Obrigada pela visita,querida.

    Volte sempre!
    Obrigada pela visita e ótimo fim de semana

    Beijos

    Donetzka


    ResponderExcluir
  6. Ola Cátia, falar de morte sempre será uma coisa incomoda para nós. Ainda que convivendo com ela às vezes em curtos espaços de tempo em nada aprendemos e ou aceitamos, pois que as vezes ela vem de maneira estranha e pouco aceita por nós, ainda pequeninos para entende-la. É burra e surda, não nos ouve e nem perdoa.
    Mas o certo que há um intervalo entre nascer e recebe-la, logo cumpre viver e viver cada dia como se assim fosse o ultimo. Há morte que despedaçam e há morte que se espera com descanso embora se diz que todos querem ficar um pouco mais, mas bem sabemos que às vezes ela é desejada como alivio de um ente querido.
    Então vamos viver amiga e pular até que ela nos pegue num destes pulos.
    Lindo fim de semana com paz e alegria e muito amor compartilhado com as pessoas queridas.
    Um abração.
    Beijo.
    O link não funcionou para o texto em referencia, mas dirige-se á pagina do bom escritor.

    ResponderExcluir
  7. Oi Cátia seu texto me emocionou. Tenha um bom fim de semana....

    ResponderExcluir
  8. Embora saibamos que é a coisa mais certa da vida, nós nunc avamos nos acostumar, nao é? Lamento pela família.ABRAÇAO!!!

    ResponderExcluir
  9. Sinto muito por sua perda, Cátia! Seu texto emociona e nos faz refletir em como é importante viver cada momento, aproveitar a oportunidade de estar sempre em contato com as pessoas que amamos, faze-las saber que são preciosas para nós, porque "a morte é burra", e a qualquer momento ela as tira de nós, sem pedir licença, sem aviso prévio. Um beijo neste seu delicado coração!

    ResponderExcluir
  10. Receba meu abraço de conforto a este seu momento de pesar.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  11. Olá, Catiaho, bom dia.
    Que o teu dia de domingo, seja agradável.
    Que o Criador, nos brinde, com: Saúde. Paz e Alegria.
    E que a família, continue, a ser, o - esteio - dos nossos dias.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Que bom que veio, fique a vontade o quanto desejar.
Se apenas leem eu gosto. Mas se comentam eu adoro!
Volte sempre para o abraço entre sonhos e delírios
Catiaho Alc/Reflexo dAlma
http://reflexodalma.blogspot.com/
http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com/
,

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!
Já caminhei muito tempo sem me dar conta do quanto é importante o que eu sei, quero e posso. Passei muio tempo dando prioridade a todos ao meu redor. Daqui pra frente meu olhar obedece a uma nova perspectiva, pois minha palavra de ordem é ALEGRIA.Não quero e não vou viver mais um segundo sem esse ingrediente essencial.. Experimentem e depois de contem o resultado. CatiahoAlc, terça feira 05 de janeiro de 2015

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...