Minha Frase preferida desde o mes de julho de 2013


"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade) não existe." Jean Cocteau

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

silvioafonso em:AMASSO NA GARAGEM...


Joguei a pasta com a qual trabalho no sofá e me esparramei na cama na doce ilusão de correr os olhos na dedicatória do livro, Casa Grande e seus demônios, que a minha gata me oferecia e vaidoso me deixar tocar com a doçura das palavras com as quais sempre me tratou.  Mais que nada.  Os óculos esquecidos no carro que acabara de guardar não me faziam falta,  a não 
ser para às letras miúdas, como 
as que ela usou quando me dedicou o livro.  Alguns segundos, nem tão próximos de um minuto, foi o tempo que eu esperei para que os meus olhos se adaptassem à pouca luz e que não era assim tão pouca que não me permitisse ver e ouvir entre dois 
dos cinco carros estacionados a minha direita, gemidos e risos nervosos.  
No princípio eu levei um susto e até me escondi atrás de um fusca que jamais saiu dali enquanto me esforçava para saber de quem seria aquela voz. Ah, era da Andreza, mulher do Barcelo que certamente estava levando uns amassos do marido. Com certeza ele teria bebido e agora adiantava as preliminares para executar a gostosona no aconchegante leito do 502.  
Entre sussurros Andreza fez o parceiro entender  que ali eles corriam risco de serem descobertos uma vez que moradores mais afoitos se aproveitando  da poucas luminosidade chegavam a ficar nus para transar dentro e fora de seus automóveis.
 Nesse momento eu vi que não era com o Barcelo que Andreza se esfregava, mas com algum vizinho senão teriam ido a um motel e não dariam o mole que estavam dando.
Cara, aquela imagem, mesmo que eu só tenha visto a silhueta  deve ter enrubescido as minhas faces ao passo que uma febre enorme se apossou de mim enrijecendo cada músculo do meu descontrolado corpo e como eu sou normal, cada gesto que eu fiz foi no automático. Dei a mim o carinho que  minha
 mão achou que eu merecia.  Tremi com o que pensava ver e  sentia, enquanto eles,  por largarem na minha frente, deram o grito da chegada, desfaleceram e partiram antes de mim.
Este foi o livro que mais emoção me proporcionou, 
mesmo sem tê-lo lido.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que bom que veio, fique a vontade o quanto desejar.
Se apenas leem eu gosto. Mas se comentam eu adoro!
Volte sempre para o abraço entre sonhos e delírios
Catiaho Alc/Reflexo dAlma
http://reflexodalma.blogspot.com/
http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com/
,

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!
Já caminhei muito tempo sem me dar conta do quanto é importante o que eu sei, quero e posso. Passei muio tempo dando prioridade a todos ao meu redor. Daqui pra frente meu olhar obedece a uma nova perspectiva, pois minha palavra de ordem é ALEGRIA.Não quero e não vou viver mais um segundo sem esse ingrediente essencial.. Experimentem e depois de contem o resultado. CatiahoAlc, terça feira 05 de janeiro de 2015

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...