Web Statistics

Minha Frase preferida desde o mês de julho de 2013

"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade) não existe." Jean Cocteau


Translate

domingo, 22 de abril de 2018

A Vida É Nuvem passa passa & Apesar da Fé no outro, não perco mais tempo.


Algumas 
São azuis outras brancas 
algumas vezes todas cinzas.
Mas as nuvens do céu
 são ar e água que caem sobre nós
Já as nuvens do dia a dia
 que caem sobre nos
São densas e invisíveis
Passam
 por nos como problemas
E nos arrastam e arrasam
Temos que prestar atenção
Porque as nuvens do céu,
 tornam -se gotas e caem ....
E renovam a terra de alguma forma
Mas nossas nuvens do dia a dia
 podem nos derrubar
E acabar com nossos sonhos
Por isso
Nuvem passa passa
E nos dê alegria 
Quase tão rapido como fumaça
CatiahoAlc./Reflexod'Alma

Apesar da Fé não perco Tempo

Digo estar ficando velha e as pessoas riem desdizendo ou até mesmo reafirmando estar enganada. Eu Poderia dizer estar madura (só que tô, fazer o que? rs), mas aí seria e até sou, e já fui advertida muita e muitas vezes, vista como prepotente ou algo do gênero, como já aconteceu. 
Dizer ter o João ou  Maria amadurecido é fácil, pode ser apenas uma suposição, então as pessoas demostram suportar, afinal João ou Maria são os 'outros'. Na verdade  é um 'outro' sujeito. Mas quando esse sujeito, somos nós mesmos, aí não dá pra fazer cara boa e concordar sem antes abraçar como ofensa.  Eu olho no Espelho do meu tamanho, aquele que carrego comigo desde o tempo da escola de teatro e digo: - Mulher você amadureceu e Não são necessárias rugas nas linhas do rosto.
Esse amadurecimento me fez e me faz muito bem. Não preciso ter razão, mas também não preciso baixar minha cabeça porque os 'outros' tentam me subjugar e me rebaixar. Faz tempo e já afirmo não ser melhor nem pior que nenhuma outra pessoa. Apenas Sou mais um ser humano vivendo nessa estreita faixa denominada Vida e Vida em Sociedade.
Amadurecer é conviver bem com os próprios erros, limitações e anseios. Mario Quinta diz algo sobre ‘O segredo não é correr atrás das borboletas. E sim cuidar do jardim para que elas venham até você’. Se metaforizar essa sábia frase: 
Borboletas: Vida e acontecimentos de nosso anseio. 
Jardim: Nós, nossos atos e atitudes. 
Correr atrás: Ser imaturo e não ter calma para aguardar o tempo certo. Borboletas Virem até  o Jardim: Com maturidade ver a vida se metamorfoseando acontecendo diante de nós.
Tenho 56 anos muito bem vividos. Vivi todas as etapas com aprendizado gabaritado. Esperei 5 anos  para reabraçar uma pequena. Alonguei meu olhar para não ter a vontade de retroceder. Apanhei física e mentalmente injustamente e desnecessariamente mais que o necessário. Tenho no meu corpo cicatrizes físicas e emocionais o suficiente para não fazer muita questão de nada desnecessário. Leio ha mais tempo que escrevo. Sou ótima com as palavras lidas e as que escrevo. Leio, assimilo e aplico. Tenho estado na companhia de ótimos autores da literatura mundial e nacional. E a boa leitura me ensina a não investir meu tempo em desgastes inúteis ou em aceitar tudo. No tempo recente que passei adoentada me foi perguntado:
 - Catiaho, você não faz mais questão de nada? Desistiu de brigar? 
Eu respondi no alto da minha capacidade: 
- Descobri que brigar comigo mesma é desperdiçar tempo com o inútil. Tornaram a me perguntar: 
- Mas e a sua argumentação de vida? 
Respondi:
 - Apenas deixei de brigar para dialogar comigo mesma. Daí em diante ficou suave conviver e viver com  a pessoa mais difícil de estabelecer um dialogo que Sou eu Mesma. Parei e brigar e tenho tido altos diálogos. 
Então esperei a última pergunta:
- Mas Catiaho e os 'outros'? 
E eu amo quando fazem essa indagação, pois creio na frase  “Não há necessidade de grelhas, o inferno são os outros.” do  Jean-Paul Sartre SARTRE, J., Entre Quatro Paredes, 1945. 
E antes da pessoa insinuar que eu estava usando Sartre para  dizer serem os 'outros'  o inferno, eu já emendei. 
- Entendo essa sábia frase de Sartre dizendo que a nossa preocupação em obter  a opinião e a aceitação dos 'outros', fazem da nossa vida uma um inferno, uma desgraça de dias trágicos e dolorosos, uma grande confusão de sentimentos, indagações sem resposta e interpretações multifacetadas. 
Os 'outros' são importante, entretanto a nossa opinião sobre nós mesmos  nos tira do compasso de espera que é a grelha onde a 'paz de espírito' fica isolada, engessada e amordaçada, sem condições  de cumprir sua função que é de  nos favorecer.
Assim terminamos a 'conversa' , a pessoa visivelmente insatisfeita parou de me perguntar,  deu uma desculpa e foi embora, enquanto Eu voltei a meu estado de recuperação física satisfeita, não com as indagações do 'outro' mas sim como a minha postura, mesmo adoentada eu não me vitimizei ou recuei como fiz por muito tempo na minha vida sempre em favor dos 'outros'. Me por no lugar dos outros e avaliar como se sentiam era algo fundamental, sou ou melhor fui boa nisso, hoje não quero mais esse papel, cada um ocupe no seu  lugar.
Encerrando essa escritaconversa dessa postagem, Sou sem sobra de duvida minha maior conquista. Preciso dos 'outros' sim, mas não mais menos do que de mim, me sou essencial.
A frase ficou feria, mas o resultado me apraz.
CatiahoAlc./Reflexod’Alma
22 de abril de 2018
CANÇÕES REFLEXIVAS ASSOCIADAS A MEUTEXTO ACIMA
SÃO  LEVINHA PARA HOJE
RAFINHA ACÚSTICO EM MUSIQUINHA
E TREM BALA COM ANA VILELA





Todo desespero trás um pouco de esperança
Em todo travesseiro, um sonho de criança
Me chame pra brincar também

Vou pular a corda que procura o meu pescoço
Não vou dizer que gosto sem saber o gosto
Comer o chocolate antes do almoço
E te beijar depois de lambusar o rosto

Vou criar um mundo novo dentro de um salão
Convidar o lobo mal e o bicho papão
Conhecer também seu coração
Proteger o sentimento com bolinha de sabão

Vou me esconder tão perto que ninguém vai me perceber, no meu esconderijo também cabe você
Vou sentir o amor mais perto quando desistir de entender

Me abrace bem apertado pra caber nós dois
A gente fala baixinho pra sorrir depois
E quando o coração estiver batendo junto
Antes de escurecer, agente corre e salva o mundo





Trem - Bala
Ana Vilela

Não é sobre ter todas pessoas do mundo pra si
É sobre saber que em algum lugar alguém zela por ti
É sobre cantar e poder escutar mais do que a própria voz
É sobre dançar na chuva de vida que cai sobre nós
É saber se sentir infinito
Num universo tão vasto e bonito é saber sonhar
Então, fazer valer a pena cada verso
Daquele poema sobre acreditar
Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu
É sobre escalar e sentir que o caminho te fortaleceu
É sobre ser abrigo e também ter morada em outros corações
E assim ter amigos contigo em todas as situações
A gente não pode ter tudo
Qual seria a graça do mundo se fosse assim?
Por isso, eu prefiro sorrisos
E os presentes que a vida trouxe pra perto de mim
Não é sobre tudo que o seu dinheiro é capaz de comprar
E sim sobre cada momento sorriso a se compartilhar
Também não é sobre correr contra o tempo pra ter sempre mais
Porque quando menos se espera a vida já ficou pra trás
Segura teu filho no colo
Sorria e abrace teus pais enquanto estão aqui
Que a vida é trem-bala, parceiro
E a gente é só passageiro prestes a partir
Laiá, laiá, laiá, laiá, laiá
Laiá, laiá, laiá, laiá, laiá
Segura teu filho no colo
Sorria e abrace teus pais enquanto estão aqui
Que a vida é trem-bala, parceiro
E a gente é só passageiro prestes a partir
Compositores: Ana Carolina Vilela Da Costa
Essa Foto é um pouco da Poesia, do Texto acima e das Canções, pois esses dois 'outros' nunca me pediram nada, nunca me julgaram e condenaram e apenas se deram a essa Poeta. Hoje (atualmente) ainda falo com Alfredo via internet (o lindo da esquerda da tela, mas  Marcelo (o da direita da tela esta cuidando de sua vida no Canada e não tenho mais acesso). Esses dois seres que conheci na Internet hoje são parte de vários capítulos da minha historia de amadurecimento que cito no texto principal)
Adicionar legenda



13 comentários:

  1. Tantas nuvens negras que passam sobre nossas cabeças,mas precisamos ter coragem e saber sair em tempo de recebermos a grande tempestade!
    Amei o texto e as palavras Catiaho.
    Bjs e um feliz domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Gosto imenso de refletir sobre um pouco de cada!
    bj e gosto do olhar

    ResponderExcluir
  3. Nada como ler e reflectir. Adorei todo o conteúdo:)!!

    Beijo. Boa noite.

    ResponderExcluir
  4. Belíssima partilha querida amiga muitos beijinhos felicidades

    ResponderExcluir
  5. Lia o seu escrito e lembrava a música "Eu sou nuvem passageira, que como o vento se vai".
    Conhece??
    Bjs, boa semana

    ResponderExcluir
  6. Bom dia. Uma publicação cheia de verdades. Gostei de ler. :))

    Hoje:- Meus olhos vagueiam em teus lábios
    .
    Bjos
    Votos de excelente Segunda -Feira

    ResponderExcluir
  7. Amei a postagem! Adoro "Trem Bala."
    Acredito que amadurecer seja um processo dolorido, assim como nascer, crescer... cada etapa da vida é uma etapa de auto conhecimento, e dói, às vezes, olhar no espelho da alma. mas estamos aqui para isso.

    ResponderExcluir

Que bom que veio, fique a vontade e o quanto desejar.
Se apenas lê eu gosto. Se comentam eu adoro!
Volte sempre para o abraço entre sonhos e delírios
Bjins e Abraço
CatiahoAlc./Reflexod'Alma

Aos que por aqui passaram e passarão minha gratidão e...:

Aos que por aqui passaram e passarão minha gratidão e...:
Esse não é o final da nossa historia, mas sim o marco de uma parada

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!
Já caminhei muito tempo sem me dar conta do quanto é importante o que eu sei, quero e posso. Passei muio tempo dando prioridade a todos ao meu redor. Daqui pra frente meu olhar obedece a uma nova perspectiva, pois minha palavra de ordem é ALEGRIA.Não quero e não vou viver mais um segundo sem esse ingrediente essencial.. Experimentem e depois de contem o resultado. CatiahoAlc, terça feira 05 de janeiro de 2015

Parafraseando Clarice "Sou como você me vê.""

EU "TENTO" ACOMPANHAR OS BLOGS QUE GOSTO DE LER.
COMO FAÇO?
SIGO AS ATUALIZAÇÕES DE CADA UM E TENTO IR A PÁGINA DOS QUE ME DÃO A HONRA DE AQUI COMENTAR.
LEIO MUITO MAIS QUE COMENTO, POIS LER É UMA DAS MINHAS PAIXÕES, POIS LEIO E REFLITO PARA COMENTAR SABENDO O QUE LI.
COMENTAR É UM ATO RESPONSÁVEL E DEVE SER FEITO COM CARINHO E CUIDADO.
Por isso cito Clarice "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania, Depende de quando e como você me vê passar."
CatiahoAlc.