Web Statistics

Minhas Frases preferidas desde sempre:

"A felicidade de um amigo deleita-nos.

Enriquece-nos. Não nos tira nada.

Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade)

não existe."

Jean Cocteau

...

"Saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."

Rubem Alves

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

OBSERVAÇÃO NECESSÁRIA

LEITORESAMIGOS, Vocês já devem ter notado que as Publicações no Espelhando são compostas de mais de um item: Um Texto - Uma Can Cão - uma Poesia - IMagens. Deixo claro que: 1- Sou a única responsável pelas publicações 2- e seus conteúdos. 2- OS Itens das Publicações é para que CADA UM AMIGOLEITOR SÓ LEIA O QUE DESEJAR: OU O TEXTO (CON VERSA) OU A POESIA (COM VERSOS) OU OUÇA A MÚSICA (CAN ÇÃO) OU AS IMAGENS (FOTOS). CONTO COM A COMPREENSÃO DE VOCÊS QUERIDOS LEITORESAMIGOS CatiahoAlc.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

VIVA MEUS 5.3 DE ANIVERSÁRIO! Na Verdade Tudo que eu Quero mesmo desse mundo Eu tenho dentro de Um abraço.

         Como alguns sabem, eu passei por algum tempo ruim ao longo da minha vida até meus 19 anos.
        Quando o amor me mostrou o que me tem como par, as coisas melhoraram e mesmo com as adversidades da vida, coisa da gente que é gente, eu venho em ascendência a cada novo ano.
        Além de estarmos acenando para o ano de 2015 que finda, já abrimos as portas para o novo ano de 2016 e eu ainda por cima completo nesse dia 30/12 meu 53º aniversário.
     Como meu amigo mais chegado que irmão diz: "-Cara" 2015 foi um ano ótimo e foi um grande ano esse meu de 52 anos!
       Sem brincadeira, parece que eu estive em preparo  ensaiando para entrar  no palco e isso passa a acontecer a partir desse 30 de
dezembro de 2015, aqui em Pasargada.
      É verdade que eu queria por perto aqueles que amo e que pude abraçar deliciosamente a pouco no natal,
      Todavia apesar de ser imortal nas letras por Tijucas/SC (o que devo a atenção e cuidados do querido amigo Tonni Lima); graças a Deus Sou pé no chão e Sou pessoa comum, comum...
Mulher poeta que ama a vida que tem, que  ama  seu par de 34 anos de vida juntos.
 Que ama seus filhos, nora e neta.
 Que  ama sua família de sangue.
 Que ama e que e respeita seus parceiros colunistas e todos os leitores desta pagina.
 Que agradece a Deus todo tempo por seus únicos amigos mais chegados que irmãos, que fazem toda diferença a cada novo dia da minha vida.
   
                          Confesso 
        Ser esse o melhor te todos os meus dias contados
       Sou grata a Deus e a todos que
       De alguma forma  fazem parte da minha vida.
       Especialmente a você Amor Meu, tá
       Minha vida nem sem sempre somente bela
       Mas sempre única foi
       E hoje não é diferente
       Bela vida essa
       Caminhando e sempre
       Adiante seguindo
       Hoje de fato entendo
        O que é
        " Contar dos dias tal maneira
                 A alcançar coração sábio"
         Ainda sigo na jornada runo
        Ao pleno entendimento
        Mas nunca negar vou
        Que rumo a felicidade
        Sigo e bem
        Feliz
        Adiante aos 5.3 eu
        Vou
         Confesso
            CatiahoAlc.
                         entre sonhos e delírios


segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Essa será minha ultima reflexão: ""Com o meu par de 34 anos de vida juntos, Proporcionei e tive proporcionado os melhores Orgarmos imagináveis e possíveis""



Como alguns de vocês devem saber  eu e  minha família (marido e filhos) deixamos a vida corrida do RJ e viemos viver  em paz na pacata cidade de Pasargada no ES. Na época foi uma decisão em favor da minha saúde mental. E após um episódio de violência envolvendo nós quatro, (um assalto com intenção de sequestro, às 15 horas de uma bela segunda-feira|). Eu simplesmente desisti de tentar qualquer coisa e já com sinais visíveis de abalo psicológico pedi aos três que  tomassem todas e quaisquer decisão para nossa vida. Eu já não comia, não dormia e não fixava minha mente em quase nada, isso dentro do período de cincos dias ( da hora do assalto na segunda-feira até a sexta-feira da mesma semana) ou seja: o acontecido simplesmente minou minhas forças de uma forma abrangente e devastadora). Por que fui atingida assim?
Eu tive uma infância e adolescência sobressaltada, devido a violência, gritos, muitas discussões todos os dias e sobretudo muita desconfiança. A vida destratou meu pai e minha mãe de tal forma que ambos não confiavam em nenhuma pessoa, nem mesmo um no outro e isso era espalhado sobre os seis filhos dos quais eu sou a primogênita.
Quando conheci a fé e reconheci Deus em minha vida, no ano 1979 eu aprendi a acreditar que minha realidade poderia ser mudada por minhas atitudes em favor meu, isso me acalmou, passei a viver dias melhores, em casa nada mudou, mas criei um circulo de contatos novos, eu aprendi a falar em público, me descobri líder e compus minha primeira poesia. Hoje eu sei que eu era bonita, tinha um corpo bem formado, naquela época eu não tinha ainda trabalhado minha auto estima então, não fazia diferença no meu dia a dia ser ou não de boa aparência.
Em 1980, o amor bateu na minha porta e daí em diante as coisas mudaram. Nos casamos dentro do prazo de um ano, aí sim eu conheci a paz. A paz de uma casa harmoniosa. A paz onde  a conversa era em um tom suave. Um ano depois de casados, tivemos nosso primeiro filho, planejamos o segundo filho para 4 anos mais tarde.Voltei a estudar,  conclui meus estudos, cursei um ano e meio de  inglês conversação, fiz meu primeiro curso de contação de histórias. Sou formada pelo governo federal. Fui a primeira da família e me envolver com essa arte. Depois veio o teatro e juntos eu o par nos profissionalizamos como artistas e técnicos pelo sindicato do RJ, o melhor do país. Passamos dai em diante a viver de arte, eu escrevia os textos (por isso sou teatróloga) e dirigia os espetáculos, ele atuava e vendia as produções, juntos nós dois produzíamos tudo. Entregamos nossa casa para ser  escola de artes: teatro, musica, dança, capoeira e artes plasticas. Dos 3 andares de casa, ficamos com o uso para os 4, apenas  com um quarto, banheiro e a cozinha improvisada no terraço. Como nós trabalhávamos! Como fomos felizes espalhando arte por todo RJ: teatros, escolas, shoppings, igrejas, praças. Formávamos 80 alunos por ano.
Como Eu  fui feliz e centrada até aquele dia 08 de janeiro de 2007...
Como tudo na vida se resumo no PARA QUÊ E não no por que?
Aqui estou eu certa de que nada deveria ter acontecido diferente.
Ontem eu vi no programa Esquenta uma matéria que disse exatamente o que me salvou em 2006 ainda, foi quando eu parei e disse: Alcleir (pai), Alcleir Jr e Wallace, eu não posso com essa situação. Cuidei de vocês até aqui, agora CUIDEM DE MIM., porque eu simplesmente não tenho forças.
Hoje 2015, a minha saúde mental esta restabelecida.
A família segue bem, cada filho cuidando de sua vida pessoal.
Eu e Al, seguimos de mãos dadas e olhando firme um para o outro.
Eu sigo na certeza de que não faria nada na minha vida diferente do que fiz.
O Livro do autor Gilmar F. Sousa já esta com ele na Flórida e eu ja fechei todo meu expediente  externo de 2015.
Por isso ontem eu o par, filhos neta e nora e amigas da nossa neta nos encontramos no shopping Vila Velha para que a pequena neta tirasse fotos com os personagens da Disney que  proporcionaram um momento  interessante para a neta e os personagens. A pequena, tremia de emoção e alegria nas costas do tio Wallace. Depois  nos separamos deles e  Eu, o Par e o Wallace fomos brindar no outback que é um lugar simbólico para nos 3, pois foi la que pela primeira vez fomos beber como filhos caçula e levados por ele mesmo. A primeira caipisakê, mais os primeiros chopes  a gente nunca vai esquecer.
Portanto amigos, os que até aqui nesse ponto do texto chegaram, é porque gostam de mim e acompanham a minha jornada.
Sejam felizes em todas as oportunidades, não cometam a bobagem abrir mão de 90% da vida em prol só de juntar dinheiro pra um passeio que leve muito tempo para acontecer. A morte que é  uma certeza imprevisível pode chegar sem aviso. Não economizem momentos de alegria. Não deixem de namorar todo tempo. Não deixem de ter uma vida sexual deliciosamente ativa e emocionante com seus pares. Pois o cansaço passa, mas se nós cedermos a ele, podemos ter  roubado de nós os últimos bons momentos com quem nós amamos. Por isso  estou sempre pronta para aquele que me dá a honra de viver comigo os bons e maus momentos da vida. E ele da mesma forma não economiza energia  para estar comigo do nosso jeito. Não temos e Nunca tivemos essa coisa de dia e hora para nosso estar junto (vocês sabem de que junto estou me referindo)
Penso que  quando nós passarmos, como acabou de passar Maria, a flor que deu vida ao alguém que eu e minha família amamos ou ainda como acabou passar a Marília, nosso ultimo pensamento deverá ser de competência: Vivi tudo e toda minha intensidade. Amei com toda minha força. Proporcionei e tive proporcionado os melhores orgarmos imagináveis e possíveis. Aí sim , suspiraremos e fecharemos os nossos olhos. Isso penso eu .
 Pois Eu Mulher Poeta que Sou afirmo com todas as letras: A VIDA PODE SER BELA SIM!
Feliz semana!
CatiahoAlc.



domingo, 6 de dezembro de 2015

Eu me emociono...


Sei escrever belos poemas,
Textos diversos.
Mas quando leio outros
Que escreveram muito,
Muito tempo antes de mim
Eu me emociono,
Chego as lágrimas.
Quando minha neta
De cincos anos
Me pede para ler Cecilia
Ou quando o Par que é Meu
E eu dele
Lê pra mim frases de Clarice
Emocionada choro mesmo!
Fiquei ouvindo um dos meus
Poemas preferidos
Dito com emoção
Por Marília,
Aquela que dizem
Por aí desde sábado que morreu.
Morreu nada.
Ela estrela encantada
Espalhou-se em milhares
E Milhares de micropedacinhos
Para iluminar pra sempre
O meu, o seu, o nosso
E caminho de quem
Acreditar importância
Da Arte na
Vida.
Eu me emociono
E pra sempre
Me emocionarei...Catiaho Alc.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Mais um dia nessa vida




Vem chegando o amanhecer
É uma feliz conquista
Estar vivo
Para o dia ver desenvolver
Muitas vezes nos lamentos
Sem motivo real ter
Pois nada nessa vida
Nos tira o direito
De bem pode viver
Basta fazer nossas parte
Lutar contra o que injustiça
 Acharmos ser
Cada um come e bebe o quer
Ou mesmo até oque pode
Nos é dados a opção
De o sim ou não poder dizer
E o dia caminha sem duvida
Querendo ou não seja a nossa vontade
Logo será mais uma bela noite em
Nosso viver
Eu prefiro a alegria
Do sempre celebrar o bem viver.
Hoje ainda é sexta feira
Mas  faça sol o chuva faça
O fim de semana
Abre seus braços festivamente
Para poder a nós receber
CatiahoAlc.
Copyright©catiahoalcespelhando

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Sob esse pensamento "se chorei ou se sorri o importante é que emoções eu vivi". Pois é amigos Espalhados, que Dezembro venha e nos abrace gostoso:


Esse dezembro é um mês muito importante na minha vida, pois alem de ser o mês que eu nasci, também concebi meu filho mais velho.
Não é um tempo especial pelas festas ou pelas ferias, mas sim porque muitos trabalhos são encerrados e muitos outros dão sinais de recomeçarem.
Há uma musica do rei que diz: 
"se chorei ou se sorri o importante é que emoções eu vivi".
Com certeza não fiz novos amigos.
Não comprei uma propriedade, nada dessas coisas ligadas ao que rege a sociedade.
Mas com toda certeza eu vivi dias inesquecíveis ao lado dos amigos mais chegados que irmãos que eu tenho, é verdade que os vi bem menos que nos últimos três anos. Mas nem por isso o afeto e o respeito foi menor, pelo contrario. 
E o Espelhando me deu muito menos trabalho ou dor de cabeça que nos tempos passados.
Alias esse blog que é um dos meus sessenta e seis blogs é o que me dá mais alegria.Realmente por aqui eu
me sinto prestigiada e rodeada pelos que aqui vem ler e comentar ou somente  ler.
Aqui nesse blog nas paginas à partir dessa
 ( http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com.br/p/quem-eu-sou.html ) todos tem acesso a meu trabalho de editora e nas outras paginas podem conhecer os autores que lançaram seus livros através do meu trabalho de organizadora ou encomendar livros comigo ou com os próprios.
Em fim dezembro vem  trazendo a entrega do livro Um Futuro Extraordinário do Gilmar F. Sousa que vive la na Florida, brasileiro de Goiás. A entrega do livro de Comédia Casal as Avessas das Mary Trarbach do ES/RJ. E da finalização do  Romance Lucianna do corajoso autor José Maria S. Costa do M/SP.
Assim sendo, vamos viver  esse mês sabendo sim das tragedias que abatem a natureza, tomando como ofensa  os escândalos que a política despeja sobre todos os brasileiros honestos.
Catiaho Alc.
Mantenhamos a seguinte meta:
Que nada disso apague o sorriso do nossos rosto e para isso será interessante manter em mente essa canção:
Emoções ( Roberto Carlos )

Quando eu estou aqui
Eu vivo esse momento lindo
Olhando pra você
E as mesmas emoções sentindo
São tantas já vividas
São momentos que eu não esqueci
Detalhes de uma vida
Histórias que eu contei aqui

Amigos eu ganhei
Saudades eu senti, partindo
E às vezes eu deixei
Você me ver chorar, sorrindo

Sei tudo que o amor
É capaz de me dar
Eu sei já sofri
Mas não deixo de amar

Se chorei
Ou se sorri
O importante
É que emoções eu vivi

São tantas já vividas
São momentos que eu não esqueci
Detalhes de uma vida
Histórias que eu contei aqui

Mas eu estou aqui
Vivendo esse momento lindo
De frente pra você
E as emoções se repetindo

Em paz com a vida
E o que ela me traz
Na fé que me faz
Otimista demais

Se chorei
Ou se sorri
O importante
É que emoções eu vivi

Se chorei
Ou se sorri
O importante
É que emoções eu vivi





.

Ei!

O que estou escrevendo aqui NÃO É PESSOAL E NÃO SE

REFERE A NINGUÉM DA VIDA VIRTUAL E SIM DOS MEUS VIZINHOS

DE BAIRRO, OK?

Escrevo aqui para me expressar somente. Penso que estamos vivendo mais um dia e que devemos ser gratos a Deus e aproveitarmos todo aprendizado que esse dia nos trouxer. Devemos: usar máscara, mesmo os já vacinados , usar álcool gel, lavar as mãos ao chegarmos da rua, deixarmos os sapatos do lado de fora até serem limpos, evitarmos contato físico com pessoas que não vivem no mesmo recinto, evitar viajar (sem ser necessário) viajar a lazer nem pensar, não é hora de lazer, ainda que secos para tal estejamos. Eu ando com muita saudade dos meus amigosafilhados, das minhas irmãs e meu cunhado e de ver minha casa no RJ que está fechada desde janeiro de 2020, quando lá estive. Uma coisa tem me chamado muito a atenção: Parece que já terem sido contaminados e terem sobrevivido e a possibilidade da vacina, já deu a algumas muitas pessoas a ideia de estarem totalmente livres de contaminação, bem como os que já tomaram a vacina e passaram a ficar descuidados. Isso me preocupa muito. Estou reclusa em casa com meu marido e filho caçula há mais de 1 ano, vejo muito pouco meu filho mais velho, esposa e filhas que moram na cidade vizinha. Detesto não me sentir livre para ir e vir e mesmo para caminhar na orla que fica ha 3 ruas da minha casa. Vamos resistir mais um pouco, vamos preservar nossa saúde física e mental o mais que pudermos. Por hoje é o que eu penso; caso entendam que eu esteja errada: me perdoem. Bjins de bons dias a todos. CatiahoAlc.

Postagens mais visitadas

Atua LIz Ações