Web Statistics

Minhas Frases preferidas desde sempre:

"A felicidade de um amigo deleita-nos.

Enriquece-nos. Não nos tira nada.

Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade)

não existe."

Jean Cocteau

...

"Saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."

Rubem Alves

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

OBSERVAÇÃO NECESSÁRIA

LEITORESAMIGOS, Vocês já devem ter notado que as Publicações no Espelhando são compostas de mais de um item: Um Texto - Uma Can Cão - uma Poesia - IMagens. Deixo claro que: 1- Sou a única responsável pelas publicações 2- e seus conteúdos. 2- OS Itens das Publicações é para que CADA UM AMIGOLEITOR SÓ LEIA O QUE DESEJAR: OU O TEXTO (CON VERSA) OU A POESIA (COM VERSOS) OU OUÇA A MÚSICA (CAN ÇÃO) OU AS IMAGENS (FOTOS). CONTO COM A COMPREENSÃO DE VOCÊS QUERIDOS LEITORESAMIGOS CatiahoAlc.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

PALHAÇADA.

É na calada da noite que se planta a estaca, se amarra a
lona, se prende o elefante e
de serragem  o picadeiro
se cobre.
É na calada da noite que o céu se tapa com uma
nuvem de estrelas prateadas colorindo o
infinito.
É nesse momento que o palhaço atua dando vida ao circo;
arrasta à cara da criançada o
melhor dos seus sorrisos e nas
enrugadas faces dos que não perdem da
lembrança a criança que foram um dia não deixa espezinhar o
moleque que insiste acordado em cada gesto.
Bate o sinal, toca a retreta.  Baila no
arame o equilibrista e no céu o trapezista me
rouba o ar.
Bate a janela, e o vento desperto
cheirando à pipoca doce acorda o colunista que precisa se levantar cedo porque hoje
é segunda, é dia
de postagem e
a mulher que amo precisa trabalhar.

domingo, 25 de novembro de 2012

Amo domingos por tudo que me faz re cor dar

Nesse foto chovia e eu cuidava do meu jardim, não foi hoje,
no dia o Al falava ao tel com os queridosamigosde sarra
Os Sinos tocando também aos Domingos
Domingos... dias que tenho ótimas recordações de minha infância.
Era dia de café da manhã com café, leite, pão, manteiga e broa de milho.
Dia do meu pai levar a gente ( 6 filhos) à feira com ele.
Dia de eu arrumar a casa e lavar a louça do almoço.
Dia de almoço à mesa, com frango, macarrão, farofa e maionese.
Dia de a tarde todos irem pra sala ver tevê juntos. Os adultos na poltrona
e as crianças esparramadas no chão.
Quase a noitinha  o casal nos deixava brincar la fora na rua enquanto  fechavam a
casa e namoravam, lógico que diziam que iam dormir um pouco.
 Ainda amo domingos, por tantos motivos que  me emociono.
Por isso hoje queridos e queridas, repousem , descansem, curtam seus momentos,
vejam tevê, escutem música,  namorem, durma de tardinha, dêem colo aos filhos e se puderem acre-ditem que a Vida é bela sim.
Cuidem da alimentação, mas sem estress, teremos uma semana todinha pra ser perfeitas(os)
diante da batalha que é o viver e comer SAUDÁVEL.
Lindo domingo aeeeeê!
Catiaho Reflexo d'Alma
Bjins entre sonhos e delírios

MORTAS ESPERANÇAS


MORTAS ESPERANÇAS

São mortas esperanças, nada mais;
São cinzas dos amores que eu amei;
São lágrimas escuras que chorei
Sobre o mais verdadeiro dos cristais;

São flores sem os brilhos imortais;
São pétalas sem cor que eu não tirei;
São quadros tristes que eu jamais pintei;
São dores minhas, dores terminais;

São pedaços meus, sonhos sem beleza;
São meus traços, sorrisos de tristeza;
São esperanças mortas num jardim;

São só fotos, retratos tão vazios;
São medos prisioneiros e doentios;
São pesadelos que não tem mais fim;

06-05-09 SONETO

Neste recanto Outonal...

Neste recanto outonal, deslumbro a mãe natura, que sem pedir nada a ninguém, nos contempla de estímulos ocres e verdejantes, para não mais esquecer.
Guardo a a tua força divina, que me faz correr o sangue pelas veias.
E... eu caio... rastejo a teus pés.
 
 
Quito Arantes/ Castro Laboreiro/Portugal

 

Pura Verdade: Escrever é um ATO Responsável

Muitas vezes quem escreve , apenas o faz no intuído de compartilhar
uma idéia ou um sentimento.
Ouço e vejo com muita frequência de alguns que escrevem por escrever.
Isso me preocupa de deixa meu ser totalmente alerta.
Escrever não é um ato simples. Muito menos um ato de alivio.
Para  alivio, há tantas coisas que podem ser usadas,  coisas e atos mais
simples e causarão menos transtorno e menas reações em seres que são
literalmente afrontados com uma frases,  parágrafos e  textos jogados
por serem escritos sem consciência.
Houve um tempo que lidava com os seres completamente no estado de defesa,
mas cansei e abri a guarda e assim ouço tanta bobagem que sinto muitas vezes
zanga por tal irresponsabilidade e outras acho graça. Porque não há  como
não gargalhar das pessoas expostas através de seus escritos.
Ser Poeta me da a liberdade de ir e vir entre os que levam a palavra escrita a serio
e entre os que a usam irresponsavelmente e acabam por sacanear  os que Leem.
Critério é um Ótimo termo para quem deseja escrever.
Vejo aqui que se um colunista escreve quatro linhas, dizem que é ótimo texto, mandam email
elogiando. Mas as visualizações são baixas.
Enquanto outros postam informações vitais para um viver melhor ou então postam crônicas
excelentes de humor ou textos picantes, pouco mandam emails ou comentam, porém
a visualizadões bombam , sinal que muitos acessam nossa pagina.
Esse Blog não é só um deposito de textos de seres lindos que não me deixam sozinha nesse
projeto é um canal de informação e lazer.
Já há um ano registrei o domínio e recebi algumas propostas para comercializar o espaço.
Para 2013 teremos muitas novidades e muitas alegrias para os escrevem conosco por amor
a escrita e por consideração a essa poeta e para os queridos leitores que serão lindamente
 brindados com sorteios e muitas postagens de qualidade, como já acontece agora.
Para nós desse Blog, Escrever é um Ato Sério, de Muita responsabilidade  e de Prazer.
Lindo Domingo para todos nós entre Sonhos e  Delírios sempre.
Catiaho Alcantara /Reflexo d'Alma




Demorou a começar mas depois De Sonhar a Moça Morena Nunca mais Parou

Era tão jovem quando descobriu que não sabia sonhar.
Não desses sonhos que se dorme e acorda com vontade de dormir pra da historia
saber o final, mas sim dessa coisa de olhar pros dias vindouros e acreditar que algo
bom vai acontecer.
Na verdade, tanto fazia se um dia chovia e outro fazia sol.
Tantas foram as agruras durante a infância e adolescência que sonhar já era demais. Estar viva então? Já era de bom tamanho.
Um tempo o pai mudara de trabalho e levara a família junto. Cidade nova.Logo na chegada, já noite os
dois hotéis da cidade não aceitaram a família, ainda que dinheiro o pai tivesse, era como se impossível
fosse abrigar em um hotel seis filhos, mais pai e mãe.
Assim, o único lugar que sobrou foi o vagão de trem que havia no meio de uma praça.
Era na verdade abrigo de moradores de rua: gentes, gatos, cães. Ali se aninharam como foi
possível, encostados uns nos outros para aguardar o amanhecer.
Foi uma noite de terror e medo, demorou muito a amanhecer, ela a mais velha dos seis, não
fechou os olhos cuidando para que ninguém se aproximasse da família.
Cedinho foram para o ponto aguardar o ônibus que os levaria á nova morada. Depois de desembarcar ainda andaram 30 minutos!
Foi lá, num lugar lindo mais humilde que começou a luta  da jovem para sobreviver.
Um marginal local soube que uma linda morena de dezesseis anos acabara de se mudar, espalhou
que dele ela seria, quisesse ou não a família.
Foi assim que a moça entrou em choque pela primeira vez, queria morrer de tanto medo do que
de fato fosse acontecer.Parou de comer, de beber e sair do quarto. O pai saía pra trabalhar preocupado e voltava ainda mais preocupado, pois a filha mais velha desfalecia a olhos vistos, tinha pele ja branca, mais branca que sempre.
Um mês ele esperou  tentando que as coisas mudassem, mas não mudaram.
O jovem marginal estava encantado com beleza da jovem menina e determinado, rondava a casa para
tentar vê-la mais vezes.
A Moça menina chorava muito e todo tempo, o medo era seu tutor,seu senhor.
E pai que a amava, apensar de nunca ter dito isso enquanto viveu; cuidou para que a família se mudasse e logo para alegria da família a bela Mocinha já voltava a sorrir e a sentar no portão toda tarde.
Foi dali que conheceu seu primeiro enamorado, Fabrício, moço de bigodes que andava de bicicleta e frequentava o centro de umbanda local, onde a Moça ia por lá, pra com ele dançar.
Depois dali do portão mesmo  foi que conhecer seu primeiro namorado, Moço já adulto que dela queria a tal prova de amor, alem de xigir que de saia a moça fosse quando se encontrassem para namorar.
Logo desencantada desfez o namoro sem dó nem pena, alivio foi o que sentiu.
Isso tudo não era sonhar, atá que conheceu Gilberto Newman, 18 anos e olhos  que inspiraram à Moça
os primeiros versos, olhos  que faiscavam provocando paixão...
 e dai pra frente sonhar era o que mais sabia fazer.
Gilberto ficou no passado, mas o Sonhar a Moça morena nunca mais largou e até hoje escreve poesia quando a vida aperta sua garganta e os pesadelos assolam suia mente trazendo a maldade das pessoas egoístas á tona.
Ainda hoje ja com cinquenta anos a Moça sonho e sonhar é algo que ela não concebe o abrir mão.
Catiaho Reflexo d'Alma 19:22 22/11/012
entre
sonhos e delírios

sábado, 24 de novembro de 2012

Imagem Google



A toda hora escutamos "é importante para a cidadania", "vamos valorizar o cidadão", " os projetos de cidadania", "a ação cidadã". Mas sabemos mesmo o que significa cidadania? Será que quando ouvimos dizer por aí que um projeto promove cidadania, ele realmente está comprometido com todos os direitos que caracterizam o termo "cidadania"? Ou usa-se a palavra indiscriminadamente, valendo tudo e sendo "cidadania" tanto aquela ação que faz um grupo de pessoas vivenciar um momento cidadão (e depois é devolvido para onde estava), como as centenas de projetos que atingem apenas um dos direitos e o resto, como dizem seus organizadores, "o resto é com eles".
De que forma pretendemos diminuir a desigualdade social, se até na cultura, uma manifestação tão intrínseca à existência humana, a exclusão é enorme! Nestor Canclini
Se o que buscamos é transformação social, se o que estamos trabalhando é para diminuir a desigualdade social, não podemos mais brincar com palavra tão séria. É preciso sim, o comprometimento e o uso da palavra "cidadania" só quando estivermos trabalhando para promover todos os direitos - básicos - envolvidos no termo. 

E quando pensamos, também, em direitos de cidadão e cultura, lá de longe se aproxima o som "a gente não quer só dinheiro, a gente quer diversão, arte...., balé...". De quais direitos estamos falando agora?
Democracia e crescimento são fundamentais, mas liberdade cultural - entendida aqui num contexto mais amplo, que não se limita às artes, mas abrange conceitos como religião, idioma, culinária, estilo de vida e valores- é um elemento indispensável ao combate à pobreza [...]. Os direitos culturais têm recebido atenção consideravelmente inferior à que é concedida aos demais direitos humanos [...]. As políticas públicas devem valorizar a cultura e as identidades locais. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento
Assim, considerando essencial ressaltar os direitos de um cidadão, de modo a não perder de vista a distância em que milhões de brasileiros estão dos seus direitos, culturais inclusive, que vamos apresentar o tema cidadania, a partir de José Murilo de Carvalho, livro Cidadania no Brasil: o longo caminho, 2001 e o tema cidadania e cultura, a partir dos textos da UNESCO, encontrados no livro de Leonardo Brant, Políticas Culturais, 2003.

O conteúdo hoje vem em forma bastante resumida e pretende ter a força de um lembrete muito importante, daqueles que colocamos no quadro de planejamento, bem ao lado do computador e passamos o ano olhando pra ele.....!

Sobre a ideia de CIDADANIA e sobre a ideia de CIDADANIA E CULTURA
Os direitos a que todo cidadão precisa ter acesso
Os direitos a que todo cidadão precisa ter acesso são seus direitos civis, políticos e sociais:

OS DIREITOS CIVIS

São os direitos fundamentais à vida, à liberdade, à propriedade, à igualdade perante a lei; incluem as garantias de ir e vir, de escolher o trabalho, de manifestar o pensamento, de organizar-se, de usufruir de privacidade no lar e na correspondência pessoal, de obter julgamento justo e legítimo na ocorrência de delitos. O seu suporte institucional é a divisão dos poderes - executivo, legislativo e judiciário.

OS DIREITOS POLÍTICOS

São os direitos de participação dos cidadãos no governo da sociedade; suas principais instituições são os partidos políticos e o parlamento livre e representativo e seus instrumentos mais importantes são o voto.

OS DIREITOS SOCIAIS

São os direitos de participação dos cidadãos na distribuição da riqueza coletiva; através da educação, do trabalho, de um salário justo, da aposentadoria. Pode-se promover a redução dos excessos de desigualdades produzidos pelo capitalismo e garantir um mínimo de bem-estar para todos - é o princípio da “justiça social” que norteia a ampliação dos direitos sociais nas sociedades contemporâneas.

A Cultura e os direitos do Cidadão

Promovendo a necessária ligação entre a Cultura e os Direitos dos cidadãos, destacamos abaixo, como a Declaração Universal sobre a Diversidade Cultural, da UNESCO 2001, interpreta estes direitos. No Capítulo Diversidade Cultural e Direitos Humanos, artigos exclusivos garantem, a partir da cultura, o acesso de todos à cidadania. São eles os artigos 4, 5 e 6, respectivamente:
. Os direitos humanos, garantias da diversidade cultural - A defesa da diversidade cultural é um imperativo ético, inseparável do respeito à dignidade humana. Ela implica o compromisso de respeitar os direitos humanos e as liberdades fundamentais, em particular os direitos das pessoas que pertencem a minorias e os dos povos autóctones. Ninguém pode invocar a diversidade cultural para violar os direitos humanos garantidos pelo direito internacional, nem para limitar seu alcance. 

. Os direitos culturais, marco propício da diversidade cultural - Os direitos culturais são parte integrante dos direitos humanos, que são universais, indissociáveis e interdependentes. O desenvolvimento de uma diversidade criativa exige a plena realização dos direitos culturais, tal como os define o Artigo 27 da Declaração Universal de Direitos Humanos e os artigos 13 e 15 do Pacto Internacional de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais. Toda pessoa deve, assim, poder expressar-se, criar e difundir suas obras na língua que deseje e, em particular, na sua língua materna; toda pessoa tem direito a uma educação e uma formação de qualidade que respeite plenamente sua identidade cultural; toda pessoa deve poder participar na vida cultural que escolha e exercer suas próprias práticas culturais, dentro dos limites que impõe o respeito aos direitos humanos e às liberdades fundamentais. 

. Rumo a uma diversidade cultural acessível a todos - Enquanto se garanta a livre circulação das idéias mediante a palavra e a imagem, deve-se cuidar para que todas as culturas possam se expressar e se fazer conhecidas. A liberdade de expressão, o pluralismo dos meios de comunicação, o multilinguismo  a igualdade de acesso às expressões artísticas, ao conhecimento científico e tecnológico – inclusive em formato digital - e a possibilidade, para todas as culturas, de estar presentes nos meios de expressão e de difusão, são garantias da diversidade cultural.
A desigualdade no acesso à cultura é enorme. Existem muitos brasis na hora de falar de saneamento básico, qualidade de vida e acesso à cultura. A diferença entre as regiões é apenas uma das faces do pouco acesso à cultura, uma vez que ainda temos 75% da população brasileira analfabeta (65% funcional e 8% absoluta) .
Mas como transformar esta situação se os direitos culturais não recebem nem a mesma atenção que os direitos humanos? Jason Prado, diretor da ONG Leia Brasil

Fonte: www.fatorbrasis.org

Receitas com abacaxi

Imagem Google

R

ABACAXI COM ESPECIARIAS

INGREDIENTES:


1 abacaxi
½ litro de vinho branco doce
50 gramas de adoçante em pó
Uma pitada de noz-moscada
Raspa de 1 limão
2 cravos-da-índia
Uma pitada de canela
8 grãos de pimenta
1 vagem de baunilha

MODO DE PREPARO:


Descasque o abacaxi e corte-o em rodelas. Leve uma panela ao fogo com o vinho, o adoçante, a raspa de limão e as especiarias. Deixe levantar fervura, junte as rodelas de abacaxi e deixe cozinhar por cerca de 20 minutos, em fogo brando. Após esse tempo, escorra a fruta e deixe ferver em fogo forte durante mais 10 minutos. Filtre-o em seguida, deixe esfriar e leve à geladeira juntamente com a fruta. No momento de servir, coloque as rodelas de abacaxi em pratos, regue com o molho e decore a gosto.


Receita de Abacaxi com Uvas

ABACAXI CO UVAS

INGREDIENTES:


2 Colheres (chá) de adoçante
2 fatias de abacaxi (100 gramas)
8 morangos médios (80 gramas)
50 gramas de uvas Itália

MODO DE PREPARO:


Ferver o abacaxi por 5 minutos. Colocar no prato. Ferver os morangos com as uvas e o adoçante em 1 xícara (chá) de água. Quando ferver, retirar do fogo, Separar as uvas e bater o restante no liquidificador. Coar em peneira de nylon. Colocar a calda sobre o abacaxi e enfeitar com as uvas cortadas ao meio.
Receita de Abacaxi cremoso

ABACAXI CREMOSO

INGREDIENTES:


2 Xícaras (chá) de leite desnatado
1 pacote de pudim diet baunilha
4 rodelas de abacaxi

MODO DE PREPARO:


Preparar o pudim com o leite e reservar. Bater o abacaxi no liquidificador e levar ao fogo para cozinhar um pouco. Misturar o pudim com o abacaxi e bater bem. Colocar em tacinhas individuais e levar à geladeira. Servir gelado.eceita de Abacaxi Grelhado com Gergelim

ABACAXI GRELHADO COM GERGELIM

INGREDIENTES:


2 Colheres (sopa) de melado de cana
1 Colheres(sopa) de gergelim crua
4 fatias de abacaxi
canela (opcional)

MODO DE PREPARO:


Colocar o melado em uma frigideira e deixar esquentar um pouco, adicionar as fatias de abacaxi e deixar grelhar por aproximadamente 1 minuto de cada lado, se quiser coloque a canela nesse momento. Reservar. Dourar o gergelim em uma panela até começar pular e ficar tostado. Retirar o abacaxi da frigideira, salpicar o gergelim e servir quente com sorvete de iogurte ou iogurte natural e ramos de hortelã.



 Receita de Abacaxi Grelhado

ABACAXI GRELHADO

INGREDIENTES:


8 fatias (450 gramas) de abacaxi com casca
½ colher de (sopa) de margarina light
½ colher de (sopa) de raspas de casca de laranja
1 colher de (sopa) de noz pecam picada
2 colheres de (sopa) de suco de limão
½ xícara de açúcar mascavo

MODO DE PREPARO:


Unte a margarina a grelha do forno e aqueça. Numa panela, misture o açúcar mascavo, o melado e o suco de limão. Pincele o abacaxi com parte dessa mistura e leve para grelhar por 5 min (com uma tampa por cima), virando as rodelas. Acrescente sal raspas e o suco de laranja à mistura da panela e deixe ferver até engrossar. Sirva com molho e as nozes.

Abacaxi com abobrinha e crema de alho

INGREDIENTES:


2 abobrinhas médias
3 colheres de (sopa) de farinha de trigo integral
1 colher de (sobremesa) de alecrim
½ xícara de (chá) de creme de leite light
2 colheres de (sopa) de azeite
2 xícaras de (chá) de água
4 dentes de alho amassados
Sal marinho a gosto

MODO DE PREPARO:


Corte as abobrinhas em rodelas e deixe em água fervente por 2 minutos. Escorra e reserve. Dilua a farinha de trigo na água. Reserve. Doure levemente o alho e o alecrim no azeite, coloque a mistura da farinha de trigo e mexa bem até cozinhar. Retire do fogo e acrescente o creme de leite. Coloque as abobrinhas em um refratário, cubra com o creme e leve ao forno, até que deem umas douradinha.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

CADA QUAL COM O SEU CADA UM.


Ele lutou muito para que seus filhos se formassem pela faculdade de direito, de pedagogia, psicologia ou medicina.  Mas que nada. Optaram por outras matérias. Ele que os queria dignos no que fizessem, os vê hoje entre o perigo da exposição de sua vida frente à morte como agente de polícia. Em contrapartida, seu filho mais novo desafia a vergonha de pertencer a uma classe que precisa de uma CPI investigativa para separar poucos dentre muitos que fazem uso em benefício próprio do dinheiro público. Ele precisa, entretanto, agradecer a ambos pela competência e dedicação que os capacitaram   às provas e a fazer parte do quadro da polícia federal, como agente investigativo e ao mais velho que obteve o maior número de votos válidos para o legislativo desse país e que para isso, não estudou menos do que precisava.  Portanto quis ele parabenizar os seus filhos, agora federais; agente da polícia e deputado com os seus melhores votos de justiça e caráter no desempenho nas funções e o amor de um pai, é claro,  que se vê orgulhoso e muito feliz.

domingo, 18 de novembro de 2012

Matança do porco - Castro Laboreiro / Portugal




Ainda o sol não nascera, já tudo estava preparado para a matança do porco.
Tradição secular em Castro Laboreiro, gente da terra, empenha-se em todo o processo desde o espetar da faca, a chamuscagem, até à abertura do mesmo.
Fui recebido cordialmente por esta gente, que fizeram questão de me dar a conhecer toda esta tradição.
Eu que estou inserido nesta comunidade castreja, e que vim da cidade, poderia achar um ato cruel com o animal, mas nos matadouros também eles morrem, e aqui são as pessoas que os criam e os matam para os seus sustento.
Poderei dizer que aqui em Castro Laboreiro a tradição ainda é o que era.
 
Quito Arantes/Portugal

sábado, 17 de novembro de 2012

Como reeducar a alimentação


Pesquisando pela internet achei essa excelente matéria sobre a reeducação alimentar, caso queiram ler mais assuntos clique AQUI e leiam mais sobre esse e outros assuntos referente a saúde, alimentação, diversão, esportes entretenimento e muito mais o portal Terra é muito versátil.
Reeducação alimentar é um termo muito comentado ultimamente como o "segredo" para eliminar peso e ter uma vida mais saudável, livre de doenças e do efeito sanfona. Mas você sabe no que consiste esse processo?
Durante toda a nossa vida, principalmente na infância, aprendemos o que e como devemos comer com nossos pais e pessoas da nossa convivência, nem sempre alimentos saudáveis

Quando ficamos mais velhos ou nos deparamos com alguma doença como hipertensão, colesterol ou mesmo com o sobrepeso, tomamos consciência da importância da alimentação para uma vida melhor e descobrimos que não nos alimentamos de forma balanceada.
Aí é que entra a reeducação alimentar, que na verdade consiste na mudança de alguns hábitos, mas sem deixar de fora o que faz parte da cultura do indivíduo.
A principal coisa que devemos aprender é que areeducação alimentar não consiste em deixar de comer tudo o que gosta e passar a comer somente frutas, verduras, legumes e alimentos light. Muito pelo contrário, é aprender que você pode comer tudo, mas sem exageros e de forma equilibrada.
O ideal é que o processo seja feito individualmente e com orientação de uma nutricionista, pois uma recomendação pode ser adequada para uma pessoa mas não será para outra. Deve-se levar em conta o estilo de vida, assim como a presença de doenças pré-existentes.
Mas de maneira geral podemos pontuar algumas atitudes que qualquer pessoa pode adotar para "reeducar" a sua alimentação:
- Beba de 8 a 10 copos de água por dia;
- Evite o consumo de alimentos industrializados e fast-food;
- Substitua refrigerantes por sucos de frutas naturais;
- Inclua alimentos integrais no seu cardápio;
- Evite o consumo de alimentos ricos em gordura como: frituras, carnes gordas, queijos amarelos, manteiga;
- Doces são permitidos, mas esporadicamente e em pequena quantidade;
- Pratique atividade física regularmente.
Agora veja um exemplo de cardápio balanceado para a sua reeducação alimentar:
Tabela de nutrição
TABELA DE SUBSTITUIÇÃO
Tabela de substituição
Mudar hábitos não é fácil. É uma tarefa que requer esforço e disciplina, mas é possível. Quando o objetivo maior é a saúde, a prevenção de doenças e o melhor aproveitamento do organismo, o esforço vale a pena.
E o mais importante, tenha prazer ao se alimentar. Tudo o que fazemos encarando como sacrifício e sofrimento, não conseguimos manter por muito tempo.
Por:
Camila Rebouças de Castro
Nutricionista - CRN-3 14.112


Neste link irá achar uma boa complementação para ajudar na sua trajetória da boa reeducação alimentar: http://vivendoavidabemfeliz.blogspot.com.br/p/saude_25.html 

A dieta em descontração

Imagem: Google


Tenho dois grandes problemas em relação a meu peso:
1 - Dificuldade de emagrecer e 2 - Facilidade de engordar.

Em algum lugar do meu DNA implantaram um gene de urso polar e meu organismo sempre tem a sensação de que eu vou hibernar durante seis meses e, assim, resolve guardar tudo o que como, pra sobreviver ao inverno. 

O problema é que a vida do urso polar é só inverno.
Sem contar que eu devo ter um sério distúrbio oftalmológico, ligado ao acúmulo de gordura, porque basta eu olhar para uma lasanha que minha bunda aumenta. 


Claro, ao longo da vida já engordei, emagreci, engordei, emagreci, como qualquer sanfona histérica. Nada de tão grave que me impedisse de virar a roleta no metrô com uma pequena ajuda ou que me fizesse entalar na roda-gigante. 

O caso é que nesse engorda-emagrece engorda-emagrece, eu parei por último no engorda.
O problema é que passar a vida inteira preocupada com o peso é um porre. 
E a pior parte é ouvir as mesmas soluções e receitas de dieta que você não vai fazer, como: "Comer muita fruta, muita verdura, cortar massas e suspender o açúcar".

Ah, então tá. Vamos cortar as massas.
Pega a tesoura, por favor, que eu vou picotar o espaguete e já volto.
O açúcar eu vou guardar em cima do armário prá ficar suspenso.

As frutas eu vou comer, todas, como um bom abacatesão e uma jaca gay.

Vamos deixar de ser hipócritas, o mundo ocidental, capitalista, foi projetado para produzir gente gorda. Você vai na lanchonete e tudo é gorduroso, calórico e cheio de açúcar. Pra disfarçar eles vendem uma daquelas saladinhas transgênicas cuja embalagem é mais saudável que o conteúdo. 
Em qualquer lugar do planeta, na padaria, no posto de gasolina, na banca de revistas, você pode comer salgadinhos, bala, chocolate, tudo que engorda. Ninguém nunca viu um pacote de cenoura picada, pepino em rodelinha, talos de salsão na boca de caixa da padaria. 

Porém, não é só a ingestão da comida que é programada para deixar você obeso e infeliz:
Todo o marketing da indústria do emagrecimento foi construído para mentir e levar seu dinheirinho. 


As modelos que vendem aparelhos de ginástica, fazem lipo, botam silicone e depois vão dizer que foi aquela cadeirinha super-duper-lipo-sculpt, em quatro cancelinhas de xis e noventa e nove, que fez com que ela ficasse com aquele corpinho. 

O apresentador toma remédio pra emagrecer, faz uma plástica e depois vende diet-sucos pra enganar você. Quem nasceu magro, seja magro de ruim ou magro de fome, está na vantagem.
Vai economizar muito dinheiro, tempo e sanidade mental. 


Quem tem tendência a sair rolando, sabe como é o momento de enfrentar a balança do banheiro. Primeiro você tira a roupa, o sapato, a meia, e sobe na balança (eu tiro tb a piranha do cabelo e os óculos de grau, mas daí, na hora de ver o peso sem os óculos, sempre acho que estou vendo errado. Não acredito naqueles quilos todos. 

Aí você faz xixi, escova os dentes, corta as unhas, pra se livrar de mais alguns gramas e sobe na balança de novo... Nada! O ponteiro já está rindo da sua cara e não sai do lugar.
Você resolve botar mais coisas pra fora.
Chora, corta o cabelo, tira a sobrancelha, depila as pernas, arranca uma obturação. Nada!

Dá vontade de pular da janela, mas morrer gordo e pelado é o pior vexame (HHHHHHAAAA!).
Melhor ficar vivo com uma roupinha larga.


Você volta, se veste e sai do banheiro se sentindo uma pizza de ontem grudada na tampa, um lixo, um nada. Mas, dizem que enquanto há vida há ex-pelancas e para tudo há uma solução. 
É só você fazer reeducação alimentar. Ah, bom!
Era isso... Falta de educação.


Agora sim, vou dividir minhas horas do dia, fragmentar as refeições, ingerir mais proteínas do que carboidratos, trocar o açúcar por adoçante e tudo vai dar certo. Sim, porque no fim, você vai ao spa, faz uma lipo, bota uma prótese. 

Se não der certo, você grampeia o estômago, costura a boca e amplia o reto!
Você vai ver que fácil vai ser, você vai ficar magro, direto!


"O que eu faria com uns 'quilinhos' a menos'?
Sairia correndo pra dar um soco na cara do imbecil que criou esse comercial!
Aproveitando o nome do remédio já faço a rima: vá K-gá (hahahahahahahaha) no matagal!!! 

Agora, com licença que eu tenho que sair pra caminhar.
Sabe, fazer exercícios queima calorias... Emagrece... Ou pelo menos, desengorda!

Doença Celíaca- intolerância ao glútem


É uma intolerância permanente ao Glúten que acomete indivíduos com predisposição genética.
A Doença Celíaca geralmente se manifesta na infância, entre o primeiro e o terceiro ano de vida (Na introdução de alimentação à base de papinhas engrossadas com cereais proibidos, com bolachas, pão, sopinhas de macarrão...), podendo surgir em qualquer idade, inclusive no adulto.
É uma proteína presente no TRIGO, na AVEIA, na CEVADA (no subproduto da cevada, que é o MALTE) e no CENTEIO (T.A.C.C.) e em todos os alimentos e produtos preparados com esses cereais.
O Glúten não desaparece quando os alimentos são assados ou cozidos.
A fração tóxica do Glúten encontrada no TRIGO é chamada de Gliadina.
O Glúten agride e danifica as velosidades do intestino delgado prejudicando a absorção dos nutrientes dos alimentos.
Os sintomas podem variar de pessoa para pessoa.
Em nosso meio, o quadro clínico mais comum é caracterizado por diarréia crônica acompanhada de barriga inchada e perda de peso, além de vômitos, anemia, atraso no crescimento, irritabilidade e apatia.
O quadro abaixo apresenta as manifestações clínicas da doença celíaca, assim como os grupos de risco que devem ser investigados para o diagnóstico desta intolerância.
FORMA CLÁSSICA:
• Diarréia Crônica;
FORMA ATÍPICA:
• Baixa estatura;
• Anemia por deficiência de ferro refratária à ferroterapia oral, anemia por deficiência de folato e vitamina B12;
• Osteoporose;
• Hipoplasia do esmalte dentário;
• Artralgias ou artrites;
• Constipação intestinal refratária ao tratamento;
• Atraso puberal, irregularidade do ciclo menstrual;
• Esterilidade;
• Aborto de repetição;
• Ataxia, epilepsia (isolada ou associada a calcificação cerebral), neuropatia periférica, miopatia;
• Manifestações psiquiátricas (depressão, autismo, esquizofrenia);
• Úlcera aftosa recorrente;
• Elevação das enzimas hepáticas sem causa aparente;
• Fraqueza ou perda de peso sem causa aparente;
• Edema de aparição abrupta após infecção ou cirurgia;
GRUPOS DE RISCO:
• Familiares de primeiro grau de pacientes com doença celíaca;
• Anemia por deficiência de ferro refratária à ferroterapia oral;
• Redução da densidade mineral óssea;
• Atraso puberal ou baixa estatura sem causa aparente;
• Portadores de doenças auto-imunes como diabetes melito insulino dependente, tireoidite auto-imune, deficiência seletiva de IgA, síndrome de Sjögren, colestase auto-imune, miocardite auto-imune;
• Síndrome de Down;
• Síndrome de Turner;
• Síndrome de Williams;
• Infertilidade;
• História de aborto espontâneo;
• Dermatite herpetiforme
Pode ser considerada uma variante da doença celíaca em que o indivíduo apresenta lesões de pele pruriginosas, apresentando também intolerância permanente ao Glúten.


COMO SE FAZ O DIAGNÓSTICO DA DOENÇA CELÍACA ?Através de exames sorológicos como os anticorpos antigliadina ou antiendomísio ou antitransglutaminase, os dois últimos mais precisos.
É Absolutamente Necessária a realização da biópsia do intestino delgado (BID) para estabelecer o diagnóstico da Doença Celíaca.
Não existem motivos que justifiquem iniciar dieta isenta de glúten sem realizar a biópsia.
A mesma pode ser realizada por cápsula conforme a metodologia clássica, ou por endoscopia digestiva alta. Em ambos os casos é importante o envolvimento de profissionais habituados com o diagnóstico da doença celíaca, tanto para a obtenção dos fragmentos intestinais como para sua avaliação.
QUAL O TRATAMENTO ?O único tratamento consiste na dieta isenta de glúten por toda a vida.
O tratamento parece simples, porém inúmeros problemas podem levar o paciente a transgredir a dieta, como por exemplo:
• Desconhecimento dos cereais proibidos, assim como que o glúten deve sempre ser excluído da dieta, não se podendo comer nem um pouquinho;
• Descrença quanto à quantidade dos cereais proibidos (qualquer quantidade de glúten é prejudicial e agressiva aos celíacos);
• Dificuldades financeiras, pois os alimentos permitidos são os de custo mais alto;
• Hábito do uso de farinha de trigo na alimentação
(pão, macarrão, bolachas, biscoitos, bolos, empanados com
farinha de trigo, farinha de pão ou de rosca);
• Falta de habilidade culinária para preparar alimentos substitutivos;
• Forte pressão da propaganda de alimentos industrializados
proibidos que leva ao consumo de tais produtos e,
• Rótulos ou embalagens que nem sempre contêm a composição
correta ou bem clara dos ingredientes.
Posso comer Não posso comer
É INFINITA A LISTA DE ALIMENTOS QUE O CELÍACO PODE COMER.
SÓ PARA LEMBRAR...
CEREAIS: Milho, Arroz...
FARINHAS: Arroz, Mandioca, Milho, Fubá, Fécula de Batata, Fécula de Mandioca, Polvilho Doce, Polvilho Azedo...
GORDURAS: Gordura Vegetal, Óleos, Margarinas...
LATICÍNIOS: Leite, Manteiga, Queijos, Derivados...
CARNES e OVOS: Aves, Suínos,
Bovinos, Caprinos, Miúdos, Peixes, Frutos do Mar...
HORTALIÇAS E LEGUMINOSAS:
Folhosas, Legumes,
Tubérculos (Feijão, Cará, Inhame, Soja, Grão de Bico, Ervilha, Lentilha, Batata, Mandioca...
FRUTAS: Todas, ao natural e sucos.
ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS:Lei 10.674 de 16/05/2003 sancionada pelo Presidente Luíz Inácio Lula da Silva, em vigor desde 16/05/2004 institui:
Art. 1º Todos os alimentos industrializados deverão conter em seu rótulo e bula, obrigatoriamente, as inscrições "Contém Glúten" ou "Não Contém Glúten", conforme o caso.
§ 1º A advertência deve ser impressa nos rótulos e embalagens dos produtos respectivos assim como em cartazes e materiais de divulgação em caracteres com destaque, nítidos e de fácil leitura.
§ 2º As indústrias alimentícias ligadas ao setor terão o prazo de um ano, a contar da publicação desta Lei, para tomar as medidas necessárias ao seu cumprimento. NENHUM ALIMENTO QUE CONTENHA:
TRIGO, AVEIA,
CENTEIO, CEVADA
e MALTE.
ATENÇÃOQualquer quantidade de Glúten, por mínima que seja, é prejudicial para o celíaco; Leia com atenção todos os rótulos ou embalagens de produtos industrializados e, em caso de dúvida, consulte o fabricante, se persistir a dúvida, não consuma; Não reutilize óleos onde foram fritos empanados com Farinha de Trigo ou Farinha de Rosca (feita de pão torrado); Não engrosse pudins, cremes ou molhos com Farinha de Trigo, use Amido de Milho; Não utilize as farinhas proibidas para polvilhar assadeiras ou formas.
A L E R T ACuidado com peixes grelhados, pois, em muitos locais coloca-se Farinha de Trigo na grelha ou no peixe para evitar que ele grude na chapa ou grelha. Peça para mudar para Fubá ou Farinha de Mandioca;
Muitos se esquecem que Farinha de Rosca ou Farinha de Pão também são alimentos proibidos.
Ambos são derivados do pão confeccionado com Farinha de Trigo, por isso, cuidado com empanados.
A doença celíaca (também conhecida como enteropatia glúten-induzida) é uma patologia autoimune que afeta o intestino delgado de adultos e crianças geneticamente predispostos, precipitada pela ingestão de alimentos que contêm glúten. A doença causa atrofia das vilosidades da mucosa do intestino delgado, causando prejuízo na absorção dos nutrientes, vitaminas, sais minerais e água.
Os sintomas podem incluir diarréia, dificuldades no desenvolvimento (em crianças) e fadiga, embora possam estar ausentes. Além disso, diversos sintomas associados em todos os sistemas do corpo humano já foram descritos.
A doença é muito comum, afetando aproximadamente 1% das populações Indo-européias, embora seja significativamente não-diagnosticada, já que na maioria dos portadores ela causa sintomas mínimos ou ausentes. Ocorre mais comumente em mulheres, na proporção de 2:1, e é mais comum em parentes de primeiro grau de portadores.
Já foi também chamada de espru celíaco, espru não-tropical ou enteropatia glúten sensível, nomes que ainda aparecem em algumas referências sobre o assunto.
Sinais e sintomas
Os sintomas clássicos da doença celíaca incluem diarréia, perda de peso (ou falta de crescimento nas crianças) e fadiga, mas mesmo a doença celíaca sendo uma doença dos intestinos principalmente, os sintomas relacionados aos intestinos podem ser limitados ou até mesmo ausentes. Alguns pacientes são diagnosticados com sintomas relacionados à absorção diminuída de nutrientes ou com vários outros sintomas que, embora estatisticamente relacionados, não possuem clara relação com o mau funcionamento dos intestinos. Dada esta vasta gama de possíveis sintomas, a tríade clássica de sintomas não é mais uma obrigação para o diagnóstico.
As crianças entre os 9 e 24 meses tendem a apresentar sintomas intestinais e problemas de crescimento logo após a primeira exposição a produtos que contenham glúten. Crianças mais velhas podem ter mais problemas relacionados à má-absorção e problemas psicosociais, enquanto adultos geralmente têm problemas de má-absorção. Muitos adultos com a doença mais sutil possuem somente fadiga ou anemia.
Gastrointestinais
A diarréia característica da doença celíaca é pálida, volumosa e mal-cheirosa. Podem também estar presentes dor abdominal e cãibra, distensão abdominal (devido à produção fermentativa de gases intestinais) e úlceras na boca. Assim que os intestinos se tornam mais lesados, uma grau de intolerância à lactose pode se desenvolver. Entretanto, a variedade de sintomas gastrointestinais que podem estar presentes em pacientes com doença celíaca é grande, e alguns podem ter um hábito intestinal normal ou mesmo ter obestipação. Frequentemente os sintomas são atribuídos à síndrome do intestino irritável, somente sendo reconhecido posteriormente a doença celíaca. Uma pequena proporção dos pacientes com sintomas desta síndrome possuem a doença celíaca, logo um exame minucioso pode ser necessário.
A doença celíaca leva a um risco aumentado de adenocarcinoma e linfoma do intestino delgado, que pode diminuir aos padrões normais com a dieta adequada. A doença quando presente por muito tempo pode levar a outras complicações, como a jejunite ulcerativa (formação ulcerativa do intestino delgado) e um estreitamento como resultado das cicatrizações.
Relacionados à má-absorção
As mudanças no intestino o tornam menos capaz de absorver nutrientes, minerais e as vitaminas lipossolúveis A, D, E e K.
• A dificuldade em absorver carboidratos e gorduras pode causar perda de peso (ou dificuldades de desenvolvimento nas crianças) e fadiga ou falta de energia.
• Pode ser desenvolvida anemia de diversas formas: a má-absorção de ferro pode causar anemia ferropriva e a má-absorção de ácido fólico e vitamina B12 pode dar origem a uma anemia megaloblástica.
• A má-absorção de cálcio e vitamina D (e o hiperparatireoidismo secundário compensatório) pode causar osteopenia (conteúdo mineral do osso diminuído) ou osteoporose (fraqueza óssea e risco de fraturas aumentado).
• Uma pequena proporção (10%) possui coagulação anormal devido à deficiência de vitamina K, e podem estar propensos a desenvolver sangramentos anormais.
• A doença celíaca também é associada a um supercrescimento bacteriano do intestino delgado, o que pode piorar a má-absorção ou causar má-absorção após tratamento.
Fatores genéticos
A doença celíaca é causada pela ingestão do glúten em indivíduos genteticamente predispostos. Existem fortes evidências de que os alelos HLA-DQ2 ou HLA-DQ8 são os responsáveis a doença. No entanto existem outros genes, não pertencentes ao sistema HLA, que podem determinar a doença mas que poderiam agir, teoricamente, de forma aditiva ou multiplicativa em conjunto com HLA.
VariadosA doença celíaca tem se relacionado com diversas condições. Em muitos casos não se sabe ainda se a doença celíaca é um fator que causa estas condições ou se elas compartilham uma predisposição comum.
• Deficiência de IgA está presente em 2% dos pacientes com doença celíaca, e por sua vez esta condição apresenta risco dez vezes maior de doença celíaca. Outras características desta condição são um arisco aumentado de infecções e doença autoimune.
• Dermatite herpetiforme; essa condição cutânea de coceira tem sido ligado à enzima transglutaminase na pele, apresentando mudanças no intestino delgado idênticas àquelas da doença celíaca e ocorrendo mais frequentemente (2%) em pacientes com doença celíaca.
• Associações neurológicas: epilepsia, ataxia (problemas de coordenação), mielopatia e neuropatia periférica têm sido relacionados com a doença celíaca.
• Dificuldades no crescimento e/ou puberdade atrasada no final da infância podem ocorrer sem os sintomas intestinais óbvios e má-nutrição. A avaliação do retardo no crescimento inclui uma análise mais minuciosa de doença celíaca.
• Aborto espontâneo e infertilidade.
• Hipoesplenismo (um baço pequeno e pouco ativo) - não se sabe se isso realmente aumenta o risco de infecção em pacientes com a doença celíaca.
• Outros distúrbios auto-imunes: diabetes mellitus tipo 1, tireoidite auto-imune, cirrose biliar primária e colite microscópica.
Diagnóstico 
Endoscopia de um duodeno com atrofia de pregas
Diversos exames podem ser realizados para auxiliar o diagnóstico. O nível dos sintomas pode determinar quais testes devem ser realizados, mas todos exames perdem sua utilidade se o paciente já estiver com uma dieta livre de glúten. As lesões intestinais começam a curar poucas semanas após o glúten ser removido da dieta e os níveis de anticorpos diminuem ao longo dos meses. Para aqueles pacientes que já iniciaram por si próprios uma dieta livre de glúten, pode ser necessário realizar uma nova investigação ao se ingerir 10g de glúten (quatro fatias de pão) por dia 2 a 6 semanas antes de repetir os exames investigatórios. Os pacientes que apresentam sintomas severos (como diarréia) mais precocemente podem ser examinados antes do período de 2 a 6 semanas.
Exames de sangue
A serologia através de um exame de sangue é útil tanto no diagnóstico de doença celíaca (alta sensibilidade de cerca de 98%, ou seja, o exame não detecta 2 em cada 100 casos) quanto em sua exclusão (alta especificidade de mais de 95%, ou seja, um resultado positivo no exame é muito propenso a confirmar uma doença celíaca do que outra condição). Devido às maiores implicações do diagnóstico da doença celíaca, recomenda-se aos profissionais que após um resultado positivo no exame de sangue ainda seja realizada uma endoscopia complementar. Um resultado negativo no exame ainda pode fazer com que seja necessária uma biópsia, no caso da suspeita ser muito grande. A biópsia abrangeria os 2% restantes dos casos não-diagnosticados, assim como oferecer explicações alternativas para os sintomas. Dessa maneira, a endoscopia com biópsia ainda é considerada o padrão ouro no diagnóstico da doença celíaca.[1][5]
Há exames sorológicos que auxiliam o diagnóstico,como o teste antiendomísio (IgA-EMA), que tem uma especificidade e sensibilidade próxima de 100%, e o teste ELISA que pode detectar a presença de anticorpos anti-transglutaminase (tTG), mas não são suficientes para diagnosticar a doença sozinhos. Nas pessoas com essa doença, a ingestão de glúten provoca danos à mucosa do intestino delgado, dificultando a digestão.
EndoscopiaO diagnóstico é realizado através de biópsia da mucosa intestinal na sequência de uma endoscopia digestiva, e/ou da resposta à dieta isenta de glúten.
Outros exames
Outros exames que podem ajudar no diagnóstico são exames de sangue para uma contagem sanguínea completa e medição dos níveis de eletrólitos, cálcio, função renal, enzimas do fígado, vitamina B12 e ácido fólico. Os exames de coagulação (tempo de protrombina e tempo de tromboplastina parcial ativada) podem ser úteis para identificar deficiência de vitamina K, o que torna os pacientes mais suscetíveis a sofrer hemorragias. Estes exames devem ser repetidos durante o acompanhamento da doença, assim como medição dos níveis de anticorpos anti-tTG titres.[1]
Recomenda-se que os profissionais[1] procurem em seus pacientes osteoporose através da técnica DEXA.
Fisiopatologia
Diagrama mostrando os diferentes estágios da doença celíaca
Acredita-se que a doença celíaca seja causada pela ativação da resposta imune celular (células-T) e humoral (células-B) em resposta à exposição ao glúten em pessoa geneticamente susceptível. Apesar de ser frequentemente chamada de alergia ao glúten, a doença celíaca não é causada por processo alérgico, mas autoimune. A lesão característica da doença celíaca é a atrofia da mucosa do intestino delgado, levando ao prejuízo na absorção dos nutrientes, vitaminas, sais minerais e água.
As mudanças patológicas clássicas do intestino delgado são categorizadas através da "classificação Marsh":[16]
• Estágio Marsh 0: mucosa normal
• Estágio Marsh 1: número aumentado de linfócitos intra-epiteliais, geralmente mais de 20 a cada 100 enterócitos
• Estágio Marsh 2: proliferação das criptas de Lieberkuhn
• Estágio Marsh 3: atrofia completa ou parcial das vilosidades
• Estágio Marsh 4: hipoplasia da arquitetura do intestino delgado
As mudanças geralmente melhoram ou são revertidas após o glúten ser removido da dieta, devendo ser realizada diversas biópsias meses (4 a 6) após o início da exclusão do glúten.
Dieta
O trigo é a principal fonte de glúten na natureza
Atualmente, o único tratamento efetivo é uma dieta estritamente sem glúten, por toda a vida. Noventa por cento dos pacientes que são tratados com a dieta livre de glúten apresentam melhora dos sintomas em 2 semanas. Não existem medicamentos que previnam os danos, nem que previnam o corpo de atacar os intestinos quando o glúten estiver presente. A aderência estrita à dieta permite que os intestinos se curem, com a regressão completa da lesão intestinal e resolução de todos os sintomas na maior parte dos casos. Dependendo de quão cedo a dieta começar, ela também pode eliminar o risco aumentado de osteoporose e de câncer intestinal. O acompanhamento de um nutricionista é geralmente requisitado para garantir que o paciente esteja consciente de quais comidas possuem glúten, quais comidas são seguras e como ter uma dieta balanceada apesar das suas limitações. Em muitos países estão disponíveis produtos livres de glúten sob prescrição médica e podem ser reembolsados pelos planos de saúde. Cada vez mais fabricantes estão produzindo produtos livres de glúten, alguns dos quais possuem sabor e aparência quase indistinguíveis de seus originais.
A dieta pode ser incômoda. Enquanto as crianças pequenas podem obedecer a seus pais, os adolescentes podem desejar esconder seu problema ou se rebelar contra as restrições da dieta, podendo ter uma recaída. Muitos produtos contêm traços de glúten mesmo que sejam aparentemente livres de trigo. Os produtos livres de glúten são geralmente mais caros e difíceis de encontrar do que os alimentos que contêm trigo.
Mesmo com a dieta, a qualidade de vida relacionada à saúde pode ser diminuída nas pessoas com doença celíaca. Alguns possuem sintomas digestivos persistentes ou dermatites herpetiformes, úlceras na boca, osteoporose e fraturas. Podem estar presentes sintomas sugestivos de síndrome do intestino irritável, e existe uma taxa aumentada de ansiedade, fadiga, dispepsia e dor musculoesquelética.[19]
Doença refratária
Uma pequena minoria dos pacientes sofrem de doença refratária, o que significa que eles não melhoram com uma dieta livre de glúten. Isto pode acontecer porque a doença está presente há tanto tempo que os intestinos não são mais capazes de se curarem sozinhos com a dieta, ou porque o paciente não está aderindo à dieta, ou porque o paciente está consumindo comidas que são contaminadas com glúten. Se as causas alternativas forem eliminadas, esteróides ou imunosupressores (como a azatioprina) podem ser considerados neste cenário.
Condições Associadas
A doença celíaca pode estar associada a outras condições:
• câncer - há maior risco de linfoma não-Hodgkin, adenocarcinoma do intestino delgado e carcinoma de células escamosas esofágico ou orofaríngeo
• osteoporose
• redução na fertilidade
• outras doenças autoimunes - especialmente diabetes tipo 1, hepatite autoimune, tireoidopatia e síndrome de Sjögren
• dermatite herpetiforme
• Linfoma MALT
HistóriaA doença celíaca é conhecida desde o Século XI, mas foi só em 1888 que Samuel Gee, um pesquisador inglês, a descreveu em detalhes e achou que as farinhas poderiam ser as causadoras da moléstia. Em 1950, Dicke, um pediatra holandês, observou que durante a guerra, quando o pão esteve escasso na Europa, diminuíram os casos de doença celíaca. Três anos depois ele conseguiu comprovar sua teoria, deixando claro o papel do glúten (contido no trigo, cevada, aveia e centeio) na provocação da doença.
Maiores informações sobre a Doença Celíaca, procure as Acelbras - Associações de Celíacos do Brasil
Fonte: http://pt.wikipedia.org/
http://www.semgluten.com.br/html/celiaca.htm
Fotos: Net

.

Ei!

O que estou escrevendo aqui NÃO É PESSOAL E NÃO SE

REFERE A NINGUÉM DA VIDA VIRTUAL E SIM DOS MEUS VIZINHOS

DE BAIRRO, OK?

Escrevo aqui para me expressar somente. Penso que estamos vivendo mais um dia e que devemos ser gratos a Deus e aproveitarmos todo aprendizado que esse dia nos trouxer. Devemos: usar máscara, mesmo os já vacinados , usar álcool gel, lavar as mãos ao chegarmos da rua, deixarmos os sapatos do lado de fora até serem limpos, evitarmos contato físico com pessoas que não vivem no mesmo recinto, evitar viajar (sem ser necessário) viajar a lazer nem pensar, não é hora de lazer, ainda que secos para tal estejamos. Eu ando com muita saudade dos meus amigosafilhados, das minhas irmãs e meu cunhado e de ver minha casa no RJ que está fechada desde janeiro de 2020, quando lá estive. Uma coisa tem me chamado muito a atenção: Parece que já terem sido contaminados e terem sobrevivido e a possibilidade da vacina, já deu a algumas muitas pessoas a ideia de estarem totalmente livres de contaminação, bem como os que já tomaram a vacina e passaram a ficar descuidados. Isso me preocupa muito. Estou reclusa em casa com meu marido e filho caçula há mais de 1 ano, vejo muito pouco meu filho mais velho, esposa e filhas que moram na cidade vizinha. Detesto não me sentir livre para ir e vir e mesmo para caminhar na orla que fica ha 3 ruas da minha casa. Vamos resistir mais um pouco, vamos preservar nossa saúde física e mental o mais que pudermos. Por hoje é o que eu penso; caso entendam que eu esteja errada: me perdoem. Bjins de bons dias a todos. CatiahoAlc.

Postagens mais visitadas

Atua LIz Ações