Web Statistics

Minhas Frases preferidas desde sempre:

"A felicidade de um amigo deleita-nos.

Enriquece-nos. Não nos tira nada.

Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade)

não existe."

Jean Cocteau

...

"Saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."

Rubem Alves

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

OBSERVAÇÃO NECESSÁRIA

LEITORESAMIGOS, Vocês já devem ter notado que as Publicações no Espelhando são compostas de mais de um item: Um Texto - Uma Can Cão - uma Poesia - IMagens. Deixo claro que: 1- Sou a única responsável pelas publicações 2- e seus conteúdos. 2- OS Itens das Publicações é para que CADA UM AMIGOLEITOR SÓ LEIA O QUE DESEJAR: OU O TEXTO (CON VERSA) OU A POESIA (COM VERSOS) OU OUÇA A MÚSICA (CAN ÇÃO) OU AS IMAGENS (FOTOS). CONTO COM A COMPREENSÃO DE VOCÊS QUERIDOS LEITORESAMIGOS CatiahoAlc.

sábado, 31 de maio de 2014

Infecção urinária pode levar à UTI


Quando não tratada adequadamente, a doença pode evoluir para Sepse
A infecção urinária é uma doença muito comum entre as mulheres. Segundo dados da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), aproximadamente, 3% das mulheres jovens sofrem com a doença. Entre as adultas o número cresce, cerca de 20%, terão pelo menos, uma infecção urinária na vida.

A infectologista Eliana Bicudo, do Hospital Santa Luzia, em Brasília, explica que a infecção é mais comum na população feminina devido à anatomia do corpo. “A uretra, canal que liga a bexiga ao meio externo, é muito pequena, o que favorece a entrada de bactérias no trato urinário, levando à infecção”, esclarece a especialista.

A doença é silenciosa, o que dificulta o diagnóstico. Além disso, se não for tratada, a infecção urinária pode levar a outras complicações, comprometendo a saúde da pessoa. “A pielonefrite acontece quando infecção urinária acomete o rim, infectando o órgão. Esta doença pode causar dores intensas na região das costas”, alerta a infectologista. 

O que muitos não sabem é que a infecção urinária pode levar o paciente à UTI. Isso porque as bactérias causadoras da patologia podem entrar na corrente sanguínea, evoluindo o quadro da pessoa para Sepse. “Por ser uma doença sistêmica, a Sepse causa a falência cardíaca, que se não tratada na primeira hora pode levar à morte”, ressalta Dra. Eliana.

A infectologista reforça que a Sepse é desenvolvida quando o paciente já apresenta um quadro infeccioso não tratado. “Ao notar problemas urinários, a pessoa já deve procurar um especialista, para que ele comece o tratamento rapidamente e evite as complicações da enfermidade”, indica.

Sintomas como febre, pressão baixa, taquicardia e hipotermia devem ser avaliados com urgência por um médico, pois são características da Sepse. “O paciente com Sepse deve ser encaminhado imediatamente à UTI”, conclui a infectologista.


Fonte: Agencia Nacional de Vigilância Sanitária
Leiam mais sobre dor pélvica no link abaixo:
http://lucidreira.blogspot.com.br/2011/07/saude-da-mulher-dor-pelvica-suas-causas.html

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Quando chega a hora

Não dá mais para fazer de conta ou agir contra a natureza da gente.
Até dá para tentar passar por cima quando recebemos de outros, algum tipo de distrato ou mesmo a indiferença.
 Assim pensava a moça olhando pela janela do ônibus.
Não dava mais para engolir a seco ou fazer vista grossa.
Ainda que sofresse, engoliria seco e dessa vez faria a própria vontade, não pensaria em ninguém; a não ser em si mesma.
E assim pela primeira vez na vida sentiu-se plenamente
livre para  ao voltar para casa, dizer um sonoro não a quem aguardava dela  submissão e afronta´la com migalhas, fecharia a porta sem culpa e dali em diante; poderia deixar a janela aberta todo tempo.
Tudo que veio depois é apenas alegria
de seguir a vida em frente, sem 
receios, de peito aberto
de mãos dadas com a tal 
liberdade.
É bem assim quando chega a hora certa. 
Catiaho Alc./Reflexo dAlma





quinta-feira, 29 de maio de 2014

Daniel Costa em: POEMA ENCONTRO DESEJADO


Encontro desejado
Algo como um domínio de Primavera
Num espaço sideral, um ser amado
Um encontro que se espera
Dum amor radicado
Quiçá uma quimera!
Era em sonho, não pareceu facilitado
Apareceu-me, com se fora noutra era
Encontro desejado
Do sonho explicar não sei, mas o anjo viera
Não apareceria extenuado
Eis-me, como que, em procura da Primavera
Eis que, no sonho senti-me alado
Como o Santo de Assis, seria capaz de domar uma fera
Me dedicaria com meiguice a seu lado
Minha vontade era vera
Voando, percorria outra galáxia via o jardim amado
 Vi flores, muitas flores e uma mulher a parecer sincera
Encontro desejado
O cheiro das flores, anunciavam ali Primavera
Com elas o ser amado
A caravana, sob o comando do anjo me espera
Vejo o franco sorriso da mulher, petrificado!
Afinal não era mesmo quimera!
Amor desejado
Acordei já não via Primavera
Mas, o sorriso, as flores e o amor desejado
Foi sonho de outro mundo, de outra esfera
Acabei por merecer o amor desejado
Nesta minha nova era
O amor estava a acariciar-me a meu lado!
Daniel Costa

quarta-feira, 28 de maio de 2014

AVISO aos Srs. ALARMISTAS DE PLANTÃO: NÃO CONTEM COMIGO .

Pois, resolvi
a continuar  como tenho feito até aqui, focando minha vida em trabalhar e fazer minha parte bem feita.
Mantenho minha mente equilibrada entre a razão e emoção.
A razão é a parte do trabalhar e ser eficiente como sou.
Já a parte da emoção me tem sido escrever poesia.
Essa sim tem sido minha forma de ser irresponsavelmente livre.
Ando MUITO cansada de perceber gente que por exemplo não acredita em mim e em meus projetos  em sequencia desde 2007, até ai somente escrevia em papel,acreditem ou não. Detalhe, em 2007 escrevi e montei meu primeiro livro, somente lançado o mesmo em 2010. Dai até hoje 2014 tenho quinze livros lançados, lancei seis novos autores, organizei e lancei onze livros desses mesmos autores(RJ, SP, ES, MA, dois deles em alguns países da  Europa)  e nesse momento estou organizando para lançamento em julho um outro livro na área de Historia do Brasil de um novo autor capixaba. Talvez seja por isso meu cansaço quando percebo desacredito, devo mesmo ser péssima no que tenho feito, não?
Na verdade estou em falta somente comigo, por ainda não ter publicado um livro novo meu e por não estar escrevendo em todas as áreas de acordo com a linha de cada blog meu, todavia confesso estar preparando o terreno e arranjando meu tempo de tal forma que daqui a  um pouco estarei tão livre que meus escritos serão espalhados e eu feliz feliz, pois escrever é meu melhor.
Então amigos  leitores queridos, não me cobrem falar de assuntos atuais que a internet já esta cheia delas. Não contem comigo pra eu comentar as noticias sobre os Contra a Copa e acontecimentos que  nos envergonham, não me sinto envergonhada  pelas manifestações mas SIM por sermos tão clara e desavergonhadamente manipulados.
Uma vez que sou a favor da felicidade plena: as favas com a mídia e
não pensem que não ligo pra o que acontece no dia a dia.
Sou SIM  CONTRA  a manipulação.
Sou a  FAVOR da alegria sempre!
 Para os assuntos gerais faço questão de me expressar através da foto
que colhi na internet...

Aviso: esperem de mim apenas pura

P
O
E
S
 I
A
.
Eu Sim

Sou feita
de pura
 Poesia
Sou só
Poeta
e as
Palavras
meu encanto
e
Magia
Eu
sou você
e nós
juntos
Somos apenas
Poesia.


Catiaho Alc/Reflexo dAlma
entre
 sonhos e delírios




segunda-feira, 26 de maio de 2014

silvioafonso em: MEU ALIMENTO DE PAIXÃO


Seus seios, seus fartos seios aonde eu encontrei abrigo e ouvido 
para os meus anseios e queixumes.
Seus seios. Seus tenros seios como colchão novo me acolheram
e embalaram o sono tão gostoso e bem dormido.
Seus seios...
Seios quentes e sedosos pulsavam no meu rosto num embalo e
me ninavam.
Seios lindos, brancos e viçosos me fartavam de alimento, de 
desejo e de paixão.


sexta-feira, 23 de maio de 2014

Linda e deliciosa sexta feira para nós todos!

Essa musica letra e melodia me encantam
Ofereço aos colunistas, aos leitores e a todos que por aqui passam todos os dias lendo, 
comentando ou não. Vocês são meu incentivo e alegria diária.
Peço licença e ofereço especialmente:
 Aos amigos mais chegados que irmãos, com carinho e saudades.
E ao Amor Meu pela companhia em todas as minhas conquistas, sua presença faz a diferença.
Bjins entre sonhos e delírios
CatiahoAlc./ReflexodAlma

Espelhos D'Água
Patricia Marx/Seu Jorge

Os seus olhos são
Espelhos d'água
Brilhando você
Pra qualquer um
Por, por onde
Esse amor andava
Que não quis você
De jeito algum...

Ah! Que vontade de ter você
Que vontade de perguntar
Se ainda é cedo
Hum! Que vontade de merecer
Um cantinho do seu olhar
Mas tenho medo...

Hum! Hum!
Que vontade de ter você
Que vontade de perguntar
Se ainda é cedo
Hum! Hum! Hum!
Que vontade de merecer
Um cantinho do seu olhar
Mas tenho medo...

Os seus olhos são
Espelhos d'água
Brilhando você
Pra qualquer um...

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Quintas com Daniel Costa de Portugal

POEMA AMAR É DESEJAR VIVER
 Desejo de o mundo correr
Aportar a mais do que um hemisfério
Amar e desejar viver
Seja num mundo sideral, em diferente império
Ainda que a outra galáxia fosse ter
O meu anjo me pareceu ter auscultado, não era despautério
Amar e desejar viver
Num mudo mais sério
Já estava o milagre a acontecer
Voar noutra galáxia, mistério
Com um céu azul de morrer
O imaculado branco, como se contivesse minério
Com as tintas de azul a metamorfose sofrer
Depois de percorrer tanta grandeza de céus, qual critério
Uma mulher vestida de imaculada alvura, um prazer
Depois pareceu mistério
Amar e desejar viver
Desapareceu, o fino diamante, naquela galáxia
 Se desfazia, era a qualidade do minério!
Porém havia de ser
Olhando ao lado uma mulher, outra flor, junto era supor, outro mistério!
Amar e desejar viver
O sonho findou, no meu “império”
O meu anjo, ainda me assoprou, por amor, deixas de sofrer
Olha bem! A teu lado esquerdo, a tua mulher mistério!
Ama-a, vive  sem prepotências e deixa viver
Deverás continuar o teu critério:
Amar e desejar viver!
Daniel Costa

terça-feira, 20 de maio de 2014

Gente trocando gente



Por outra gente qualquer
Pulam de ombro em ombro
Fazendo de conta que se sabem quem é.

Antes, gente era melhor tratado
Guardado no coração 
Amizades tinham valor
Nada os  separava não.

Gente era vizinha, colega , quase irmão
Quando moravam longe, doía a tal separação
Passava-se por tudo na cida
Mas o sentimento não acaba não.

Vivemos num tempo onde gente genérico é
Enjoou é só tirar da visão,
Pois na frente há uma fila
de gente pra posição.

Quero isso pra mim não
Ou me cativam  pra manter perto
Ou então podem me esquecer,
Pois gente sou; genérico nunca vou ser não!

Catiaho Alc./Reflexo d'Alma



Envergo Mas Não Quebro
Lenine

Se por acaso pareço
E agora já não padeço
Um mal pedaço na vida

Saiba que minha alegria
Não é normal todavia
Com a dor é dividida

Eu sofro igual todo mundo
Eu apenas não me afundo
Em sofrimento infindo

Eu posso até ir ao fundo
De um poço de dor profundo
Mais volto depois sorrindo

Em tempos de tempestades
Diversas adversidades
Eu me equilibrio e requebro

É que eu sou tal qual a vara
Bamba de bambú-taquara
Eu envergo mas não quebro (2x)

Não é só felicidade
Que tem fim na realidade
A tristeza também tem

Tudo acaba, se inicia
Temporal e calmaria
Noite e dia, vai e vem

Quando é má a maré
E quando já não dá pé
Não me revolto ou me queixo


E tal qual um barco solto
Salto alto mar revolto
Volto firme pro meu eixo

Em noite assim como esta
Eu cantando numa festa
Ergo o meu copo e celebro

Os bons momentos da vida
E nos maus tempos da lida
Eu envergo mas não quebro (4x)

domingo, 18 de maio de 2014

Maratona poética- COMUNHÃO ETERNA


Seja breve a eternidade deste mar
meu olhar pausa e anuncia
o encontro com o nosso tempo
viajando num horizonte longínquo
 conduzindo a um repouso iluminado
em belas e cálidas tardes de verão
Fazendo versos de tuas palavras
faço melodias de teus encantamentos
e perdida neles dorme minha alma
mergulhada no oceano de nosso destino
Levito na ciranda que aquece o sol
sendo tu a extensão de meus olhos
horas passam, dias correm
e conduz a nossa história
acordando nos arcos de teus abraços
e superando o impossível
aguardando a volta de um novo amanhecer

Hoje estou em Maceió
Um beijo enorme a todos os amigos

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Excelente dia de sexta feira,sab, domingo pra nós todos!Aliás...FELIZ VIDA PRA GENTE!



Em meio ao fechamento de três grandes projetos de livros dos quais sou editora e organizadora,
 confesso estar apenas administrando o tempo a meu favor e isso é como tomar aquele banho bem gostoso ou como sentar em algum lugar sozinha, me servir daquela minha bebida preferida, sorve-la olhando para o nada sem pressa alguma. Família trabalhando feliz como tanto gostam. Marido  muito bem obrigada. Eu com muita saudade dos Amigos mais chegados que irmãos, esses bem como sempre, seguem administrando bem o tempo como eu, felizes em 3 e curtindo o friozinho bom das montanhas aonde vivem. Para coroar minha alegria, inusitadamente ontem a noite minha irmã caçula  me liga para dar uma noticia maravilhosa e exultante me conta que acabara de saber o resultado dos exames e esta lindamente gravida aos 40 anos, depois de 11 anos do primeiro filho! Em fim, coisa boa viver a vida extraindo dela o melhor e ziguezagueando entre as dificuldades, sempre contornando a montanha, sem a necessidade de subir ao topo dela. Por isso vou deixar alguns videos de canções que podem até tentar traduzir meu estado de espirito. A primeira é uma musica que me faz bem ouvir e me sentir um pouco revelada através dela. A segunda eu ofereço pro Amor Meu. A terceira musica é uma descoberta nova minha, ouçam, pois eu a divido com TODOS. 
Feliz dia, lindas pessoas, amigos e leitores daqui do Espelhando, adoro vocês! 
Catiaho Alc./Reflexo d'Alma entre sonhos e delírios

POEMA/ Ney Matogrosso
Letra de  Cazuza e Frejat

Eu hoje tive um pesadelo e levantei atento, a tempo
Eu acordei com medo e procurei no escuro
Alguém com seu carinho e lembrei de um tempo
Porque o passado me traz uma lembrança
Do tempo que eu era criança
E o medo era motivo de choro
Desculpa pra um abraço ou um consolo
Hoje eu acordei com medo mas não chorei
Nem reclamei abrigo
Do escuro eu via um infinito sem presente
Passado ou futuro
Senti um abraço forte, já não era medo
Era uma coisa sua que ficou em mim, que não tem fim
De repente a gente vê que perdeu
Ou está perdendo alguma coisa
Morna e ingênua
Que vai ficando no caminho
Que é escuro e frio mas também bonito
Porque é iluminado
Pela beleza do que aconteceu
Há minutos atrás


BANHO DE ESPUMA
Rita Lee

Que tal nós dois numa banheira de espuma
El cuerpo caliente, um dolce farniente
Sem culpa nenhuma

Fazendo massagem, relaxando a tensão
Em plena vagabundagem, com toda disposição
Falando muita bobagem, esfregando com água e sabão

Que tal nós dois numa banheira de espuma
El cuerpo caliente, um dolce farniente
Sem culpa nenhuma


Fazendo massagem, relaxando a tensão
Em plena vagabundagem, com toda disposição
Falando muita bobagem, esfregando com água e sabão

Lá no reino de Afrodite o amor passa dos limites
Quem quiser que se habilite, o que não falta é apetite

Que tal nós dois numa banheira de espuma ...



PURABOSSANOVA (Part. Rita Lee) 
Sérgio Britto

Se você não sabe, eu sei
Eu vou lhe mostrar
O que é sentir tristeza assim
E ter que se alegrar
O meu pranto é
Para lhe lembrar
Que quem ri também pode chorar

Se você não sabe, eu sei
Eu vou lhe contar
O que é sentir alegria assim
Fora de lugar
Meu sorriso é
Para garantir
Que quem chora também pode rir

Olha quem corre da chuva
Quem fica esperando
Parar de chover
Olha, olhando pra lua
Talvez encontrando
Eu perca você

Olha quem vai pela rua
Quem fica ali vendo
Essa gente correr
Olha, olhando pra lua
Talvez me perdendo
Talvez me perdendo
Eu... encontre você

O meu pranto é
Para lhe lembrar
Que quem ri também pode chorar

Olha quem corre da chuva
Quem fica esperando
Parar de chover
Olha, olhando pra lua
Talvez encontrando
Eu perca você

Olha quem vai pela rua
Quem fica ali vendo
Essa gente correr
Olha, olhando pra lua
Talvez me perdendo
Talvez me perdendo
Eu... encontre você

Essas  canções aqui para baixo é pra ouvir e dançar enquanto o dia lindamente escorre
diante de nós... pra logo ser amanhã.







quinta-feira, 15 de maio de 2014

POEMA A PAGA DO AMOR

A paga do amor
Com ela o amor se enobrece
A tocar o infinito, como um louvor
Louvor a quem merece
Porque ama com altruísmo, com fervor
Nunca se esquece
Que assim trata com elevação o amor
Pensar assim, para muitos, será lirismo de quermesse
Mas não! Será elevação de penhor
Me rezava o meu sonho de benesse
Ao anjo, já infalível, Senhor!
Não  posso saber, talvez com uma prece
Me fez elevar assaz, como anjo sedutor
À galáxia com o poder que exerce
De rompante numa pedra de roseta, com doce amor
Voava em ”souplesse”
Num firmamento encantador
Uma mulher junto a uma capelinha, em benesse
Se doou, se esfumou, em paga do amor
Olhei para o lado, mar e pedraria, mais amor parece
Terminava o verdadeiro sonho era a paga do amor!
O meu anjo que soubesse
Estava junto a mim uma mulher. Uma bonita flor
Elevando as mãos aos céus, orei feliz, como se outro dia não houvesse
Era em efectiva doação - a paga do amor
Daniel Costa
POEMA DO LIVRO "EU E VOCÊ POEMAS" , COM BASTANTES EXEMPLARES JÁ NO BRASIL. TENDO EM CONTA QUE EM 600 CIDADES DO BRASIL HÁ BANCO POSTAL, QUE FAZ O CAMBIO PARA EUROS E ENVIA PARA PORTUGAL, PODE PEDIR, COM MORADA PARA: dan.costa@zonemail.pt
A capa e prefácio é da escritora paraíbana Severa Cabral.

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Esta postagem é pra o querido SrOff‏




Puxa...Faz um tempo de nosso esbarrão na blogsfera...mais de seis ou cinco anos.
Logo já trocávamos comentários por nosso blogs,  depois aos poucos fomos sabendo um do outro sem pressa e sempre sem intimidade alguma. Não me lembro de termos nos desentendido, ou será que já?
Eu  não acreditava ser você real, de verdade, achava ser essa gente virtual, até aquele domingo pela manhã, ainda existia o bom e velho msn, inusitadamente para um domingo você me chamou nele, na conversa perguntou se eu estava vendo tv, eu respondi que minha família estava, sugeriu que eu fosse ate a sala de tv,   citou uma maratona  que acontecia, pediu pra eu olhar algo especifico de forma a identificar onde morava.
Com o tempo fomos trocamos impressões, textos e até alguns segredos, mas nunca intimidades.. 
Puxa... até escrevi um conto por conta de nossa relação estreita com o Mar, lembra? Ele esta registrado aqui: http://reflexoemcontosecronicas.blogspot.com.br , o conto é o Entardecendo por dentro de 2010, repostei e reabri o blog  lá no http://reflexoemcontosecronicas.blogspot.com.br/2014/05/entardecendo-por-dentro_14.html
Foi um pouco depois que você sumiu por um tempo. Apareceu, sumiu novamente e dessa vez foi por muito tempo,  pouco antes de um aniversário meu. Somente voltamos a nos falar quase ou mais de um ano depois, foi ai que eu soube ter passado todo esse tempo em um hospital. Um dia eu passava em frente a seu endereço ai em SP e não tive autorização para descer e abraça-lo, respeitei só por acreditar que sua vaidade não permitisse que eu o visse ainda na cadeira de rodas, respeitei sem hesitar e segui para o meu destino no Guarujá, lembra disso?
Tanto tempo se passou e ainda hoje não conheço seu rosto, nem sua voz, mas queria muito ter ainda essa oportunidade.
Sabe SrOff, desejo muito, muito que você esteja bem de saúde especialmente, não tenho nenhuma noticia sua já faz muito tempo, muitos meses...mais de ano na verdade e isso me dói... Sinto sua falta.
Queria muito, muito que soubesse disso tudo pois nunca me esquecerei de como se importava com essa
mulher poeta aqui, de como me ajudava a pensar, de como sempre me leu em tudo que eu escrevesse sem nunca se fazer visto. Por eu estar assim tão sem notícias, guardo-o na lembrança, ainda que sem esperança... 
mas 
 com carinho...
Penso ser por isso que tento de todas as formas ser presente e ter presente  os poucos e únicos
 amigos mais chegados que irmãos  que  eu tenho. Na verdade não desejo perde-los de vista tão 
cedo no que depender de minha vontade, amor e cuidados...
É isso SrOff, sou grata por essa lição de ser presente aos que reconheço como queridos meus.
. Bjins.
Catiaho Alc.

terça-feira, 13 de maio de 2014

QUERIDOS AMIGOS E QUERIDOS DAQUI DA BLOGSFERA




É aqui na Blogosfera onde tenho minha base de trabalho e onde comecei a escrever  publicamente em 2006. Nos próximos meses não me encontrarão nas redes sociais como: FaceBook, Instagram, Whatsapp e outras sem necessidade de serem citadas. Na verdade para meu alivio nessas ultimas semanas, depois de alguns muitos desconfortos que prefiro
não gastar tempo divulgando, deletei perfis dessas redes definitivamente e outros temporariamente (por enquanto).
Meu foco é cuidar bem de minha vida pessoal e profissional que são ligadas, me dedicar a meus inúmeros blogs (que amo administrar), revisar minha obra toda, mais com edições esgotadas e preparar a publicação da 2a edição em um total de 10 livros, pretendo lançar meu livro romance, lançar o novo romance do mestre, parceiro na vida da escrita o escritor Silvio Afonso de Macedo, entregar
e lançar o livro com o poeta e escritor Samuel Balbinot, entregar o livro do escritor José Maria, ver entregue e lançado os livros de Arte Naif (este já com data de lançamento marcada para o final do 1 º semestre)  e fechar o livro O Dono do Território Capixaba, sobre a historia do ES, (de ambos sou organizadora) e por fim finalizar o livro infantil que escrevo para entrega marcada em
setembro. Tudo isso realizarei com dedicação e  presteza e toda minha alegria sem deixar de ter uma excelente e excitante vida pessoal, como devem perceber : nunca fui, não sou  e não nasci para ser mulher de uma tarefa só. Nada me cansa ou me estressa na área em que trabalho ou na minha deliciosa e excitante vida pessoal. A verdade é que estaremos sempre juntos aqui na blogosfera através dos blogs ou no email.

Bjins 
Catiaho Alc.

domingo, 11 de maio de 2014

Maratona poética--INSEPARÁVEIS AMANTES


Juro-te eterna
Em um segundo tudo foi eterno
e não me preocupei em entender
só ultrapassei meu entendimento
e me rendi ao mergulhar em ti
És um tesouro infinito
eterna aliança onde permanece
nas linhas retas de nossas mãos
Linhas de nossas vidas onde
nua pulsa emoções em cores e
mistérios líricos dos nossos lábios

E em minhas estações permaneces
como orvalho de sonhos
tocando e acalentando meus jardins
onde te espero entre flores
 encontrando-me como essência
que me faz única
e como noiva eterna faço meu vôo
para que a aliança seja
eu e você

.

Ei!

O que estou escrevendo aqui NÃO É PESSOAL E NÃO SE

REFERE A NINGUÉM DA VIDA VIRTUAL E SIM DOS MEUS VIZINHOS

DE BAIRRO, OK?

Escrevo aqui para me expressar somente. Penso que estamos vivendo mais um dia e que devemos ser gratos a Deus e aproveitarmos todo aprendizado que esse dia nos trouxer. Devemos: usar máscara, mesmo os já vacinados , usar álcool gel, lavar as mãos ao chegarmos da rua, deixarmos os sapatos do lado de fora até serem limpos, evitarmos contato físico com pessoas que não vivem no mesmo recinto, evitar viajar (sem ser necessário) viajar a lazer nem pensar, não é hora de lazer, ainda que secos para tal estejamos. Eu ando com muita saudade dos meus amigosafilhados, das minhas irmãs e meu cunhado e de ver minha casa no RJ que está fechada desde janeiro de 2020, quando lá estive. Uma coisa tem me chamado muito a atenção: Parece que já terem sido contaminados e terem sobrevivido e a possibilidade da vacina, já deu a algumas muitas pessoas a ideia de estarem totalmente livres de contaminação, bem como os que já tomaram a vacina e passaram a ficar descuidados. Isso me preocupa muito. Estou reclusa em casa com meu marido e filho caçula há mais de 1 ano, vejo muito pouco meu filho mais velho, esposa e filhas que moram na cidade vizinha. Detesto não me sentir livre para ir e vir e mesmo para caminhar na orla que fica ha 3 ruas da minha casa. Vamos resistir mais um pouco, vamos preservar nossa saúde física e mental o mais que pudermos. Por hoje é o que eu penso; caso entendam que eu esteja errada: me perdoem. Bjins de bons dias a todos. CatiahoAlc.

Postagens mais visitadas

Atua LIz Ações