Web Statistics

Minhas Frases preferidas desde sempre:

"A felicidade de um amigo deleita-nos.

Enriquece-nos. Não nos tira nada.

Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade)

não existe."

Jean Cocteau

...

"Saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."

Rubem Alves

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

OBSERVAÇÃO NECESSÁRIA

LEITORESAMIGOS, Vocês já devem ter notado que as Publicações no Espelhando são compostas de mais de um item: Um Texto - Uma Can Cão - uma Poesia - IMagens. Deixo claro que: 1- Sou a única responsável pelas publicações 2- e seus conteúdos. 2- OS Itens das Publicações é para que CADA UM AMIGOLEITOR SÓ LEIA O QUE DESEJAR: OU O TEXTO (CON VERSA) OU A POESIA (COM VERSOS) OU OUÇA A MÚSICA (CAN ÇÃO) OU AS IMAGENS (FOTOS). CONTO COM A COMPREENSÃO DE VOCÊS QUERIDOS LEITORESAMIGOS CatiahoAlc.

domingo, 31 de dezembro de 2017

DESDE 30/12/017FELIZ ANO NOVO NO AUGE DE MEUS 55 ANOS: Três Palavras: GRATIDÃO, ALEGRIA E CUIDADO.



Quando digo que nasci sozinha eu apenas quero ser enfática nessa minha expressão, não desejo com ela negar toda vontade e necessidade de autoaceitação e alegria de fazer parte de um todo. Sou um grão de areia que somado a tantos outros mostram a complexa areia da praia, ou a vasta areia do deserto e até mesmo o todo reunido dentro de uma ampulheta. Tudo já vivido em minha vida é parte de um TODO. 
TODAS as pessoas que passaram e que continuam passando em.meu viver são da mesma forma parte desse todo. Se  a Vida levou alguns; trouxe outros.          
A Morte imparcial, cobrou sua cota e A VIDA não ficou atrás.
Hoje sendo abraçada por meus cinquenta e cinco anos Eu me alegro por ver o desenho formado diante dos meus olhos. 
Deixo aqui minha gratidão:
 A Deus por cada  instante vivido.
Ao Al, meu companheiro de Vida. A Família construída e sempre seguindo seu curso.
Aos Amigosafilhados mais chegados que irmãos que fazem a diferença todo tempo.
Aos Amigos ao longo do percurso que é Viver.
Aos Parceiros de trabalho que me tornam possível  transformar sonhos em realidade.
Saber Viver Bem é algo muito bom e que torna possível suportar os chamados trancos e barrancos.
Se a palavra para 2017 FOI GRATIDÃO, para 2018  meu desejo é somar outras e juntas elas serão minha meta: GRATIDÃO, ALEGRIA e CUIDADO. E são elas o meu desejo para cada um que lança seu olhar sobre essa tela:
GRATIDÃO, ALEGRIA E CUIDADO PARA TODOS!


sábado, 23 de dezembro de 2017

Caramba!



 Estive prestando atenção e percebi ter postado aqui dia dezessete e hoje já é vinte  e três!
O tempo parece ter parado na minha vida e esse fato acontece quando nossa/minha vida está inteiramente nos eixos, seja no pessoal ou no profissional.
Dos dezenove aos quarenta e três anos eu vivi inteiramente para a religião, para meu esposo e para nossos dois filhos. Tive a oportunidade de ter uma vida tranquila e nada me fez falta. Inclusive a minha vida profissional como diretora artística era vivida junto com esses três extraordinários seres que sempre foram e são meu esposo e nossos dois filhos..



Entretanto com a vida ganha, esposo aposentando e os filhos adultos e seguindo suas carreiras e vidas; aos quarenta e quatro anos iniciei uma nova jornada em uma nova profissão e aí sim e só então eu coloquei a cara pra fora da minha área de  ou zona de conforto. Me assumir Poeta foi um passo decisivo para um pouco adiante  entrar no mercado como Escritora e logo a seguir como Editora.


Hoje as portas de completar cinquenta e cinco anos tenho a mesma vida tranquila mencionada no inicio desse texto, vivo como mesmo homem há trinta e sete anos e ele sempre me surpreende com jeito de me amar, na vida da gente não há lugar para a mesmice. Conquistei o respeito profissional dele e dos nossos dois filhos e isso me faz toda diferença.
Tenho uma carta de clientes seletos, por eles tive a honra de ter sido escolhida para administrar suas carreiras literárias, a saber:
ESCRITOR SILVIOAFONSO DE MACEDO, ESCRITOR QUITO ARANTES, ESCRITORA FA CINTRA, ESCRITORA MARY TRABACH, ESCRITORA ANGELA GOMES, ESCRITOR JOSÉ MARIA SOUSA COSTA, ESCRITOR RUBENS VIEIRA DE OLIVEIRA(In Memorian), ESCRITOR LEANDRO SERPA, ESCRITOR GILMAR SOUSA, ESCRITOR ROBERTO SILVA, ESCRITOR SAMUEL BALBINOT. A SE ACHEGANDO POETA MARCIA. AOS RECÉM CHEGADOS: ESCRITORA TATIANA MELLO E   ESCRITOR JOÃO ALMEIDA.
Sou grata ao primeiro Escritor que confiou em meu trabalho: Gratidão SILVIOAFONSO hoje Amigo.
Sou grata ao Amigo Escritor e Presidente que me abriu as portas da Oficial Academia Tijuquense de Letras: Gratidão TONNI LIMA.
Voltando a assunto familia:
Nossa família é uma família adulta e nos alegra ver as duas netas crescendo diante de meus olhos. 
E para coroar essa minha alegria eu tenho a honra de contar com amigosafilhados mais chegados que irmãos!
Repito: Caramba! Que delicia essa minha Vida de gente normal!
Agora só me resta agradecer a todos que por aqui passaram e que passam e desejar a todos os melhor
Natal que puderem ter. 
Lembrando que as datas se repetem ano após ano, todavia Nós/Gente vamos
amadurecendo/envelhecendo e aprendendo o valor do Saber  Viver Bem cada instante.
Pois o ONTEM JÁ É HISTÓRIA, 
o AMANHÃ NÃO NOS PERTENCE, 
mas o HOJE ESSE  SIM É DA NOSSA TOTAL E ABSOLUTA CONTA!
Bjins
CatiahoAlc. entre sonhos e delírios natalinos
23 de dezembro de 2017,09:48h

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Cantando a Canção da Vida


Cantando a canção da vida
Cantando a canção da vida
Celebro o encontro do desencontro
Canalizo o que sinto somente
Calamidades me parecem normal
Calmaria me parece impossível
Como posso me acalmar?
Com a mente tão fresca , tão cheias de versos?
Cristalinos e transparentes
Corados de tanta emoção
Coroado de discordância
Casando amor e desamor
Construindo e desconstruindo
Confesso não me reconhecer
Canto tentando me acalmar
Cessar tantos sentimentos difusos
Confusos, intrusos
Chego hoje a essa conclusão:
Confusão de emoção.
Cantando a canção da vida eu vou.CatiahoAlc./Reflexod'Alma/TNI
Catiaho10/11/06 2020hs

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Meu verbo




A vida tão bela
Com pressa 
Já passa
Na gente esbarra
Trazendo a razão
Mas vida de poeta
É um pouco de cada jeito
Tem hora que é festa
Tem hora que é só solidão
Prever o imprevisto
Dos que sabem viver
Um dia de cada vez
Sou apenas viajante
De tempo de nome Poesia
Meu verbo é hoje
Essa é minha ousadia
CatiahoAlc./TNI
Reflexo d‘Alma entre sonhos e delírios 0929Sab1003012


sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Um pouco de cada coisa. / Titans em Cedo ou Tarde...


Tempos são bons e são maus
Cada a seu momento
Se faz e se refaz
O sol brilha dias sim  e dias não
Quando a tempestade vem
Estragos é certo acontecerão
Os rios enchem e desaguam
A vegetação suporta bem
Umas vezes e outras não
Entretanto é certo  a vida sempre seguir adiante
Bom mesmo é viver
Bem e Intensamente momentos bons 
E cuidadosamente aqueles 
Que exigem entendimento e cuidado
Eu aproveito o máximo
Tenho a graça de ter  Nascisco sem o tal remorso 
Quando é pra sorrir e gargalhar
Simplesmente me entrego
Já no tempo de choro e injustiças
Me guardo
E no banho e só no banho derramo
Minhas lágrimas preciosas
E minhas somente minha
Viver Bem
 É isso
Um pouco de cada coisa
Fazendo a somatória
De nossos dias

CatiahoAlc./Reflexo dAlma
7102218011042                      
 Amo essa Banda e essa Canção em especial
Essa canção faz parte de muito momentos
 da minha vida desde o lançamento no Teatro Carlos Gomes no RJ.
Essa banda revolucionou trazendo o  ACUSTICO , 
onde uma banda de rock fazia o show 
de rock acomodados em banquetas.




terça-feira, 5 de dezembro de 2017

INFORMAÇÃO E POESIA:Quando o Governo quer; Ele FAZ / Poesia Ando



Essa foto não
foi tirada no TRE
Hoje 
tive a plena certeza de que quando um Governo/Governantes não realizam suas prioridades é porque não querem mesmo! Confiram o link pois Vale à pena:  http://www.tre-es.jus.br/o-tre/planejamento-e-gestao/biometria-e-urna-eletronica/biometria-2017 .
Eu e o Al/esposo, tiramos essa terça feira dia cinco de dezembro/017 para nos apresentar na justiça eleitoral ( TRE) para o cadastramento biométrico. 
O prazo aqui no estado onde vivemos, termina em janeiro de 2018 e não temos o costume de deixar nossos assuntos para a última hora. Eram quase quinze horas quando nos dirigimos para o local, é bem perto de nossa casa. Confesso não fazer ideia do que acontecia por lá. Ser em um shopping de minha apreciação era um fator positivo. Todavia ao chegar no lugar indicado parece que um mundo novo me era apresentado. Primeiro: a fila da triagem contava com uns vinte profissionais atentos e ligeiros e por mais longa a fila, nada fazia o atendimento ser menos ágil ou pouco e eficiente. Meu esposo que poderia usar a fila preferencial não viu necessidade de escolher, tal era a eficiência. E olha haver em minha/nossa frente umas 100 pessoas! Da triagem passamos a um grande salão com umas 500 cadeiras brancas. No alto em lugar bem visível e em opostos dois monitores grandes com sinalizações em duas categorias (prioritário em vermelho e convencional em amarelo) e nada menos que que sessenta e nove guichês devidamente aparelhados com máquina fotográfica digital, digilalizador e computador divididos em 6 colunas para efetuar o cadastramento. Nossos números eram 1.468 e 1.469 (convencional) e ao chegarmos estavam chamando as senhas 1.320. Mas tudo acontecia de forma frenética de forma a não conseguirmos tirar os olhos dos monitores para não perdermos nossa vez.
Desse guichês em poucos minutos de atendimento éramos encaminhados a um setor para pegarmos os nossos títulos! Eu confesso amar essa movimentação de pessoas e essa coisa toda acontecendo ao mesmo tempo. Somente ao passar pela porta de entrada e saída (era a mesma); só aí foi que voltei de um quase transe, não sem ter gravado na mente as respostas das perguntas que fiz durante o atendimento. 
Por isso minha certeza de que: QUANDO O GOVERNO QUER; ELE FAZ.
Por isso a Poesia
                               Ando

Ando um tanto longe daqui.
Ando por outras terras.
Ando, corro, vivo e morro um pouco.

Ando em zigue zagues.
Ando na marcha da vida.
Ando por entre os mortos.

Ando um tanto em pesadelos.
Ando por sonhos dementes.
Ando um tanto contente.

Ando e vou seguindo.
Ando e sigo sorrindo.
Ando as vezes só indo.
Catiaho Alc./CatiahoAlc/TNI



TERÇA-FEIRA, 9 DE OUTUBRO DE 2007


Na verdade...


Não quero escrever
Uma  só linha
Que não seja Poesia
Gosto do sol amarelo
Da lua prateada
Do brilho das estrelas
Mas nunca pretendo
Compor nada
Que não me seja
 Inspirado
Por pura e inconsequente 
 Paixão
Essa é  minha 
Única regra
Na
Verdade
CatiahoAlc./ReflexodAlma/TNI/2PE1
Uma canção que amo ouvir e reouvir.

Copyright ®reflexodalmafasell
15 de mai de 201400:22

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Momentos Me Mo Rá Veis/ É o que nos move

Foto posada e tirada em Contagem/MG

Novembro foi um maravilhoso Mes.
Foi quando duas famílias amigas se reencontraram e passaram alguns dias em plena celebração.
A vida em geral não parou, entretanto para esse
 'grupo' rs, nada era mais importante que o
descanso, a calma e a integração.
Foram momentos de afeto,  liberdade e muita alegria.



Tivemos a honra e o privilégio da Bela Beca ler pra gente em uma das belas manhãs desse tempo bom juntos.
Valeu amigos afilhados do meu coração!







O que nos move

É a roda da vida
O sorrisos partilhados
O afeto trocado
E a amizade somada
Momentos passam
Todavia deixam suas marcas
Cravadas em cada um
Semelhando a uma canção
Lembrada de tempo em tempo
Proporcionado  a suave
E gostosa sensação
De saudade de tudo
O que é sempre
Bom
CatiahoAlc./ReflexodAlma
012171022320/TI



.

Ei!

O que estou escrevendo aqui NÃO É PESSOAL E NÃO SE

REFERE A NINGUÉM DA VIDA VIRTUAL E SIM DOS MEUS VIZINHOS

DE BAIRRO, OK?

Escrevo aqui para me expressar somente. Penso que estamos vivendo mais um dia e que devemos ser gratos a Deus e aproveitarmos todo aprendizado que esse dia nos trouxer. Devemos: usar máscara, mesmo os já vacinados , usar álcool gel, lavar as mãos ao chegarmos da rua, deixarmos os sapatos do lado de fora até serem limpos, evitarmos contato físico com pessoas que não vivem no mesmo recinto, evitar viajar (sem ser necessário) viajar a lazer nem pensar, não é hora de lazer, ainda que secos para tal estejamos. Eu ando com muita saudade dos meus amigosafilhados, das minhas irmãs e meu cunhado e de ver minha casa no RJ que está fechada desde janeiro de 2020, quando lá estive. Uma coisa tem me chamado muito a atenção: Parece que já terem sido contaminados e terem sobrevivido e a possibilidade da vacina, já deu a algumas muitas pessoas a ideia de estarem totalmente livres de contaminação, bem como os que já tomaram a vacina e passaram a ficar descuidados. Isso me preocupa muito. Estou reclusa em casa com meu marido e filho caçula há mais de 1 ano, vejo muito pouco meu filho mais velho, esposa e filhas que moram na cidade vizinha. Detesto não me sentir livre para ir e vir e mesmo para caminhar na orla que fica ha 3 ruas da minha casa. Vamos resistir mais um pouco, vamos preservar nossa saúde física e mental o mais que pudermos. Por hoje é o que eu penso; caso entendam que eu esteja errada: me perdoem. Bjins de bons dias a todos. CatiahoAlc.

Postagens mais visitadas

Atua LIz Ações