Web Statistics

Minhas Frases preferidas desde sempre:

"A felicidade de um amigo deleita-nos.

Enriquece-nos. Não nos tira nada.

Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade)

não existe."

Jean Cocteau

...

"Saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."

Rubem Alves

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

OBSERVAÇÃO NECESSÁRIA

LEITORESAMIGOS, Vocês já devem ter notado que as Publicações no Espelhando são compostas de mais de um item: Um Texto - Uma Can Cão - uma Poesia - IMagens. Deixo claro que: 1- Sou a única responsável pelas publicações 2- e seus conteúdos. 2- OS Itens das Publicações é para que CADA UM AMIGOLEITOR SÓ LEIA O QUE DESEJAR: OU O TEXTO (CON VERSA) OU A POESIA (COM VERSOS) OU OUÇA A MÚSICA (CAN ÇÃO) OU AS IMAGENS (FOTOS). CONTO COM A COMPREENSÃO DE VOCÊS QUERIDOS LEITORESAMIGOS CatiahoAlc.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Feliz Aniversario pra Mim e Feliz Ano Novo para nós todos!





Alias nesse dia 30 de dezembro é meu aniversario, nasci em 30 de dezembro de 1962,
 façam a conta ai por mim, por favor.
Fecho o ano de 2014 com TODAS, ABSOLUTAMENTE TODAS  as minhas metas cumpridas.
o possível foi realizado. O impossível eu busquei visibilidade e tornei acessível. 
Nesse 2014 eu voltei a estudar, iniciei o processo para tirar a carteira de motorista ( já passei no
exame medico e no exame psicotécnico), dia 3 de janeiro começo as aulas teóricas.
Em fim...
    Valeu muito à  pena cada segundo de cada dia vivido nesse ano de 2014.
     Agora é Bola pra frente que o jogo é de campeonato.
                          Feliz Aniversario pra mim!
                                      Feliz 2015 para  todos nós
                                          Com muita alegria entre sonhos e delírios

                                                 Catiaho Alc

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Feliz esse Tempo de Festejar!

Nesse tempo de esperança
Gosto mais e mais de sonhar
Deixar vagando a mente
Sem medo de me enganar
Toda data é feliz
Quando  paz dentro da gente há
Cada um faz o que pode
Para a vida ver melhorar
O pouco sendo fruto do trabalho
Com fé em Deus
Se torna o suficiente
Para o dom da vida
Celebrar
Catiaho Alc.






segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

RECONHECENDO QUE: Tenho muitos motivos pra viver e para fazer da minha vida uma grande festa


Fotografia  do numero artístico  Parada de Mão de Alcleir Jr  Kyosky's 





FOTO EM 1  DE NOSSAS MUITAS VIAGENS A 4
Mas confesso e reconheço ter entendido de fato o sentido da 
vida no dia que concebi pela pela  1ª vez. 
Eu ainda menina de tudo mesmo aos 19 anos, mas sempre conheci bem meu corpo, percebi e senti a 1ª contração antes das 20 horas
Ainda assim fui para o compromisso de ônibus, voltando para casa sem nada dizer ao Al das contrações. Esperei que ele adormecesse, separei a bolsa que ia levar para o hospital e passei a noite monitorando o processo sentada na beira da cama. A cada nova contração eu segurava para não gritar e assustar o par antes da hora. As 4 h da manhã, levantei tomei meu banho, coloquei meu vestido de listras em tons de cinza, tomei um copo de leite, só então acordei o Al pedindo para
 a vizinha uma senhora experiente para dar sua opinião sobre meu estado.
Segundo ela, eu estava tendo um alarme falso, coisa de marinheira de primeira viagem.
Sendo assim, ela achou desnecessário tirar o carro dela da garagem para me levar a maternidade.
FOTO  SHOW ANUL DOS KYOSKYS AQUI EM PASARGADA
Como eu realmente sentia estar na hora, sem condições para pedir um taxi, ás  5h da manhã  pegamos o 1º ônibus circular que me levaria até o SUS, onde eu tentaria uma consulta com meu medico de pre natal. Era um percurso  pequeno de no máximo  20 minutos, que foram o suficiente para varias contrações. Depois do breve exame, nada mais havia a ser feita que não ir urgente para o hospital de  ambulância , pois como dizem "ja coroava".
Assim as 9 h de 15 de dezembro de 1983 nascia meu primogênito de parto normal.
A grande verdade desse meu primeiro parto é que daquele dia em diante eu soube que jamais estaria sozinha no mundo, pois havia agora alguém com meu sangue e gerado por mim.
Eu tenho dois filhos que amo de igual forma e com o mesmo amor.  
PASSAGEM  DOS KYOSKYS  PELA FRANÇA EM 2006
                                                                                             







KYOSKY'S  ENSAIANDO EM PASARGADA EM, 2014

 São duas pessoas completamente diferentes. Cada um com suas características, defeitos e virtudes.
Digo que o Jr, meu filho mais velho é meu passa-porte para vida adulta enquanto meu caçula Wallace é meu passaporte para a minha liberdade.
Meu caçula herdou minha coragem e ousadia  para enfrentar o desconhecido.
Meu primogênito herdou minha persistência e calma para administrar o caus.
Nesse dia 15 de dezembro, Alcleir Jr completa 31 anos, dedico a ele todos os meus pensamentos bons e toda minha vontade de vencer minhas limitações.
CASAMENTO DO KYOSKYS JR COM AMANDA
AS CARETAS DE ALCLEIR JR. E ANA CLARA

















Amo ser mãe desses 2 grandes Seres, não por serem perfeitos, mas por serem eles 2 a herança minha com o Alcleir que é o meu Par.
Parabéns Alcleir Jr,  filho da Minha Juventude.
Eu o amo por ser exatamente quem você.
Catia Helena Oliveira Alcantara
NOSSA FAMILIA É JUNTA ASSIM...

Essa banda o Rappa e a musica Qual a paz eu e Alcleir Jr. gostamos de ouvir juntos
desde sempre.
Minha Alma (A Paz Que Eu Não Quero)
O Rappa
A minha alma tá armada e apontada
Para cara do sossego!
(Sêgo! Sêgo! Sêgo! Sêgo!)
Pois paz sem voz, paz sem voz
Não é paz, é medo!
(Medo! Medo! Medo! Medo!)

Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
"Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz?"

Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
"Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz?"

A minha alma tá armada e apontada
Para a cara do sossego!
(Sêgo! Sêgo! Sêgo! Sêgo!)
Pois paz sem, paz sem voz
Não é paz é medo
(Medo! Medo! Medo! Medo!)

Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
"Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz ?"

Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
"Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz ?"

As grades do condomínio
São pra trazer proteção
Mas também trazem a dúvida
Se é você que tá nessa prisão

Me abrace e me dê um beijo
Faça um filho comigo
Mas não me deixe sentar na poltrona
No dia de domingo (domingo!)

Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido
É pela paz que eu não quero seguir admitindo

Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
"Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz?"

Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
"Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz?"

As grades do condomínio
São prá trazer proteção
Mas também trazem a dúvida
Se é você que tá nessa prisão

Me abrace e me dê um beijo
Faça um filho comigo
Mas não me deixe sentar na poltrona
No dia de domingo (domingo!)

Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido
É pela paz que eu não quero seguir admitindo
Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido
É pela paz que eu não quero seguir admitindo

Me abrace e me dê um beijo
Faça um filho comigo
Mas não me deixa sentar na poltrona
No dia de domingo! (domingo!)

Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido
É pela paz que eu não quero seguir admitido
Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido
É pela paz que eu não quero seguir admitindo

É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir admitido
É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir admitido

Tenho muitos motivos pra viver e para fazer da minha vida uma grande festa


Fotografia  do numero artístico  Parada de Mão de Alcleir Jr  Kyosky's 







Mas confesso e reconheço ter entendido de fato o sentido da 
vida no dia que concebi pela pela  1ª vez. 
Eu ainda menina de tudo mesmo aos 19 anos, mas sempre conheci bem meu corpo, percebi e senti a 1ª contração antes das 20 horas
Ainda assim fui para o compromisso de ônibus, voltando para casa sem nada dizer ao Al das contrações. Esperei que ele adormecesse, separei a bolsa que ia levar para o hospital e passei a noite monitorando o processo sentada na beira da cama. A cada nova contração eu segurava para não gritar e assustar o par antes da hora. As 4 h da manhã, levantei tomei meu banho, coloquei meu vestido de listras em tons de cinza, tomei um copo de leite, só então acordei o Al pedindo para
 a vizinha uma senhora experiente para dar sua opinião sobre meu estado.
Segundo ela, eu estava tendo um alarme falso, coisa de marinheira de primeira viagem.
Sendo assim, ela achou desnecessário tirar o carro dela da garagem para me levar a maternidade.

Como eu realmente sentia estar na hora, sem condições para pedir um taxi, ás  5h da manhã  pegamos o 1º ônibus circular que me levaria até o SUS, onde eu tentaria uma consulta com meu medico de pre natal. Era um percurso  pequeno de no máximo  20 minutos, que foram o suficiente para varias contrações. Depois do breve exame, nada mais havia a ser feita que não ir urgente para o hospital de  ambulância , pois como dizem "ja coroava".
Assim as 9 h de 15 de dezembro de 1983 nascia meu primogênito de parto normal.
A grande verdade desse meu primeiro parto é que daquele dia em diante eu soube que jamais estaria sozinha no mundo, pois havia agora alguém com meu sangue e gerado por mim.
Eu tenho dois filhos que amo de igual forma e com o mesmo amor.  

                                                                                             








 São duas pessoas completamente diferentes. Cada um com suas características, defeitos e virtudes.
Digo que o Jr, meu filho mais velho é meu passa-porte para vida adulta enquanto meu caçula Wallace é meu passaporte para a minha liberdade.
Meu caçula herdou minha coragem e ousadia  para enfrentar o desconhecido.
Meu primogênito herdou minha persistência e calma para administrar o caus.
Nesse dia 15 de dezembro, Alcleir Jr completa 31 anos, dedico a ele todos os meus pensamentos bons e toda minha vontade de vencer minhas limitações.


















Amo ser mãe desses 2 grandes Seres, não por serem perfeitos, mas por serem eles 2 a herança minha com o Alcleir que é o meu Par.
Parabéns Alcleir Jr,  filho da Minha Juventude.
Eu o amo por ser exatamente quem você.
Catia Helena Oliveira Alcantara

Essa banda o Rappa e a musica Qual a paz eu e Alcleir Jr. gostamos de ouvir juntos
desde sempre.
Minha Alma (A Paz Que Eu Não Quero)
O Rappa
A minha alma tá armada e apontada
Para cara do sossego!
(Sêgo! Sêgo! Sêgo! Sêgo!)
Pois paz sem voz, paz sem voz
Não é paz, é medo!
(Medo! Medo! Medo! Medo!)

Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
"Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz?"

Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
"Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz?"

A minha alma tá armada e apontada
Para a cara do sossego!
(Sêgo! Sêgo! Sêgo! Sêgo!)
Pois paz sem, paz sem voz
Não é paz é medo
(Medo! Medo! Medo! Medo!)

Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
"Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz ?"

Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
"Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz ?"

As grades do condomínio
São pra trazer proteção
Mas também trazem a dúvida
Se é você que tá nessa prisão

Me abrace e me dê um beijo
Faça um filho comigo
Mas não me deixe sentar na poltrona
No dia de domingo (domingo!)

Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido
É pela paz que eu não quero seguir admitindo

Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
"Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz?"

Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
"Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz?"

As grades do condomínio
São prá trazer proteção
Mas também trazem a dúvida
Se é você que tá nessa prisão

Me abrace e me dê um beijo
Faça um filho comigo
Mas não me deixe sentar na poltrona
No dia de domingo (domingo!)

Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido
É pela paz que eu não quero seguir admitindo
Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido
É pela paz que eu não quero seguir admitindo

Me abrace e me dê um beijo
Faça um filho comigo
Mas não me deixa sentar na poltrona
No dia de domingo! (domingo!)

Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido
É pela paz que eu não quero seguir admitido
Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido
É pela paz que eu não quero seguir admitindo

É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir admitido
É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir admitido

silvioafonso: A BRISA E O TEMPO.




sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

TROCANDO IMPRESSÕES AO MEIO DIA ( POSTAGEM DE 19 DE ABRIL DE 2012 LA DO MEU BLOG(http://reflexotrocandoimpressoes.blogspot.com.br/)



Dessa janela debruçados
Um ao outro vemos sem pudor
Nos tocamos sem nos ver
Rostos ainda não vemos
 Porém, nus nos refletimos ao luar
Essa pele morena da tua sobre a minha
É bela imagem que dessa janela consigo na mente manter
Estranha essa vida, os de perto de esquecem
Enquanto os que parecem um ao outro estranho ser
 Permitem sem reserva se reconhecer
De janela a janela

O prazer são nossas rimas...
O sentir nosso galope
Nossos corpos iluminados

Loucos... desenfreados


Seguimos na contramão do mundo
Não importando o que depois acontecerá, 
O bom dessa janela é nos sentirmos 
Nada mais importando 
Além desse belo meio dia 
Que nos coube
Em desejos ver a tarde florescer
Ouves?
Os sinos?
Ouves?
Ouçamos juntos as doze badaladas
Delícia de troca nessa nossa conversa na janela
Dizes
Cuida bem de mim em ti
Cuida bem de mim pra ti
Digo
Cuida bem de mim em ti...
Tesão na flor da pele flutuamos em espasmos
Pensar assim já é só poesia
 Nós por inteiros sem eiras

Agora vamos mesmo..
Eu daqui 
 Tu daí
Já que o relógio é veloz e o desejo voraz, 
Não devem brigar entre si
Somos assim
Vamos então
Tu  em teu cigarro a fumaça que se esvai
Eu em meu banho sinto a água que cai
Nossa visão em desejos dessa janela
Versos  prazer são rimas
Delicia de troca bem a luz do meio dia
Delícia de troca
Beijos na despedida
Numa só voz nos dizemos 
Cuida bem de mim em ti
Cuida bem de mim pra ti

Entre 
Sonhos e delírios 
Um no outro refletindo...
Catiaho Alc. 19 de abril de 2012

Pasargada 

2100 1904012






domingo, 7 de dezembro de 2014

Que venha a Nova Semana!



Depende de Nós
Ivan Lins




Depende de nós
Quem já foi ou ainda é criança
Que acredita ou tem esperança
Quem faz tudo pra um mundo melhor

Depende de nós
Que o circo esteja armado
Que o palhaço esteja engraçado
Que o riso esteja no ar
Sem que a gente precise sonhar

Que os ventos cantem nos galhos
Que as folhas bebam orvalhos
Que o sol descortine mais as manhãs

Depende de nós
Se esse mundo ainda tem jeito
Apesar do que o homem tem feito
Se a vida sobreviverá

Que os ventos cantem nos galhos
Que as folhas bebam orvalhos
Que o sol descortine mais as manhãs

Depende de nós
Se esse mundo ainda tem jeito
Apesar do que o homem tem feito
Se a vida sobreviverá

Depende de nós
Quem já foi ou ainda é criança
Que acredita ou tem esperança
Quem faz tudo pra um mundo melhor

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Há.(delícia de texto escrito em 14 de março de 2007 as 00:16, hoje o sinto assim ATUALISSIMO)

Foto tirada por meu único amigo mais chegado que irmãos em momentos mágicos vividos em família.
Há uma fome em mim
que nunca cessa
Por mais que me dedique a sacia-la
Não consigo

Tenho fome de palavras
Sim palavras que somadas
 A outras
Formam frases

Frases harmoniosas
Ou frases
Apenas frases
Discordantes

Por mais que eu encha
Paginas e páginas
Mais minha fome
 Acentua

Se me aquieto sem nada escrever
Insistindo nesse  silencio
Com certeza
Vou rapidamente morrer

CatiahoAlc. entre sonhos e delírios
14/03/2007 as 00:16

.

Ei!

O que estou escrevendo aqui NÃO É PESSOAL E NÃO SE

REFERE A NINGUÉM DA VIDA VIRTUAL E SIM DOS MEUS VIZINHOS

DE BAIRRO, OK?

Escrevo aqui para me expressar somente. Penso que estamos vivendo mais um dia e que devemos ser gratos a Deus e aproveitarmos todo aprendizado que esse dia nos trouxer. Devemos: usar máscara, mesmo os já vacinados , usar álcool gel, lavar as mãos ao chegarmos da rua, deixarmos os sapatos do lado de fora até serem limpos, evitarmos contato físico com pessoas que não vivem no mesmo recinto, evitar viajar (sem ser necessário) viajar a lazer nem pensar, não é hora de lazer, ainda que secos para tal estejamos. Eu ando com muita saudade dos meus amigosafilhados, das minhas irmãs e meu cunhado e de ver minha casa no RJ que está fechada desde janeiro de 2020, quando lá estive. Uma coisa tem me chamado muito a atenção: Parece que já terem sido contaminados e terem sobrevivido e a possibilidade da vacina, já deu a algumas muitas pessoas a ideia de estarem totalmente livres de contaminação, bem como os que já tomaram a vacina e passaram a ficar descuidados. Isso me preocupa muito. Estou reclusa em casa com meu marido e filho caçula há mais de 1 ano, vejo muito pouco meu filho mais velho, esposa e filhas que moram na cidade vizinha. Detesto não me sentir livre para ir e vir e mesmo para caminhar na orla que fica ha 3 ruas da minha casa. Vamos resistir mais um pouco, vamos preservar nossa saúde física e mental o mais que pudermos. Por hoje é o que eu penso; caso entendam que eu esteja errada: me perdoem. Bjins de bons dias a todos. CatiahoAlc.

Postagens mais visitadas

Atua LIz Ações