Minha Frase preferida desde o mes de julho de 2013


"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade) não existe." Jean Cocteau

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Essa será minha ultima reflexão: ""Com o meu par de 34 anos de vida juntos, Proporcionei e tive proporcionado os melhores Orgarmos imagináveis e possíveis""



Como alguns de vocês devem saber  eu e  minha família (marido e filhos) deixamos a vida corrida do RJ e viemos viver  em paz na pacata cidade de Pasargada no ES. Na época foi uma decisão em favor da minha saúde mental. E após um episódio de violência envolvendo nós quatro, (um assalto com intenção de sequestro, às 15 horas de uma bela segunda-feira|). Eu simplesmente desisti de tentar qualquer coisa e já com sinais visíveis de abalo psicológico pedi aos três que  tomassem todas e quaisquer decisão para nossa vida. Eu já não comia, não dormia e não fixava minha mente em quase nada, isso dentro do período de cincos dias ( da hora do assalto na segunda-feira até a sexta-feira da mesma semana) ou seja: o acontecido simplesmente minou minhas forças de uma forma abrangente e devastadora). Por que fui atingida assim?
Eu tive uma infância e adolescência sobressaltada, devido a violência, gritos, muitas discussões todos os dias e sobretudo muita desconfiança. A vida destratou meu pai e minha mãe de tal forma que ambos não confiavam em nenhuma pessoa, nem mesmo um no outro e isso era espalhado sobre os seis filhos dos quais eu sou a primogênita.
Quando conheci a fé e reconheci Deus em minha vida, no ano 1979 eu aprendi a acreditar que minha realidade poderia ser mudada por minhas atitudes em favor meu, isso me acalmou, passei a viver dias melhores, em casa nada mudou, mas criei um circulo de contatos novos, eu aprendi a falar em público, me descobri líder e compus minha primeira poesia. Hoje eu sei que eu era bonita, tinha um corpo bem formado, naquela época eu não tinha ainda trabalhado minha auto estima então, não fazia diferença no meu dia a dia ser ou não de boa aparência.
Em 1980, o amor bateu na minha porta e daí em diante as coisas mudaram. Nos casamos dentro do prazo de um ano, aí sim eu conheci a paz. A paz de uma casa harmoniosa. A paz onde  a conversa era em um tom suave. Um ano depois de casados, tivemos nosso primeiro filho, planejamos o segundo filho para 4 anos mais tarde.Voltei a estudar,  conclui meus estudos, cursei um ano e meio de  inglês conversação, fiz meu primeiro curso de contação de histórias. Sou formada pelo governo federal. Fui a primeira da família e me envolver com essa arte. Depois veio o teatro e juntos eu o par nos profissionalizamos como artistas e técnicos pelo sindicato do RJ, o melhor do país. Passamos dai em diante a viver de arte, eu escrevia os textos (por isso sou teatróloga) e dirigia os espetáculos, ele atuava e vendia as produções, juntos nós dois produzíamos tudo. Entregamos nossa casa para ser  escola de artes: teatro, musica, dança, capoeira e artes plasticas. Dos 3 andares de casa, ficamos com o uso para os 4, apenas  com um quarto, banheiro e a cozinha improvisada no terraço. Como nós trabalhávamos! Como fomos felizes espalhando arte por todo RJ: teatros, escolas, shoppings, igrejas, praças. Formávamos 80 alunos por ano.
Como Eu  fui feliz e centrada até aquele dia 08 de janeiro de 2007...
Como tudo na vida se resumo no PARA QUÊ E não no por que?
Aqui estou eu certa de que nada deveria ter acontecido diferente.
Ontem eu vi no programa Esquenta uma matéria que disse exatamente o que me salvou em 2006 ainda, foi quando eu parei e disse: Alcleir (pai), Alcleir Jr e Wallace, eu não posso com essa situação. Cuidei de vocês até aqui, agora CUIDEM DE MIM., porque eu simplesmente não tenho forças.
Hoje 2015, a minha saúde mental esta restabelecida.
A família segue bem, cada filho cuidando de sua vida pessoal.
Eu e Al, seguimos de mãos dadas e olhando firme um para o outro.
Eu sigo na certeza de que não faria nada na minha vida diferente do que fiz.
O Livro do autor Gilmar F. Sousa já esta com ele na Flórida e eu ja fechei todo meu expediente  externo de 2015.
Por isso ontem eu o par, filhos neta e nora e amigas da nossa neta nos encontramos no shopping Vila Velha para que a pequena neta tirasse fotos com os personagens da Disney que  proporcionaram um momento  interessante para a neta e os personagens. A pequena, tremia de emoção e alegria nas costas do tio Wallace. Depois  nos separamos deles e  Eu, o Par e o Wallace fomos brindar no outback que é um lugar simbólico para nos 3, pois foi la que pela primeira vez fomos beber como filhos caçula e levados por ele mesmo. A primeira caipisakê, mais os primeiros chopes  a gente nunca vai esquecer.
Portanto amigos, os que até aqui nesse ponto do texto chegaram, é porque gostam de mim e acompanham a minha jornada.
Sejam felizes em todas as oportunidades, não cometam a bobagem abrir mão de 90% da vida em prol só de juntar dinheiro pra um passeio que leve muito tempo para acontecer. A morte que é  uma certeza imprevisível pode chegar sem aviso. Não economizem momentos de alegria. Não deixem de namorar todo tempo. Não deixem de ter uma vida sexual deliciosamente ativa e emocionante com seus pares. Pois o cansaço passa, mas se nós cedermos a ele, podemos ter  roubado de nós os últimos bons momentos com quem nós amamos. Por isso  estou sempre pronta para aquele que me dá a honra de viver comigo os bons e maus momentos da vida. E ele da mesma forma não economiza energia  para estar comigo do nosso jeito. Não temos e Nunca tivemos essa coisa de dia e hora para nosso estar junto (vocês sabem de que junto estou me referindo)
Penso que  quando nós passarmos, como acabou de passar Maria, a flor que deu vida ao alguém que eu e minha família amamos ou ainda como acabou passar a Marília, nosso ultimo pensamento deverá ser de competência: Vivi tudo e toda minha intensidade. Amei com toda minha força. Proporcionei e tive proporcionado os melhores orgarmos imagináveis e possíveis. Aí sim , suspiraremos e fecharemos os nossos olhos. Isso penso eu .
 Pois Eu Mulher Poeta que Sou afirmo com todas as letras: A VIDA PODE SER BELA SIM!
Feliz semana!
CatiahoAlc.



16 comentários:

  1. Lindo o que você relata amiga Catiaho,como é bom agora estar em paz,apesar de ter passado por alguns tropeços,mas lembre sempre das palavras de Chico Xavier:
    "A prova,seja ela qual for,não vem para esmagar,mas para induzir a crescer,e a pedra de tropeço pode ser transformada em degrau,está no próprio homem escolher o abismo ou a ponte"

    E você amiga escolheu a ponte,atravessando com superioridade,sem dedo,e aí está a prova do seu sucesso.
    Bjs com carinho e uma linda semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela coragem de enfrentar seus medos, fazer suas escolhas e levar a vida como quis!
    Acho que você fez muito bem ao deixar a cidade grande, enfumaçada e violenta, e escolher viver em um lugar que é bom para a sua alma.

    ResponderExcluir
  3. Belissimo texto!
    Ainda vivo com muitos medos e receios. Mas tentamos esquecer.
    Amei o seu texto. Obrigada

    Beijinhos e um dia feliz
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo minha amiga..seja sempre muito feliz e que esta força seja sempre pra te elevar ....bjs e um feliz ano 2016.

    cRISTAL

    ResponderExcluir
  5. Que lindo relato de vida familiar, profissional, amorosa e claro, como todo mundo, sempre há os tropeços, eu nunca sofri agressão ou assalto, coisas assim, embora more no centro de São Paulo, mas meu marido já, ainda bem que ele superou o medo, sei bem como é isso, ainda bem que tivestes a ajuda dos seus, nessas horas família conta e muito!
    Li com atenção e carinho e te parabenizo pelo sucesso hoje, são merecedores!
    Deixo aqui abraços bem apertados desejando que continuem fazendo o que amam e gostam, a vida só vale por isso!

    ResponderExcluir
  6. Catiaho, a vida será sempre bela, se a soubermos viver como é a lição que soubeste deixar. Obrigado!!!
    abraço

    ResponderExcluir
  7. Um texto impressionante.
    Não sabia que tinhas deixado o RJ por causa de um assalto com tentativa de sequestro. Deve ser horrível. E por muito tempo.
    Gostei da visão que atualmente tens da vida. Ela é tão curta que, se nos distraímos, chegamos a um ponto que nem sequer podemos fazer as coisas que mais gostamos. Por isso, cada dia deve ser vivido em felicidade e em paz com os outros.
    Catihao, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Foi preciso coragem para começar de novo, gostei da sua história e do seu amor, beijo e boa
    semana

    ResponderExcluir
  9. OI, Catiaho, testemunho de vida sempre é interessante porque é vida pulsante com todas suas nuances e bem escrita nos faz refletir e incorporar experiências. "Cada um de nós compõe a sua
    história e tem em si o dom de ser feliz" Por isso quando chegamos à maturidade , fazendo o balanço das horas e dos anos, que possamos dizer: fiz tudo que me foi possível para dar o melhor de mim em benefício de todos , inclusive para minha própria felicidade.
    Como cantava Édith Piaf " Rien, je ne regrette rien"
    Um abraço e Parabéns!!

    ResponderExcluir
  10. Votos para que tudo esteja bem com a senhora, desejo-lhe Feliz Natal
    AG

    ResponderExcluir
  11. Abençoada seja, minha amiga, por estas palavras, por nos comunicar o que aprendeu na vida e a forma como ultrapassou as dificuldades que se lhe depararam.
    Desejo-lhe tudo de bom a si e à sua amada Família.
    Bom Natal.
    Bj
    Olinda

    ResponderExcluir
  12. Também aqui ao seu espaço, venho desejar-lhe um Santo Natal, com tranquilidade e paz...

    Um beijinho amigo

    ResponderExcluir
  13. Olá Catiaho,passando para lhe desejar um Feliz Natal e um 2016,repleto de grandes realizações.
    Apenas corrigindo o meu comentário acima.:"Com superioridade sem medo".
    Bjs com carinho.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  14. Oi Catiaho! Como está?
    Ninguém deixa de ser assim, de uma hora para outra. Ou o salto para cima foi tão alto que agora voa em outras paragens?
    Passei para lhe desejar um bom Natal e um 2.016 pleno de boas oportunidades!

    ResponderExcluir

Que bom que veio, fique a vontade o quanto desejar.
Se apenas leem eu gosto. Mas se comentam eu adoro!
Volte sempre para o abraço entre sonhos e delírios
Catiaho Alc/Reflexo dAlma
CONFIRAM MEUS OUTROS BLOGS
http://reflexodalma.blogspot.com/
http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com/
http://eunoseossinos.blogspot.com.br/
http://refletindosobrealimentacao.blogspot.com/
http://reflexotrocandoimpressoes.blogspot.com.br/
http://catiahoalcseloparceriapoesia.blogspot.com.br/
http://frasesemreflexos.blogspot.com.br/

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!
Já caminhei muito tempo sem me dar conta do quanto é importante o que eu sei, quero e posso. Passei muio tempo dando prioridade a todos ao meu redor. Daqui pra frente meu olhar obedece a uma nova perspectiva, pois minha palavra de ordem é ALEGRIA.Não quero e não vou viver mais um segundo sem esse ingrediente essencial.. Experimentem e depois de contem o resultado. CatiahoAlc, terça feira 05 de janeiro de 2015

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...