Minha Frase preferida desde o mes de julho de 2013


"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade) não existe." Jean Cocteau

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Otima sexta-feira gente linda! Mas... acreditando que "Ouvir é o mais simples gesto de generosidade."



Passei os últimos três dias acamada com uma crise alérgica que jamais havia tido, depois de devidamente  medicada melhorei e somente quinta e sexta feira retomo a minhas atividades pessoais e profissionais, por isso não visitei os blogs dos amigos tão presentes aqui no Espelhando e  em meus demais blogs.
Seguindo com a vida, eu como todos,  tenho muitas  informações boas e ruins,  lembranças só minhas  bem guardadas. 
Duas  eu faço questão de lembrar sempre para não errar da mesma forma: uma delas independe de querer tira-la ou ignora-la, é uma cicatriz no pulso  direito de quando tentei idiotamente tirar minha vida aos 16 anos.
A outra é uma tatuagem que fiz em julho de 2007 uma letra A no pulso esquerdo,a fiz para não esquecer nunca de um acontecimento ruim de minha vida. Olhar para ela me alerta.
Já outras lembranças eu faço questão de deixar no esquecimento e delas as vezes de acordo com a gravidade e a minha mágoa, só me lembro inconsciente ao falar dormindo e meu marido coitado, tem que ouvir uma por uma e no outro dia eu realmente não me recordo de nada. Algumas poucas vezes fico sabendo porque ele me conta , outras vezes noto a feição dele denunciando que falei dormindo.
 Na verdade tenho grande chance de ter a doença  com nome de alemão, pois sou a mulher mais velha da quarta geração de mulheres da minha família paterna e todas sem exceção apresentaram a doença, a sorte é que somente depois dos 80 anos. 
Sinceramente?  Não me preocupo com isso, pois esquecerei tudo de bom e de ruim e ficarei enchendo o saco da família ou dos colegas de asilo contando as  mesmas histórias  e eu nem desconfiarei, acredito até que nos poucos  momentos de sanidade vou até me divertir. 
Por isso prezo esse meu hoje cheio de alegria e beleza e não  acredito que guardar sentimentos bons ou ruins vá ajudar em nada. Não pensem que não tenho brio ou amor  próprio, pois tenho sim e por tê-los é que minha vida sempre segue adiante com qualidade.
Vivo em uma terra linda, perto do mar que amo. Procuro não me apegar a pessoas fora
  o meu marido,a meus dois  filhos, a minha neta, a minhas irmãs e família de amigos  mais chegados que irmãos.  Cada um dos citados na frase anterior sem exceção  me servem de exercício de amor incondicional e abnegação, pois sem se darem conta me  provam,  reprovam, aprovam e desaprovam todo tempo. Eu simplesmente os amo e ponto. 
E francamente confesso que espero amor deles sim, não deveria mas espero sim.
 Dos demais seres dessa terra, seres lindos e maravilhosos que se aproximam de mim e são e
 são poucos, a esses eu me dedico, gosto e usufruo da companhia,  mas cuido de não me deixar prender e procuro não esperar nada deles.
O meu hoje tem sido de superação e alegrias.
Pois ainda que o amanhã traga complicações e até dissabores, é do hoje que vou me lembrar, 
 com a presença da doença com nome de alemão ou sem ela.
Por isso vivo sem medo e no limite a todo custo e sempre, mas sempre entre meus sonhos e delírios.
É importante que lembremos de guardar e dividir as coisas boas e positivas.
Mas se alguém precisar falar, desabar para dividir o peso, não as evitemos, 
não sejamos insensíveis e covardes virando as costas ou tapando os ouvidos.
Não custa escuta-las e ao final de ouvi-las, então dividamos esperança e boa vontade. 
Pois é por falta de atitudes de generosidade e solidariedade que o mundo anda tão frio,
tão cruel e os seres cada vez mais insanos e pobres de espírito. 
Ouvir alguém não é envolver-se, muito menos resolver ou dar solução. 
Ouvir é mais simples gesto de generosidade.
Ótima sexta feira para todos nós.
Com carinho 
Catiaho Alc.

6 comentários:

  1. Gostei do que li.Foi como se estivesse a ouvir...
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça,
      obrigada por vir
      até aqui
      ouvir....
      Bjins querida.
      CatiahoAlc.

      Excluir
  2. Olá
    Desculpa recorrer ao Copy & Paste… mas tenho que avisar muitos blogs que publiquei hoje, dia 24/01, um post que gostaria de partilhar contigo.
    Fico-te aguardando.
    Um beijo
    MIGUEL / ÉS A MINHA DEUSA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miguel!
      Já estive la em seu blog, como
      sempre faço
      para me encantar com suas
      belas imagens.
      Bjins
      CatiahoAlc.

      Excluir
  3. ...Cátia, você é tão linda com as palavras!
    parece até que é uma conversa no banco
    da praça sem ter tempo para acabar!

    bjs, lindeza!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivian que
      delicadeza esse
      seu comentário.
      Essa compreensão é qe não me deixa
      desistir apesar de toda força contrária.
      Bjins querida!
      CatiahoAlc.

      Excluir

Que bom que veio, fique a vontade o quanto desejar.
Se apenas leem eu gosto. Mas se comentam eu adoro!
Volte sempre para o abraço entre sonhos e delírios
Catiaho Alc/Reflexo dAlma
CONFIRAM MEUS OUTROS BLOGS
http://reflexodalma.blogspot.com/
http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com/
http://eunoseossinos.blogspot.com.br/
http://refletindosobrealimentacao.blogspot.com/
http://reflexotrocandoimpressoes.blogspot.com.br/
http://catiahoalcseloparceriapoesia.blogspot.com.br/
http://frasesemreflexos.blogspot.com.br/

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!
Já caminhei muito tempo sem me dar conta do quanto é importante o que eu sei, quero e posso. Passei muio tempo dando prioridade a todos ao meu redor. Daqui pra frente meu olhar obedece a uma nova perspectiva, pois minha palavra de ordem é ALEGRIA.Não quero e não vou viver mais um segundo sem esse ingrediente essencial.. Experimentem e depois de contem o resultado. CatiahoAlc, terça feira 05 de janeiro de 2015

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...