Minha Frase preferida desde o mês de julho de 2013

"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade) não existe." Jean Cocteau


Translate

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

SOu ToDA.


Sou toda
 Pernas 
Braços
Pés
E mãos...
Sou orelhas
Nariz 
E boca
Sou pescoço
Seios
 E sexo
Sou gente
Mulher
Fêmea
Sou palavras
Gemidos 
E sussurros
Sou mulher
Namorada
Sempre amante
Sou tanta coisa
Sou coisa 
Nenhuma
Sou mesmo simplesmente
A que deseja 
E que guarda
A hora
Para sua Ser

CatiahoAlc./Reflexos d'Alma entre sonhos e delírios





















CANÇÃO QUE "ELE" CANTA PRA MIM
 E EU ACREDITO!



Canção:
Você É Linda
De/Com:
Caetano Veloso

Fonte de mel
Nos olhos de gueixa
Kabuki, máscara
Choque entre o azul
E o cacho de acácias

Luz das acácias
Você é mãe do sol
A sua coisa é toda tão certa
Beleza esperta
Você me deixa a rua deserta
Quando atravessa
E não olha pra trás

Linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz
Você é linda
Mais que demais
Você é linda sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim

Você é forte
Dentes e músculos
Peitos e lábios
Você é forte
Letras e músicas
Todas as músicas
Que ainda hei de ouvir

No Abaeté
Areias e estrelas
Não são mais belas
Do que você
Mulher das estrelas
Mina de estrelas
Diga o que você quer!

Você é linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz
Você é linda
Mais que demais
Você é linda sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim

Gosto de ver
Você no seu ritmo
Dona do carnaval
Gosto de ter
Sentir seu estilo
Ir no seu íntimo
Nunca me faça mal!

Linda
Mais que demais
Você é linda sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim
Você é linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz


FELIZ PRIMAVERA PRA NÓS TODOS NÓS!




quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Repostando Texto/Conversa de 2015 = 1- 💌Poesia Rostos 💦 2- Conversa 😇 3-Canção 😀4- Imagens

Lembra(m) dessa foto? Rio das Ostras/RJ

Rostos

Pequenos rostos
São tantos pequenos rostos
São tantos pequenos traços
São tantos infindos poros
São rostos alegres ou tristes
São traços de amor ou ódio
São poros que exalam os odores da vida
São rostos
São traços
São poros
Visíveis
Presumíveis
Mas os corações são mistérios enterrados
E as almas prisioneiras invisíveis
Ah
Se
pudesse trazer à tona
Os corações e as almas
E torná-las visíveis
Presumíveis
Então o mundo seria diferente
Feliz
Com rostos e traços
Trazendo pelos poros
O restante do bendito
Hálito da vida.
Então
Seriam
Muitos rostos felizes
Muitas almas cristalinas
Muitos traços
Realçados
Trans... pi... ran... do
Res... pi... ran... do
VIDA
CatiahoAlc./ReflexodAlma

 E...
2- Escrevi esse texto em 1º de dezembro de 2015 e estou repostando porque:  Hoje eu não penso nada diferente, já trilhei muitos percursos e essa Sou Eu.

Coisa de Homem, Coisa de Mulher é tudo igual, porque somos todos Gente.
Isso independe da opção sexual de cada um.
Gente.
Somos  só Gente; e é isso que importa na verdade.
E é o que  parece o mundo estar esquecendo.
Mas quando o assunto é ser independente há muito o que ser pensado. 
Muita gente entende que se associar ou se dessassociar a/da outra é que trará independência. 
Sei de homens e mulheres que casaram ou foram viver com alguém ou sós só por acreditarem ser isso independência.
 Ledo engano, se tornam reféns da própria opcão.
Estive olhando o dicionário antes de seguir com essa conversa:
Independente é:
"Pessoa que tem autonomia; quem não se submete às vontades e/ou necessidade alheias; 
aquele ou aquela que é livre para se comportar ou pensar da maneira como lhe convir.
(Etm. in + dependente) "
Eu fui independente para nascer, pois minha mãe tentou me abortar algumas vezes e eu sobrevivi (sei disso porque nas discussões dos meus pais, por 25 anos eu ouvia jogarem na face um do outro e aos berros). Meu pai me negou por toda gravidez da minha mãe e dela se separou até os cinco meses de nascida, e Eu sobrevivi.  Ao nascer na noite do dia 30 de dezembro de 1962, enquanto foram buscar a parteira, minha mãe deitada em uma esteira, sentia as dores do parto, eu teimosa (como ainda sou) não quis esperar, nasci ali mesmo. Tanto sobrevivi que aqui estou escrevendo.
Performace1 lançamento
Refletindo Poesia /Brisa&Furacão
RJ/SG
Depois na vida já sem o cordão umbilical em um dezembro, perto de completar 16  anos, com a casa vazia, pois estava trinta dias de castigo sem poder sair de casa, as marcas das surras já haviam sumido, mas a  solidão era tanta que cheguei a  cortar os pulsos, parei a tempo e novamente sobrevivi. 
Até os meus 44 anos nunca soube o que era liberdade ou autonomia. 
Isso porque não achava necessário, tinha tudo que achava ser meu direito: ar para respirar, família (marido e filhos), casa própria, carro, até religião pratica;  essas coisas... 
Mas depois de 2006 aí sim percebi o quanto ser independente e exercer a liberdade, era urgente e  necessário e me fazia falta, como creio fazer falta a qualquer ser Hu Mano.
Aos poucos levantei a cabeça, a ioga me ajudou muito, pois aprendi a olhar o mundo ao meu redor.
Refiz o caminho da sobrevivência e aqui estou hoje dona do meu nariz, responsável por meus atos, financeiramente independente.
Me desfiz de algumas (muitas) muletas como: religião aliada ao serviço, achar que amizade é algo infalível, acreditar que muita coisa e gentes são pra sempre, aliás nada e nem alguém é pra sempre. Outra muleta que  me desfiz é a de  achar ser  preciso alguém dizendo o tempo todo que me ama pra eu me sentir amada. Ou sou amada ou não sou e ponto.


Hoje sou bem satisfeita comigo mesma e com a vida que tenho. Não olho o outro como superior ou inferior a mim. Somos iguais e olho o outro na linha dos olhos.
Acredito viver como essa definição: ""Pessoa que tem autonomia; quem não se submete às vontades e/ou necessidade alheias; aquele ou aquela que é livre para se comportar ou pensar da maneira
 como lhe convir.(Etm. in + dependente) ".

No ano de 2012, uma mulher me perguntou:
-Você Catiaho  não tem medo de ser mal interpretada por ser como você É?
Respondi:
-Ser como? Falar sem baixar a cabeça? Olhar o outro bem na altura dos olhos? Ter o vermelho como minha cor preferida? Usar roupas e adereços do meu gosto como chapéus, lenços e ousar usar um só brinco em uma so orelha ou sem me importar com o par ou com a simetria deles? Comer ou beber o que eu gosto sozinha ou acompanhada? Dizer que amo a quem eu desejar dizer? Não negociar minha identidade e minhas verdades por nada que seja contra meus princípios?
A mulher lívida quase pedia pra eu parar de falar. 
Mas eu sorri e segui:
-Não Isabelly, eu sou quem sou e nada pode mudar isso. 
Eu Catiaho, tenho orgulho da Mulher que nasci pra Ser e Sou e Serei, esse é meu legado, sempre
vivendo sob o slogan entre sonhos e delírios.
Ela com os olhos cheios d'água disse:
-Nunca terei essa coragem... 
Eu disse: 
-Terá sim, é só chegar a sua hora.
Ela:
- E se não chegar?
Eu disse:
- Você não é incompetente e saberá fazer chegar. Você vai aprender que Você é sua PRIORIDADE.
In de pen dên cia  seria o que mesmo?
E é isso que faz uma pessoa ser ou não
"Pessoa que tem autonomia; quem não se submete às vontades e/ou necessidade alheias; 
aquele ou aquela que é livre para se comportar ou pensar da maneira como lhe convir.
(Etm. in + dependente) "
E você que por aqui passa, pensa o que?
Se não pensou nada ainda é tempo de pensar e aplicar a si mesma(o) a conclusão que vier a chegar.

Escrevi esse texto em 1º de dezembro de 2015 e estou repostando porque:
Hoje eu não penso nada diferente, já trilhei muitos percursos, essa Sou Eu.
E você, Homem ou Mulher, Sabe quem você É?

CatiahoAlc./Reflexod'Alma

CANÇÃO
TUDO NOVO DI NOVO
MOSKA




terça-feira, 18 de setembro de 2018

Me leva?


Hoje o sol entra por minha janela,
Balança a cortina e a brisa toca a pele.
Escuto os rumores que vão lá abaixo desse quarto andar
Me são nesse instantes tão impessoais
Parecem que nada tem a ver
Com a mulher que sente o sol e a brisa na pele.
Na verdade penso que não estou aqui de verdade
Está meu corpo
Entretanto minha mente escapa a todo instante
Mas estranhamente hoje ela não quer ir ali pra beira do mar
Hoje fujo de estar ali só ouvindo e ouvindo
Não sei pra onde quero ir
Quero que alguém em especial me leve
Me leve e leve
Não quero ter o poder de interferir
Só quero ir
E ir
Não é fuga é só vontade de ir
Não é falta de opção é desejo misturado com vontade
O sol queima a pele enquanto escrevo
A brisa suave ameniza como um carinho
E vou
Não sei se por sonho
Ou se vou acordada mesmo
O corpo
A casca fica aqui sentindo o sol e a brisa
E eu vou com você neste instante
Que vem e que leva
Me leva
E levemente me eleva
CatiahoAlc./ReflexodAlma
EU NO PALCO... BATEU SAUDADE DE INTERPRETAR.

CANÇÕES 
DO MEU INTERPRETE PREFERIDO
PAULINHO MOSKA 
Acompanho esse interprete desde o início de sua carreira solo.
Morando no RJ, fui a muitos shows e o 1º foi no Bay Market em Niteroi/RJ. 
Na época moravamos no RJ e tínhamos uma Escola de Arte Cênica&outras Artes de porte medio.
Só em Artes Cênicas tínhamos 80 alunos. Nessa ocasião fui cedo para estudar a montagem do palco e estudar as luzes, minha família e alunos foram a noite para show.
Acompanhando a carreira desse artista vi o filho dele pequeno e hoje
aprecio ve-lo  seguindo carreira como ator em Malhação.
Domingo apesar da sonolência que a medicação me provoca
eu vi com alegria o Moska (como ele gosta de ser chamado)
Brilhando do Programa do Faustão.
Essas canções fazem parte da trilha sonora da minha vida.
PRA COMEÇAR SONETO DO TEU CORPO






MÓBILE NO FURAÇAO


domingo, 16 de setembro de 2018

Com a Poesia "No Rumo", digo que tudo voltará ao normal aos pouquinhos, mas voltará. Grata pela Força de Vocês.


                                                         Minhas tatuagens, marcos em minha vida Simbolista.

No rumo
No rumo das folhas soltas
Viaja meu pensamento
Quem me dera que um vento forte
Me levasse nesse momento

Tenho vontade de ir
Seguir e não voltar mais
Confesso que já não aguento
Esperar pelos dias finais

Sou uma presa da vida
Que sempre me diz o que fazer
Sou livre por natureza
Que me ensina a me refazer

Espero que o vento no rosto
Me traga um frescor sem igual
Liberdade Liberdade
Vem correndo... meu futuro é teu sinal.

CatiahoAlc./ReflexodAlma
Circuito Cultural fevereiro 2007

Canção Vento Ventania
Biquini Cavadão


Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
Eu vou puxar as barbas de Deus
Vento, ventania, me leve para onde nasce a chuva
Pra lá de onde o vento faz a curva


Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar

Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania,
Me leve pra qualquer lugar

Me leve para qualquer canto do mundo
Ásia, Europa, América

Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
Pois vou puxar as barbas de Deus

Vento, ventania, me leve para os quatro cantos do mundo
Me leve pra qualquer lugar

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos

Vento, ventania, me leve sem destino

Quero mover as pás dos moinhos
E abrandar o calor do sol
Quero emaranhar o cabelo da menina

Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania,
Me leve pra qualquer lugar
Me leve para qualquer canto do mundo

Ásia, Europa, América (eh eh)

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino


Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania, agora que estou solto na vida

Me leve pra qualquer lugar
Me leve mas não me faça voltar

Me leve mas não me faça voltar
Me leve mas não me faça não

Vento, ventania
Vento, ventania
Oh oh, me leve mas não me faça voltar


IMAGENS E FRASES

O AMANHÃ CHEGARÁ, 
QUER QUEIRAMOS, QUER NÃO.





Aos que por aqui passaram e passarão minha gratidão e...:

Aos que por aqui passaram e passarão minha gratidão e...:
Esse não é o final da nossa historia, mas sim o marco de uma parada

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!
Já caminhei muito tempo sem me dar conta do quanto é importante o que eu sei, quero e posso. Passei muio tempo dando prioridade a todos ao meu redor. Daqui pra frente meu olhar obedece a uma nova perspectiva, pois minha palavra de ordem é ALEGRIA.Não quero e não vou viver mais um segundo sem esse ingrediente essencial.. Experimentem e depois de contem o resultado. CatiahoAlc, terça feira 05 de janeiro de 2015