Web Statistics

Minha Frase preferida desde o mês de julho de 2013

"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade) não existe." Jean Cocteau


Translate

quinta-feira, 19 de abril de 2018

|0/ DI VOLTA |0/

Antes de qualquer outra frase ou argumentação minha, é importante frisar que:
Eu quero deixar claro que essa é uma
experiência pessoal e que somente a mim cabe a responsabilidade da escrita. 
Compartilho algo pessoal PUBLICAMENTE por minha vontade, conta e risco.
Sou grata a Deus por estar viva e aos amigos por ter minha auto estima em dia.
  CatiahoAlc., escritora blogueira e administradora desse blog e de alguns muitos outros.


Hoje; É o tempo de seguir em frente.

   Levamos nossas vidas como se nada pudesse nos abalar ou nos reter. Muitas vezes fazemos como fazem as crianças ou os jovens e pomos nossa veste de super heróis e seguimos em atitudes de que o mundo que se atreva a nos contrariar para ver só.
         Entretanto mesmo nos sentindo imortais sendo feitos de matéria, e em nossas veias correndo sangue levando vida a todo corpo estamos sujeitos aos efeitos do tempo, das estações e assolações do nosso tempo. No mês de janeiro (eu creio) li o livro de Albert Camus A Peste e fiquei assustada em como um fator relacionado a saúde publica pode fazer reféns por tanto tempo uma grande população. Mantive em mente a forma de como não temos muito para onde correr a não ser estarmos atentos. Li outros livros de janeiro até esse março leio três outros nesse mês de abril até na última sexta feira quando amanheci com a saúde abalada. 
    Sou dessas pessoas que acordam e ficam d’olhos fechados por um tempo passando a vida diante da mente, na verdade avaliando meus erros e acertos. Somente depois d’um tempo eu abro os olhos, passo meus olhos com doçura pelo que já me observa, dou um sorriso, ponho meus pés para fora da cama, me sento, respiro, me levanto equilibrando meu corpo sigo para a primeira  higiene do dia enquanto o café vai passando. Mas nessa última sexta feira 13 abril; além de a chuva desabar sobre o estado e especialmente na cidade aonde eu vivo e ficarmos ‘isolados’ sem o nosso ir e vir normal, meu corpo não respondeu, o sorriso não se desenhou em minha face e o caus se estabeleceu trazendo o cinza para meus próximos dias. Meu esposo cuidou de fazer cumprir as ordens médicas e do meu lado não saiu até ontem quando finalmente meu corpo respondeu positivamente.
         Por isso estou de volta hoje quinta feira dia 19 de abril, já com meu melhor sorriso na face, grata aos que torcem pelo meu melhor como: meu par, minha família de sangue e meus amigosafilhados mais chegados que irmãos, aos amigos leitores daqui do blog e aos profissionais que  trabalham comigo no dia a dia como o José Luiz (Design), o Uriel Rosso (Tradutor) e o autor Roberto Silva. Esses com calma aguardaram a minha melhora para finalização do trabalho que será apresentado no fim de maio em Santa Catarina na Oficial Academia Tijuquense de Letras por ocasião da posse dos Cinco Acadêmicos Correspondentes indicados por mim e aceitos pela Casa.
         Estou de volta e como diz a canção da Moça do Funk: É´ Hoje!


Hoje; É o tempo de seguir em frente.
 
É tempo
De arregaçar as mangas
De cumprir a parte a nós cabida
Hoje
É tempo de seguir o rumo
Escolhido
E não o imposto ou composto
Hoje a vida é um desafio aceito
Com efeito
E sem defeito
Pois o ontem é história
O Amanhã ainda será escrito
Mas o Hoje
Esse sim é de nossa
Total competência
No Sentir
No Agir
No
Re
Tri
Buir
E seguir
Adiante.
CatiahoAlc./Reflexd’Alma/TI

Canção para Hoje
Folia no meu quarto de Fernando Anitelli
com Wallace Kyosky's 
Produção WK Mundo


Tom: A
Intro: B9 B7+/9 G#m7 F#7

   B        E          G#m7  F#
Se água nos olhos do palhaço molha
   B        E          G#m7  F#
Menina dos olhos abandonados
   B        E            G#m7
Boneca de pano, de pena, chora
 F#    B         E               G#m7  F#
Quando água dos olhos da gente escorre

 F#                        B9
Corre beirando boca, ribeirão
      G#m7          E
Dorme junto ao coração

                  B9
Faz do peito cachoeira
F#/A#                       B9
Leva, lavando, me deixando leve
         G#m7             E
Que a certeza não escorregue
                 F# F#4 F#
Feito pedra de sabão

(vocalização) B9 B7+/9 G#m7 F#7 (4x)

B      E             G#m7    F#
Bola, vidro, janela, bronca, tapa
B            E         G#m7 F#
Dias e dias sem televisão
B           E              G#m7
Fecho porta pra não escutar briga
F#              B             E           G#m7 F#
E, também, pra briga não escutar nossa canção

     F#                B9
Que faço distraindo a vida
       G#m7         E
Vou traindo minha sina
               B9
Distraindo decisão
F#/A#                         B9
Falo coisas que ás vezes não faço
      G#m7         E                        F# F#4 F#
Sou boneca, sou palhaço, ponto de interrogação

(vocalização) B9 B7+/9 G#m7 F#7 (4x)

 E          B/D#
Todo ser seria
 C#m7       B
Todo rio riria
 C#m7       B
Toda flor folia
    A              F#
Abajour pra escuridão
 E          B/D#
Toda brincadeira
   Bm            A
Começa com alegria
       C#m7      B
Mas o sino do almoço
         A           F#
Troca o riso por feijão

( B9 B7+/9 G#m7 F#7 )
Quero mais... careta no retrato
Quero mais... folia no meu quarto

(B)



Me resolvi por subir na pedra mais alta
Pra te enxergar sorrindo da pedra mais alta
Contemplar teu ar, teu movimento, teu canto
Olhos feito pérola, cabelo feito manto

Sereia bonita sentada na pedra mais alta
To pensando em me jogar de cima da pedra mais alta
Vou mergulhar, talvez bater cabeça no fundo
Vou dar braçadas remar todos mares do mundo

O medo fica maior de cima da pedra mais alta
Sou tão pequenininho de cima da pedra mais alta
Me pareço conchinha ou será que conchinha acha que sou eu?
Tudo fica confuso de cima da pedra mais alta

Quero deitar na tua escama
Teu colo confessionário
De cima da pedra não se fala em horário
Bem sei da tua dificuldade na terra
Farei o possível pra morar contigo na pedra

Sereia bonita descansa teus braços em mim
Eu quero tua poesia teu tesouro escondido
Deixa a onda levar todo esboço de idéia de fim
Defina comigo o traçado do nosso sentido

Quero teu sonho visível da pedra mais alta
Quero gotas pequenas molhando a pedra mais alta
Quero a música rara o som doce choroso da flauta
Quero você inteira em minha metade de volta






21 comentários:

  1. Mais uma publicação muito interessante. Parabéns.

    Hoje:- O que a alma quer dizer.

    Bjos
    Votos de uma Óptima Quinta-feira

    ResponderExcluir
  2. Admito tua autenticidade e colocações sempre! Vim agradecer o carinho lá nos céus...bjs, tuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Linda partilha querida amiga ,muitos beijinhos no coração felicidades

    ResponderExcluir
  4. Gostei de ler
    Bjs
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. Ainda bem que conseguiu dar a volta por cima e tudo correu bem e, está de volta para nos oferecer as suas poesias.. Muita força e que tudo corra sempre bem. A Vida é bela.

    Beijos. Boa noite

    ResponderExcluir
  6. POST MARAVILHOSO COMO SEMPRE BJSSSS

    http://www.cantaalegremente.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que bom que está tudo bem contigo!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
  8. Espero que tudo esteja bem consigo.
    Foi um susto que passou.
    Bjs, bfds

    ResponderExcluir
  9. Todas as experiências nos enriquecem.


    Convidamos a ler o capítulo X do nosso conto escrito a várias mãos "Voar Sem Asas".
    https://contospartilhados.blogspot.pt/2018/04/voar-sem-asas -capitulo-x.html

    Saudações literárias
    Bom fim-de-semana

    ResponderExcluir
  10. Que bom querida amiga você estar bem e já de volta!
    Que Deus abençoe e ilumine você e toda a sua família.
    Bjs e obrigada pelas palavras lindas em meu espaço e pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carmen
      É uma alegria te la como
      amiga, leitora e
      Poder le seus escritos.
      Bjins
      CatiahoAlc.

      Excluir
  11. Que o regresso seja duradouro, na Paz de Deus, e amor no coração.
    .
    * Criança brincando ... em interno lamento. *
    .
    Cumprimentos poéticos.

    ResponderExcluir
  12. Oi Cátia! Que bom que está de volta! As vezes sumimos, e somente nós e primeiramente Deus sabemos o porque. Por isso não nos cabe a cobrança , pois a vida é corrida e cheia de obstáculos a serem vencidos. Graças a Deus tudo esta´voltando a sua normalidade e graças a Deus pelos que estão ao nosso lado , nos apoiando sempre que for preciso. Obrigado pelo carinho, e sou seu fã de carteirinha! Beijos e terno abraço. Se cuide sempre .

    ResponderExcluir

Que bom que veio, fique a vontade e o quanto desejar.
Se apenas lê eu gosto. Se comentam eu adoro!
Volte sempre para o abraço entre sonhos e delírios
Bjins e Abraço
CatiahoAlc./Reflexod'Alma

Aos que por aqui passaram e passarão minha gratidão e...:

Aos que por aqui passaram e passarão minha gratidão e...:
Esse não é o final da nossa historia, mas sim o marco de uma parada

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!
Já caminhei muito tempo sem me dar conta do quanto é importante o que eu sei, quero e posso. Passei muio tempo dando prioridade a todos ao meu redor. Daqui pra frente meu olhar obedece a uma nova perspectiva, pois minha palavra de ordem é ALEGRIA.Não quero e não vou viver mais um segundo sem esse ingrediente essencial.. Experimentem e depois de contem o resultado. CatiahoAlc, terça feira 05 de janeiro de 2015

Parafraseando Clarice "Sou como você me vê.""

EU "TENTO" ACOMPANHAR OS BLOGS QUE GOSTO DE LER.
COMO FAÇO?
SIGO AS ATUALIZAÇÕES DE CADA UM E TENTO IR A PÁGINA DOS QUE ME DÃO A HONRA DE AQUI COMENTAR.
LEIO MUITO MAIS QUE COMENTO, POIS LER É UMA DAS MINHAS PAIXÕES, POIS LEIO E REFLITO PARA COMENTAR SABENDO O QUE LI.
COMENTAR É UM ATO RESPONSÁVEL E DEVE SER FEITO COM CARINHO E CUIDADO.
Por isso cito Clarice "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania, Depende de quando e como você me vê passar."
CatiahoAlc.