Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

quinta-feira, 16 de dezembro de 2021

Com Texto CONTO DO VIGÁRIO - Com Canção - Com Versos

 



É nesse banco frio de pedra onde minha mãe
 se sentava nos finais de tarde para admirar 
o coqueiro-anão que lutou muito para comprar
 que eu me recordo das dificuldades daquele tempo.  
Hoje, ao olhar para ele, é como se a visse aqui, 
sentada, para decidir em que pedaço do jardim 
deveria plantá-lo. 
Na época também realizou outro sonho,
 mas o maior deles era ter um cãozinho da raça alemã 
e foi com muito sacrifício que conseguiu o Chulé, 
um boxer lindo por quem todos se apaixonaram assim
 que chegou.  Minha irmã ficou muito feliz quando meu pai, 
 generoso como ele só, lhe deu o Bacon de presente.  
Bacon é o nome que ela escolheu para o mine-porco que, 
segundo dizia, levaria no colo a todo lugar onde fosse.
 Pensando nelas senti saudade do meu avô Alexandre.  
Um dia perguntei-lhe como surgiu a expressão, 
“Conto do Vigário” e ele,  muito instruído, 
teria falado que o padre da igreja de Olinda 
não se conformava que a imagem da padroeira 
ficasse na igreja vizinha e não na dele até que 
surgiu a ideia de falar ao colega que a Santa 
é que deveria decidir em qual delas gostaria de  ficar. 
 Dizendo tais palavras convenceu o pároco a amarrar
 a Santa no lombo de um burro que ao ser espantado
 abriria carreira em direção a uma das duas e com o 
burro disparou rumo a Olinda a Imagem mudou de lugar. 
Anos depois descobriram que o burro pertencia ao 
padre para onde correra.  
Foi pensando no meu avô que eu vi,
com muita saudade da minha mãe, o coqueiro anão, 
agora com 20 metros de altura ocupando a maior parte do jardim. 
O Chulé, pobrezinho, comprado como alemão não passa 
de um velho vira-latas dormindo pelos cantos da casa.  
Quanto a minha irmã, coitada. 
Trabalha como escrava para sustentar o porquinho que, 
agora, com 1,20 cm de altura e pesando 200 quilos 
não para de comer.  São 20 quilos de comida que ela
 sofre para comprar.
Essa história é verdadeira e não um conto do vigário.
                                             silvioafonso

Com Canção
Saulo e Daniela 
Anjo




Com Versos

 Vida escorrendo

 Ah!,
 Quero sim a vida escorrendo
entre meus dedos e a favor das minhas vontades.
Quero a água fresca molhando meus lábios
e aliviando essa sede de viver
que não me deixa quieta.
E que vai de tempo em tempo
transformando sonho em realidade.
Ah!, 
Eu quero sim que minhas
verdades se tornem apenas brisa
fresca e arrepios de prazer.
Quero assim a 
vida escorrendo
gostosamente.
                   CatiahoAlc./Reflexod'Alma


19 comentários:

  1. Gostei da história o conto do Vigário!
    Gosto da música, e com versos, lindos versos Cátia!
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. CatiahoAlc, canhota como a minha filha Mariana
    Abreijos

    ResponderExcluir
  3. Espero que a vida lhe traga ótimas surpresas!

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito de ler este texto interessante do conto do vigário. Quem ganhou a sorte grande foi o cãozinho que foi comprado.
    Que a vida flua sempre de forma gostosa!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Chulé, o Bacon e minha mãe,
      infelizmente já não estão entre
      nós, mas o coqueiro, que de anão
      não tem nada, e minha irmã, sim,
      ainda abrem os botões na primavera.

      Excluir
  5. Querida Catiaho,
    Essas histórias de família sempre mexem com a gente, as lembranças do passado ficam na nossa mente e lembramos dos momentos de alegria e tristeza! Adorei o texto do Silvio, sempre inspirado e com ótimos contos! Que a vida escorra gostosamente como diz o seu poema!
    Feliz Natal e uma ótima entrada de ano!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Um prazer para chegar nesse blog
    abraço

    ResponderExcluir
  7. Olá, Catia!
    Passando para desejar-te um Feliz Natal e um ótimo 2002, juntamente com teus familiares.
    Parabéns pelo belo poema e pela bela postagem!
    Um bom domingo, com muita paz.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cátia, como errar é humano, errei.
      Corrigindo, desejo que tenhas um Ano Novo de 2022, com muitas realizações, saúde e paz!
      Beijo

      Excluir
  8. Querida Cátia: com humor e com poesia, a gente consegue segurar a barra. Gostei do conto crônica do mestre Silvio Afonso, sempre muito interessante e sua poesia é sempre cativante. Tudo de bom, um grande abraço...

    ResponderExcluir
  9. Cátia, tem 'blogs' em que não faltas a nenhum 'post', mesmo que autor/a raramente te 'visite'...
    Já comigo, tenho que vir sempre te convidar...
    Tem umas festas muito alegres, com muito amor, ternuras e doçuras... Abraços.
    ~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  10. Silvio e Cátia, lembranças e sonhos. Vida que adormece e que também desabrocha. Somos a soma de tudo o que foi mais marcante ou o que escolhemos para carregar pela vida. Tudo o que queremos é paz e amor Y!
    Boas festas!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  11. Passando para desejar :- Paz. União. Amor. Esperança. Harmonia. Humildade. Dignidade Solidariedade. Bondade. Paciência e Gratidão. Abraço com carinho. Feliz Natal.
    -
    🌲Que não nos falte a alegria de viver. Feliz Natal🌲

    ResponderExcluir

Que bom que veio, fique a vontade e o quanto desejar.
Se apenas ler; eu gosto. Se comenta: eu adoro!
Volte sempre para os
Bjins e Abraço entre sonhos e delírios
CatiahoAlc./Reflexod'Alma
https://frasesemreflexos.blogspot.com
https://aprendendocomelessempre.blogspot.com/

ACONTECEU E FOI MARAVILHOSO!

ACONTECEU E FOI MARAVILHOSO!

Postagens mais visitadas

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA e com ESPERANÇA

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA e com ESPERANÇA
Já caminhei muito tempo sem me dar conta do quanto é importante o que eu sei, quero e posso. Passei muio tempo dando prioridade a todos ao meu redor. Daqui pra frente meu olhar obedece a uma nova perspectiva, pois minha palavra de ordem é ALEGRIA.Não quero e não vou viver mais um segundo sem esse ingrediente essencial.. Experimentem e depois de contem o resultado. CatiahoAlc, terça feira 05 de janeiro de 2015

.

.

Postagens populares

.

Ei!

O que estou escrevendo aqui NÃO É PESSOAL E NÃO SE

REFERE A NINGUÉM DA VIDA VIRTUAL E SIM DOS MEUS VIZINHOS

DE BAIRRO, OK?

Escrevo aqui para me expressar somente. Penso que estamos vivendo mais um dia e que devemos ser gratos a Deus e aproveitarmos todo aprendizado que esse dia nos trouxer. Devemos: usar máscara, mesmo os já vacinados , usar álcool gel, lavar as mãos ao chegarmos da rua, deixarmos os sapatos do lado de fora até serem limpos, evitarmos contato físico com pessoas que não vivem no mesmo recinto, evitar viajar (sem ser necessário) viajar a lazer nem pensar, não é hora de lazer, ainda que secos para tal estejamos. Eu ando com muita saudade dos meus amigosafilhados, das minhas irmãs e meu cunhado e de ver minha casa no RJ que está fechada desde janeiro de 2020, quando lá estive. Uma coisa tem me chamado muito a atenção: Parece que já terem sido contaminados e terem sobrevivido e a possibilidade da vacina, já deu a algumas muitas pessoas a ideia de estarem totalmente livres de contaminação, bem como os que já tomaram a vacina e passaram a ficar descuidados. Isso me preocupa muito. Estou reclusa em casa com meu marido e filho caçula há mais de 1 ano, vejo muito pouco meu filho mais velho, esposa e filhas que moram na cidade vizinha. Detesto não me sentir livre para ir e vir e mesmo para caminhar na orla que fica ha 3 ruas da minha casa. Vamos resistir mais um pouco, vamos preservar nossa saúde física e mental o mais que pudermos. Por hoje é o que eu penso; caso entendam que eu esteja errada: me perdoem. Bjins de bons dias a todos. CatiahoAlc.

GALERIA DA MINHA SAUDADE DE SERES QUE DEIXAM SEUS BLOGS COMO LEGADO

HÁ SERES QUE FAZEM FALTA NO NOSSO DIA A DIA, MESMO NA VIDA VIRTUAL. ELAS DEIXAM DE PUBLICAR POR VÁRIAS RAZÕES ALGUMAS VEZES POR VONTADE PRÓPRIA E OUTRAS NÃO. ENTÃO NESSE TÓPICOE EU QUERO REGISTRAR A FALTA QUE FAZEM AO DIA A DIA DESSA MULHER POETA. ESSE É MEU JEITO DE REGISTRAR O QUE SINTO. CatiahoAlc 29 DE ABRIL DE 2021


.

.

IMAGEM DO NOSSO LUGAR

IMAGEM DO NOSSO LUGAR

GALERIA DA MINHA SAUDADE

MINHA HOMENAGEM A SERES QUE FAZEM FALTA NO MEU/NOSSO DIA A DIA, MESMO NA VIDA VIRTUAL, NÃO É UMA HOMENAGEM SOMENTE IN MEMORIAM, MAS HÁ SERES QUE POR MOTIVOS AVERSOS DEIXARAM DE PUBLICAR; ALGUMAS VEZES POR VONTADE PRÓPRIA E OUTRAS NÃO. UMAS SABEMOS O RAZÃO E OUTRAS NÃO. REFORÇANDO: NESSE TÓPICO EU QUERO REGISTRAR A FALTA QUE FAZEM AO DIA A DIA DESSA MULHER POETA. ESSE É MEU JEITO DE REGISTRAR O QUE SINTO. CatiahoAlc 29 DE ABRIL DE 2021


Imagens do Lugar que Amo

Imagens do Lugar que Amo

IMAGENS DO MEU LUGAR

IMAGENS DO MEU LUGAR

.

.

IMAGEM DO NOSSO LUGAR

IMAGEM DO NOSSO LUGAR

.

.

.

.