Web Statistics

Minha Frase preferida desde o mês de julho de 2013

"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade) não existe." Jean Cocteau

Translate

quinta-feira, 16 de maio de 2019

De com posição











Nua,

vagando,
deixo
 partes
 de 
mim...

O corpo 

parece
 que 
não
 me
pertence,
não
 mais...

Não  

para
que 
tenha 
sobre
 ele 
controle.

Hoje 

se
parece 
tanto
com 
minha
 mente...

Que

também
deixa  
fragmentos
por 
toda 
parte...

Não

importa
se
alguém
vem 
catando
pedaço
 por
pedaço

guardando.

Ou 

se 
vem 
varrendo,
apenas
pra 
deixar 

caminho 
livre...
CatiahAlc./Reflexo d'Alma 
entre delírios e delírios
080720101200


Imagens 
Filmes  que aprecio.
Aceito sugestões.
Shall We Dance?/Sinopse do filme
Mesmo tendo uma ótima carreira e uma família adorável, o advogado John Clark sente falta de algo em sua vida porque vive uma rotina que o sufoca. Uma noite, voltando do trabalho, ele percebe uma mulher atraente em um estúdio de dança e decide se matricular na classe. Enquanto Clark encontra um novo interesse em sua vida, sua esposa Beverly suspeita da sua ausência frequente, mas mesmo assim ele decide manter sua dança em segredo.

Patch Adams/Sinopse do filme
Patch Adams descobre que o humor e o carinho podem fazer maravilhas e ajudar a curar pessoas hospitalizadas, mas suas ideias entram em conflito com os defensores da medicina tradicional.
Um Lugar Chamado Notting Hill/Sinopse do filme
William Thacker é dono de uma livraria em Londres. A monotonia de sua existência é tumultuada romanticamente quando a famosa atriz americana Anna Scott aparece em sua loja. Um encontro fortuito sobre um suco de laranja derramado leva a um beijo que dá início a um caso de amor. Conforme ele e a glamorosa estrela de cinema se aproximam cada vez mais, eles lutam para conciliar seus estilos de vida radicalmente diferentes em nome do amor.


Anjo e Sedutor/Sinopse do filme
Empregados de um tabloide investigam rumores sobre um anjo e descobrem uma surpreendente criatura que bebe, fuma e gosta de chamar a atenção das mulheres, mas também ensina a todos sobre relacionamentos, fé e milagres.

Chamas da Vingança/Sinopse do filme
Uma grande onda de sequestros e criminalidade varre a Cidade do México, fazendo com que muitos de seus cidadãos mais ricos contratem guarda-costas para seus filhos. John Creasy é um ex-agente da CIA. Sem emprego e bebendo mais do que deveria, ele aceita a proposta de ser guarda-costas da pequena Pita, uma garota de 9 anos que é filha de um industrial. O sequestro de Pita faz com que ele, mesmo ferido, parta para resgatá-la a qualquer custo.





 
The Prestige/Sinopse do filme
No século 19, em Londres, dois amigos ilusionistas e mágicos, Alfred Borden e Rupert Angier, acabam construindo uma rivalidade, uma batalha por supremacia, que se estende ao longo dos anos e que se transforma em obsessão, cujos resultados serão inevitavelmente trágicos


O INESQUECÍVEL E SUAS CANÇÕES 







segunda-feira, 13 de maio de 2019

Entrega


Tem, mas não a tem.
Quer, mas não pode se dar.
Pede, mas não tem como receber.

O corpo? Dói.
A alma?  Ferve.
E o desejo corrói...

O corpo? Quer o corpo.
A boca? Boca quer.
Mistura de sentimento e prazer...

Os sonhos se fazem reais.
Mas o querer não é
o outro poder ter.

Essa é a busca da vida
de quem as escolhas já fez.
Caminho sem volta é fato...

Por isso o sonhar  é preciso.
Matar um pouco a saudade.
Inventar a tal possibilidade...

E o corpo?
Esse fica querendo.
E de vontade, morrendo.



CatiahoAlc./Reflexod'Alma entre delírios e delírios
141120101411


Canções



Imagens
Tenho o seguinte pensar: anter de conhecer o mudo preciso conhcer bem o meu lugar. Vivi no RJ a maior parte da minha vida e infelizmente há lugares lá, que só fomos visitar quando passamos a morar 700km de distância. Quando viemos morar em Pasargada, depois de alguns anos passados e de termos  a família criada/filhos, resolvemos que vamos conhecer bem os recantos de Pasargada/ES.
 Esse foi um passeio a Cidade de Santa Teresa 
(de codnome doce terra dos colibrís) no norte do estado.
É um lugar lindo, o centro da cidade
é pequeno e muito acolhedor. Há uma rua de lazer onde aos sabados, domingos, feriados e dias de festa fica cheio de gente de todos os lugares. Nessa rua não é possivel transitar de carro.
A comida é uma delícia, o atendimento é personalizado 
Em breve retornaremos lá para mais um pouco de encantamento.
 

 Plantas por toda parte

 



 Esse é um parque lindo com muita surpresas


É possivel ver os colibris assim bem de pertinho.
É uma experiencia fantástica.











domingo, 12 de maio de 2019

Parabéns a todas a Mães do Universo Bloguer

Eu poderia escrever sobre a relevância ou não dessa data; mas não vou.
Poderia discorrer sobre o ser ou não ser mãe; mas não vou. 
Poderia escrever sobre minha experiência de filha e de mãe, mas não vou.
Mas vou deixar que poetas de minha admiração e respeito falem  por mim. Peço que leiam com carinho a última poesia da seguência que são os versos de Florbela Espanca, uma mulher que fala  de amor como expressão; mesmo não tendo tido a possibilidade de realização como mãe.
Parabéns a Todas as Mães do Universo Bloger e as Mães de suas Famílias.
Poesias

MÃE...
São três letras apenas,
As desse nome bendito:
Três letrinhas, nada mais...
E nelas cabe o infinito
E palavra tão pequena
Confessam mesmo os ateus
És do tamanho do céu
E apenas menor do que Deus!

Mario Quintana

§

MATER
Tu, grande Mãe!… do amor de teus filhos escrava,
Para teus filhos és, no caminho da vida,
Como a faixa de luz que o povo hebreu guiava
À longe Terra Prometida.

Jorra de teu olhar um rio luminoso.
Pois, para batizar essas almas em flor,
Deixas cascatear desse olhar carinhoso
Todo o Jordão do teu amor.

E espalham tanto brilho as asas infinitas
Que expandes sobre os teus, carinhosas e belas,
Que o seu grande clarão sobe, quando as agitas,
E vai perder-se entre as estrelas.

E eles, pelos degraus da luz ampla e sagrada,
Fogem da humana dor, fogem do humano pó,
E, à procura de Deus, vão subindo essa escada,
Que é como a escada de Jacó.
– Olavo Bilac, de ‘Alma Inquieta’ (1888), em “Poesias”. Olavo Bilac. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1978.

§


LAMENTO DA MÃE ORFÃ
Foge por dentro da noite
reaprende a ter pés e a caminhar,
descruza os dedos, dilata a narina à brisa dos ciprestes,
corre entre a luz e os mármores,
vem ver-me,
entra invisível nesta casa, e a tua boca
de novo à arquitetura das palavras
habitua,
e teus olhos à dimensão e aos costumes dos vivos!

Vem para perto, nem que já estejas desmanchando
em fermentos do chão, desfigurado e decomposto!
Não te envergonhes do teu cheiro subterrâneo,
dos vermes que não podes sacudir de tuas pálpebras,
da umidade que penteia teus finos, frios cabelos
cariciosos.

Vem como estás, metade gente, metade universo,
com dedos e raízes, ossos e vento, e as tuas veias
a caminho do oceano, inchadas, sentindo a inquietação das marés.

Não venhas para ficar, mas para levar-me, como outrora também te trouxe,
porque hoje és dono do caminho,
és meu guia, meu guarda, meu pai, meu filho, meu amor!

Conduze-me aonde quiseres, ao que conheces, – em teu braço
recebe-me, e caminhemos, forasteiros de mãos dadas,
arrastando pedaços de nossa vida em nossa morte,
aprendendo a linguagem desses lugares, procurando os senhores
e as suas leis,
mirando a paisagem que começa do outro lado de nossos cadáveres,
estudando outra vez nosso princípio, em nosso fim.
– Cecília Meireles, em “Mar absoluto e outros poemas”. São Paulo: Global editora, 2015.

§

MINHA MÃE
Minha mãe, minha mãe, eu tenho medo
Tenho medo da vida, minha mãe.
Canta a doce cantiga que cantavas
Quando eu corria doido ao teu regaço
Com medo dos fantasmas do telhado.
Nina o meu sono cheio de inquietude
Batendo de levinho no meu braço
Que estou com muito medo, minha mãe.
Repousa a luz amiga dos teus olhos
Nos meus olhos sem luz e sem repouso
Dize à dor que me espera eternamente
Para ir embora. Expulsa a angústia imensa
Do meu ser que não quer e que não pode
Dá-me um beijo na fronte dolorida
Que ela arde de febre, minha mãe.

Aninha-me em teu colo como outrora
Dize-me bem baixo assim: — Filho, não temas
Dorme em sossego, que tua mãe não dorme.
Dorme. Os que de há muito te esperavam
Cansados já se foram para longe.
Perto de ti está tua mãezinha
Teu irmão, que o estudo adormeceu
Tuas irmãs pisando de levinho
Para não despertar o sono teu.
Dorme, meu filho, dorme no meu peito
Sonha a felicidade. Velo eu.

Minha mãe, minha mãe, eu tenho medo
Me apavora a renúncia. Dize que eu fique
Dize que eu parta, ó mãe, para a saudade.
Afugenta este espaço que me prende
Afugenta o infinito que me chama
Que eu estou com muito medo, minha mãe.
– Vinicius de Moraes (Rio de Janeiro , 1933). em “O Caminho para a Distância”. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

§

PARA SEMPRE
Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
— mistério profundo —
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.
– Carlos Drummond de Andrade, em “Lição de coisas”. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

§

DE JOELHOS
“Bendita seja a Mãe que te gerou.”
Bendito o leite que te fez crescer
Bendito o berço aonde te embalou
A tua ama, pra te adormecer!

Bendita essa canção que acalentou
Da tua vida o doce alvorecer …
Bendita seja a Lua, que inundou
De luz, a Terra, só para te ver …

Benditos sejam todos que te amarem,
As que em volta de ti ajoelharem
Numa grande paixão fervente e louca!

E se mais que eu, um dia, te quiser
Alguém, bendita seja essa Mulher,
Bendito seja o beijo dessa boca!!
– Florbela Espanca, em “Livro de Mágoas”. Lisboa: Editorial Estampa, 2012

§

Lindas Canções
Roberto Carlos Lady Laura

Emicida em Mãe

Ana Vilena em Versão do Trem Bala para o dia das Mães

domingo, 5 de maio de 2019

Me perdendo sempre

Me perco em
pensamentos 
de como o os seres não
entendem o ser?
Pois buscam tesouros
que se  ostram visíveis.
Caminham calçados em pastos
verdejantes,
calçam botas para pisar
em flores.
Não entendo bocas que
proferem
palavras tão duras
e conseguem tão facilmente
dizer que amam.
Sei que não me cabe
questionar,
porém sei pisar
leve,
sei que boca também
serve pra
beijar
mãos que
acariciam 
também podem
amparar.
Será que eu sou desvariada,
néscia?
Ou será que somente
por ser poeta sei
que na vida
seguir em
frente
é que faz
caminhar?
CatiahoAlc./Reflexod'Alma 
1211090036

Imagens do Meu Caminhar em Pasargada.
Tenho duas direções a seguir em meus exercícios do dia a dia.
Procuro alternar: se um dia vou para a direira, no outro se desejar posso ir ou não para a esquerda e vice e versa. Para finalizar não dispenso um mergulho no mar bem no ponto de partida.
Dessa vez durante o percurso encontrei essa Esperança


Não sei se fiz bem ou mal, mas a devolvi para a área verde.
Por que motivo a dúvida?
Depois de devolver a Esperança na vegetação próxima ainda voltei pra casa satisfeita até tomar conhecimento de outras pessoas terem encontrado outras nas imediações. Não tenho conhecimento e posso dizer bobagem, mas me ocorreu de todo desequilíbrio na natureza e da causa dessas Esperanças estarem tão longe de seu lugar? E por último me ocorreu procurar saber a diferença entre: Esperança, Grilo e Gafanhoto. 
Fiquei tranquila com o resultado da minha pesquisa e por ter certeza de ter resgatado uma Esperança.


Amo esse vai e vem das ondas e essa espuma na areia.


Essa vegetação é do cuidado com a preservação











Canções 












Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!
Já caminhei muito tempo sem me dar conta do quanto é importante o que eu sei, quero e posso. Passei muio tempo dando prioridade a todos ao meu redor. Daqui pra frente meu olhar obedece a uma nova perspectiva, pois minha palavra de ordem é ALEGRIA.Não quero e não vou viver mais um segundo sem esse ingrediente essencial.. Experimentem e depois de contem o resultado. CatiahoAlc, terça feira 05 de janeiro de 2015

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...