Web Statistics

Minhas Frases preferidas desde sempre:

"A felicidade de um amigo deleita-nos.

Enriquece-nos. Não nos tira nada.

Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade)

não existe."

Jean Cocteau

...

"Saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."

Rubem Alves

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

OBSERVAÇÃO NECESSÁRIA

LEITORESAMIGOS, Vocês já devem ter notado que as Publicações no Espelhando são compostas de mais de um item: Um Texto - Uma Can Cão - uma Poesia - IMagens. Deixo claro que: 1- Sou a única responsável pelas publicações 2- e seus conteúdos. 2- OS Itens das Publicações é para que CADA UM AMIGOLEITOR SÓ LEIA O QUE DESEJAR: OU O TEXTO (CON VERSA) OU A POESIA (COM VERSOS) OU OUÇA A MÚSICA (CAN ÇÃO) OU AS IMAGENS (FOTOS). CONTO COM A COMPREENSÃO DE VOCÊS QUERIDOS LEITORESAMIGOS CatiahoAlc.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Linda quinta pra nós ouvindo Chico em Gente Humilde

   Sabe, ser mulher poeta não me difere de nenhum outro Ser Hu Mano, 
apenas me dá o direito de viver e sentir do meu jeito as situações .
 Ontem foi o dia da Saudade(no calendário, sabiam?), 
pois senti uma saudade danada do meu pai, da minha mãe, do meu irmão.
 Gente que já não pode mais voltar ao plano físico.
 Senti saudades também de algumas poucas pessoas que  fazem parte do meu dia
 a dia, como filhos e neta. Porém  especialmente, senti uma saudade danada 
da família que não é a de sangue; sim de coração que escolhi para amar e que 
vive longe, bem longe dos olhos, mas perto, bem perto do coração;
 meu  e do meu par(esposo).
   Não sei se a música abaixo tem a ver com saudade, ao escrever esse post 
foi ela que me veio a mente para essa nova quinta-feira de nossas vidas.
   Bom dia, aliás, ótimo último dia desse lindo mes de janeiro que também
 deixará saudades!
   Sigamos adiante
 entre sonhos e delírios sempre.
Catiaho Reflexo d'Alma



Gente Humilde
Chico Buarque

Tem certos dias
Em que eu penso em minha gente
E sinto assim
Todo o meu peito se apertar
Porque parece
Que acontece de repente
Como um desejo de eu viver
Sem me notar
Igual a tudo
Quando eu passo no subúrbio
Eu muito bem
Vindo de trem de algum lugar
E aí me dá
Como uma inveja dessa gente
Que vai em frente
Sem nem ter com quem contar

São casas simples
Com cadeiras na calçada
E na fachada
Escrito em cima que é um lar
Pela varanda
Flores tristes e baldias
Como a alegria
Que não tem onde encostar
E aí me dá uma tristeza
No meu peito
Feito um despeito
De eu não ter como lutar
E eu que não creio
Peço a Deus por minha gente
É gente humilde
Que vontade de chorar

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Quarta Amadurecendo enquanto 30 dias após Completar 50 anos; Sou Lida por Clarice...

Imagem do Google








"Enquanto leio Clarice,
ela, através de seus textos, nesse momento
é a única que  lê a mulher que cismo guardar. 
"Catiaho Reflexo d'Alma


"Às vezes sentava-se na rede, 
balançando-me com o livro aberto no colo, 
sem tocá-lo, em êxtase puríssimo.
Não era mais
 uma menina com um livro: 
era uma mulher com seu amante."
Clarice Lispector


"Minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. 
Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita. Tem o peso de uma lembrança. Tem o peso de uma saudade. 
Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. 
E a lágrima que não se chorou. Tem o imaterial peso da 
solidão 
no meio de outros."

Clarice Lispector




"Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se
 come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda
 que a presença é pouco: quer-se absorver a outra 
pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes
 que se tem na vida."
Clarice Lispector



terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Todos os Dias


Acordo bem cedo,
ainda  de olhos fechados revejo meu dia anterior
e busco sabedoria para começar meu novo dia.
Agradeço tudo que tenho e 
Peço sabedoria para lidar com maldade
e egoismo dos seres que a meu redor
cismam ...
Amo viver,
amo fazer poesia
mas   desprezo 
quem  mente
e faz de conta que se importa.
Feliz dia para todos que da verdade
fazem nossa  bandeira.
Essa terça- feira me lembra essa  frase
 e dedico a vocês todos que
me respeitam e juntos celebram a
Vida...
"“O pequeno príncipe pergunta a serpente:
- Você não se sente sozinha aqui no deserto?
E ela lhe responde:
- “No meio da multidão também nos sentimos sozinhos
.”"Frase do Pequeno Príncipe
Lindo  dia todos os dias!
Bjins entre  sonhos e delírios
Catiaho Reflexo d'Alma

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Toda segunda feira...Tempo de Renovo.



Acordo com as esperanças renovadas.
Sonhos em ponto de bala.
Tristezas incineradas
E a esperanças  acentuada na cor  verde
Que é minha cor preferida.
Na da recomeça segunda se não a semana
E nós na verdade seguimos adiante.
Eu revigorada me prometo que não
Perderei tempo,




Não chorarei por quem não me tem respeito e apreço
Mas manterei protegido o amores e amizades preciosas
Me esforcarei para ouvir meu coração se ele
Aliado a razão de impulsionarem para que lado seja
Desde que me resgate pra mim
A todo momento
Toda segunda faço promessas que somente Eu posso cumprir 
E acreditem se depender de mim: cumpro.
Essa é uma segunda especial pois minha vontade de
Viver  esta acesa 
E minha vontades todas
À Flor da Pele.
Portanto Bom dia queridos entre meus sonhos e delírios e que venha a semana!rsrs


domingo, 27 de janeiro de 2013

Maratona Poética de Domingo 27 de janeiro de 2012: Olhar à frente

Depois de tantas tentativas de resgate de não sei o que, de não quero mais saber quem, nem pra onde;
entendi que não há como saber que  Almas valem à pena...
Volto o pensamento a uma frase proferida pelo que
tenho por mestre na escrita.... Disse ele a essa poeta mais ou menos assim:
" Quem cuida de outros acaba por esquecer de si mesmo"silvioafonso. Sou infinitamente feliz e grata pelo alerta de quem tem cuidados em minha direção, isso de cuidados não me é comum. Não precisei ouvir novamente   por isso hoje olho adiante,
abraço com vontade aos que  me aguardam de braços em minha direção.
Esperar de braços abertos? Não mais. Entendo que "sem reciprocidade não há dialogo, nem afeto.
Ser feliz é Olhar Adiante com Simplicidade Sempre...
Viver bem é simples assim e desejo a todos que me cercam esse entendimento.
Catiaho Reflexo d'Alma entre meus delírios e delírios


Molho branco picante



Ingredientes
250g de maionese

½ lata de creme de leite fresco

1 colher de sopa de pimenta vermelha seca

3 colheres de sopa de suco de limão

3 colheres de sopa de conhaque


Modo de Preparar
Outra receita em que os ingredientes são apenas bem misturados numa molheira até que se obtenha um creme consistente. Sirva na própria molheira para acompanhar legumes crus (pepinos, cenouras, rabanetes e pimentões cortados em tiras).

Fonte: Livro de Receitas de Churrasco

Postagem programada para período de férias.
26/01/13 10:30

SONETO DO DESAPEGO


SONETO DO DESAPEGO

Só por hoje abra mão do celular…
Abra mão de assistir televisão…
De abrir o guarda-roupas e apanhar
Aquela roupa que chame atenção;

Só por hoje comece a caminhar…
Deixe lá na garagem o carrão;
Vislumbre a natureza com o olhar…
Sinta a vida real com o coração;

Seja rico de amor e de sorrisos…
Desapegue-se e encontre paraísos…
Encontre flores, anjos e castelos;

O desapego é a chave de tudo;
Ouça a vida, não seja mais um mudo
Acorrentado ao luxo e aos pesadelos;

29-12-11 Soneto

Maionese de Ovos de Codorna



Ingredientes

1 kg ovos de codorna

5 batatas grandes

Algumas folhas de salsinha

Molho rosé


Modo de Preparar
Cozinhe os ovos de codorna e as batatas em água fervente com uma colher de chá de sal. Quando estiverem cozidos, retire-os da água, deixe esfriar, descasque e reserve. Para preparar o molho rosé misture bem numa molheira: ½ lata de creme de leite fresco; 2 colheres de sopa de ketchup; 2 colheres de sopa de maionese; 2 colheres de chá de conhaque; ½ colher de café de sal refinado. Numa saladeira, misture os ovos de codorna com as batatas cozidas e o molho rosé e leve à geladeira até a hora de servir. Ao levar à mesa decore com as folhas de salsinha.

Fonte: Livro de Receitas de Churrasco

Postagem programada em período de férias.

sábado, 26 de janeiro de 2013

Aos sábados...


Gosto de sentir a brisa e deixar o tempo
escorrer sem pressa
até que a tarde chegue
e preguiçosamente me sento diante da janela
de onde e estiver
e  me deixo perceber a tarde se despedindo laranja laranja;
enquanto juntos saudamos a noite
 que
mansamente chega
já nos tirando para dançar...
Aos sábados me deixo viver
 assim...
livre
entre
meus sonhos e delírios
Catiaho Reflexo d'Alma

Riam se puder - Descontração (Repostagem enquanto ainda graças a Deus em férias)

Não é nenhua inverdade os nomes aqui descritos, eles existem mesmo.

Sempre achei que o cara era uma lenda. Uma piada infame criada por algum gozador. Mas, não. Ele existe e tá com o nome sujo na praça.


Duvida?
Vá até o site da Receita Federal e consulte o CPF nº 467.539.150-87.
Genitores poderiam ter sido "menos originais" ou mais criteriosos na escolha do mesmo, ...
Abaixo, estão relacionados alguns nomes estranhos de pessoas, registrados em cartórios de todo o Brasil:
Abrilina Décima Nona Caçapavana Piratininga de Almeida
Acheropita Papazone
Adalgamir Marge
Adegesto Pataca
Adoração Arabites
Aeronauta Barata
Agrícola Beterraba Areia
Agrícola da Terra Fonseca
Alce Barbuda
Aldegunda Carames More
Aleluia Sarango
Alfredo Prazeirozo Texugueiro
Alma de Vera
Amado Amoroso

Amável Pinto
Amazonas Rio do Brasil Pimpão
América do Sul Brasil de Santana
Amin Amou Amado
Amor de Deus Rosales Brasil (feminino)
Anatalino Reguete
Antônio Americano do Brasil Mineiro
Antonio Camisão
Antonio Dodói
Antonio Manso Pacífico de Oliveira Sossegado

Antonio Melhorança
Antônio Morrendo das Dores
Antonio Noites e Dias
Antônio P. Testa
Antonio Pechincha
Antônio Querido Fracasso
Antonio Treze de Junho de Mil Novecentos e Dezessete

Antônio Veado Prematuro
Apurinã da Floresta Brasileira
Araci do Precioso Sangue
Argentino Argenta
Aricléia Café Chá
Armando Nascimento de Jesus
Arquiteclínio Petrocoquínio de Andrade
Asteróide Silverio
Ava Gina (em homenagem a Ava Gardner e Gina Lolobrigida)

Bananéia Oliveira de Deus
Bandeirante do Brasil Paulistano
Barrigudinha Seleida
Bende Sande Branquinho Maracajá
Benedito Autor da Purificação
Benedito Camurça Aveludado
Benedito Frôscolo Jovino de Almeida Aimbaré Militão de Souza
Baruel de Itaparica Boré Fomi de Tucunduvá
Benigna Jarra
Benvindo Viola
Bispo de Paris
Bizarro Assada
Boaventura Torrada
Bom Filho Persegonha
Brandamente Brasil
Brasil Washington C. A. Júnior
Brígida de Samora Mora
Belderagas Piruégas de
Alfim Cerqueira Borges Cabral
Bucetildes (chamada, pelos familiares, de Dona Tide)
Cafiaspirina Cruz
Capote Valente e Marimbondo da Trindade
Caius Marcius Africanus
Carabino Tiro Certo
Carlos Alberto Santíssimo Sacramento
Cantinho da Vila Alencar da Corte Real Sampaio
Carneiro de Souza e Faro
Caso Raro Yamada
Céu Azul do Sol Poente
Chananeco Vargas da Silva
Chevrolet da Silva Ford
Cincero do Nascimento
Cinconegue Washington Matos
Clarisbadeu Braz da Silva
Colapso Cardíaco da Silva
Comigo é Nove na Garrucha Trouxada
Confessoura Dornelles
Crisoprasso Compasso
Danúbio Tarada Duarte
Darcília Abraços
Carvalho Santinho
Deus Magda Silva
Deus É Infinitamente Misericordioso
Deusarina Venus de Milo
Dezêncio Feverêncio de Oitenta e Cinco
Dignatario da Ordem Imperial do Cruzeiro
Dilke de La Roque Pinho
Disney Chaplin Milhomem de Souza
Dolores Fuertes de Barriga
Dosolina Piroca Tazinasso
Drágica Broko
Ernesto Segundo da Família Lima
Esdras Esdron Eustaquio Obirapitanga
Esparadrapo Clemente de Sá
Espere em Deus Mateus
Estácio Ponta Fina Amolador
Éter Sulfúrico Amazonino Rios (socorro...)
Excelsa Teresinha do Menino Jesus da Costa e Silva
Faraó do Egito Sousa
Fedir Lenho
Felicidade do Lar Brasileiro
Finólila Piaubilina
Flávio Cavalcante Rei da Televisão
Francisco Notório Milhão
Francisco Zebedeu Sanguessuga

Francisoreia Doroteia Dorida
Fridundino Eulâmpio
Gigle Catabriga
Graciosa Rodela D'alho
Heubler Janota
Hidráulico Oliveira
Himineu Casamenticio das Dores Conjugais
Holofontina Fufucas
Homem Bom da Cunha Souto Maior
Horinando Pedroso Ramos
Hugo Madeira de Lei Aroeiro
Hypotenusa Pereira
Ilegível Inilegível
Inocêncio Coitadinho
Isabel Defensora de Jesus
Izabel Rainha de Portugal
Janeiro Fevereiro de Março Abril
João Bispo de Roma
João Cara de José
João Cólica
João da Mesma Data
João de Deus Fundador do Colto
João Meias de Golveias
João Pensa Bem
João Sem Sobrenome
Joaquim Pinto MolhadinhoJosé Amâncio e Seus Trinta e Nove
José Casou de Calças Curtas
José Catarrinho
José Machuca
José Maria Guardanapo
José Padre Nosso
José Teodoro Pinto Tapado
José Xixi
Jovelina Ó Rosa Cheirosa
Jotacá Dois Mil e Um Juana Mula
Júlio Santos Pé-Curto
Justiça Maria de Jesus
Lança Perfume Rodometálico de Andrade
Leão Rolando Pedreira
Leda Prazeres Amante
Letsgo Daqui (let's go)
Liberdade Igualdade
Fraternidade Nova York Rocha
Libertino Africano Nobre
Lindulfo Celidonio Calafange de Tefé
Lynildes Carapunfada Dores Fígado
Magnésia Bisurada do Patrocínio
Manganês Manganésfero Nacional
Manolo Porras y Porras
Manoel de Hora Pontual
Manoel Sovaco de Gambar
Manuel Sola de Sá Pato

Manuelina Terebentina
Capitulina de Jesus Amor Divino
Marciano Verdinho das Antenas Longas
Maria Constança Dores Pança
Maria Cristina do Pinto
Magro Maria da Cruz Rachadinho
Maria da Segunda Distração
Maria de Seu Pereira
Maria Felicidade
Maria Humilde
Maria Máquina
Maria Panela
Maria Passa Cantando
Maria Privada de JesusMaria Tributina Prostituta Cataerva
Maria-você-me-mata
Mário de Seu Pereira
Meirelaz Assunção
Mijardina Pinto
Mimaré Índio Brazileiro de Campos
Ministéio Salgado
Naida Navinda Navolta Pereira

Napoleão Estado do Pernambuco
Napoleão Sem Medo e Sem Mácula
Natal Carnaval
Necrotério Pereira da Silva
Novelo Fedelo
Oceano Atlântico Linhares
Olinda Barba de Jesus
Orlando Modesto Pinto
Orquerio Cassapietra
Otávio BundassecaPacífico Armando Guerra
Padre Filho do Espírito Santo Amém

Pália Pélia Pólia Púlia dos Guimarães Peixoto
Paranahyba Pirapitinga Santana
Penha Pedrinha Bonitinha da Silva
Percilina Pretextata
Predileta Protestante
Peta Perpétua de Ceceta
Placenta Maricórnia da Letra Pi
Plácido e Seus Companheiros
Pombinha Guerreira Martins
Primeira Delícia Figueiredo Azevedo
Primavera Verão Outono Inverno
Produto do Amor Conjugal de Marichá e Maribel
Protestado Felix Correa
Radigunda Cercená Vicensi
Remédio Amargo
Renato Pordeus Furtado
Ressurgente Monte Santos
Restos Mortais de Catarina
Rita Marciana Arrotéia
Rocambole Simionato
Rolando Caio da Rocha
Rolando EscadabaixoRômulo Reme Remido Rodó
Safira Azul Esverdeada
Sansão Vagina
Sebastião Salgado Doce
Segundo Avelino Peito
Sete Chagas de Jesus e Salve Pátria
Simplício Simplório da Simplicidade Simples
Soraiadite das Duas a Primeira
Telesforo Veras
Tropicão de Almeida
Última Delícia do Casal Carvalho

Último Vaqueiro
Um Dois Três de Oliveira Quatro

Um Mesmo de Almeida
Universo Cândido
Valdir Tirado Grosso
Veneza Americana do Recife
Vicente Mais ou Menos de Souza

Vitória Carne e Osso
Vitimado José de Araújo
Vitor Hugo Tocagaita
Vivelinda Cabrita
Voltaire Rebelado de França
Wanslívia Heitor de Paula
Zélia Tocafundo Pinto
Data da postagem original: 07/06/12 10:11
Brasilia Summer Time

Origem da preguiça ( Descontração )


Estamos repostando esta charge com uma crônica sobra a origem do nome do meu estado a Bahia, só que tudo isso não passa de uma gozação com os baianos que é qualificado como preguiçoso, é claro que não condiz com a realidade, segundo o IBGE nós somos um dos que mais trabalha em todo o país. Tudo isso é retirado do folclore que Dorival Caymi deixou como legado, de estar sempre deitado numa rede e solicitando o que queria comer e beber. O Blog do Lu Cidreira espera que não levem como ofensa descriminarão e ou desqualificação, que meus conterrâneos possam  ler e se divertir.

Mais sempre deixe seu comentário em  nossas publicações?




Repostando em tempos de féria


sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Eu e Minhas Frases Soltas como meus Pensamentos


  Não consigo ver pessoas por suas vestes,
nem posses ou coisas aparentes...
   Vejo gentes e gente como me vejo nua diante do Espelho:
 gente e só.
Catiaho Reflexo d'Alma
entre meus
sonhos e delírios
0:42 2501013

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Viagem...


Essa viagem  encantada de todos os dias
Por tantos corações,
De tantas formas...
Essa viagem excitante que nos move
todo tempo
nos  conduzindo
Do  sonho à realidade
Num simples
pulsar...
Catiaho Reflexo d'Alma 2129

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Eu e minhas frases tolas...


Na verdade...
a vida é um realizar
através
dos 
entremeios. 
Catiaho Reflexo d'Alma
Frase resultado de uma conversa via facebook em 22/01/013

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Outra vez Eu e Minhas frases tolas...


Aqui em Pasargada chove o tempo dos encantamentos de alma.
Fora chove fora água 
e dentro da gente chove 
delícia de bons
 sentimentos...
Catiaho/Reflexo dAlma 22/01/013
 frase
 ins pirada por meu amigo Luiz Tadeu.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Segundas com silvioafonso em:



ASSIM VOCÊ ME MATA...

    No verso e no reverso de um lindo gingar de corpo ela enfeitiçava as mulheres e a pecar obrigava os moços. Foi com cheiro de rosas deixado num rastro de pétalas coloridas que passou por ele e no seu desfile olhou-o por sobre o ombro no fundo. No fundo castanho dos olhos dele. Olhar que, como um corisco que rasga os céus em noite de chuva, riscou-lhe a alma num arrepio de amor e desejo. Mais um que na armadilha do seu corpo se prende por mais que se debata. Tornou-se, desde então, um felizardo prisioneiro. Apaixonado escravo no porão da criatura que faz da sua escrita uma esparrela e do sorriso um cativeiro. Eu mesmo, por mais que me esforce gritando, é para surdos que eu me faço ouvir. Eu quero a liberdade que escapou ao meu controle. Eu preciso voltar a sorrir, a cantar, mas se o impossível acontecer, para que viver sem o teu cheiro, sem poder admirar o teu corpo inteiro, sem a lágrima do riso e do pranto, sem ti, sem mim, mas com a morte a me espreitar?
sábado, 21 de janeiro de 2012

domingo, 20 de janeiro de 2013

Editorial da Maratona Poética de domingo 20 de janeiro de 2012

   Sempre Prontos

Coisa boa da vida 
Quem sabe
O melhor dela tirar.
Trabalhando com afinco
Cada minuto livre aproveitando.
Seja na convivência em família,
No trabalho 
Ou mesmo pela vida passeando.
Viver é essa aventura
Soma de histórias 
De quem segue 
a cada novo minuto
A vida saboreando
Catiaho Reflexo d'Alma

Com esse poema simples quero puxar nossa atenção para a delícia que é viver 
um dia de cada vez aproveitando o melhor de cada momento.
Comecei meu ano da forma diferente que começei todos os anos  antes de completar 
cinquenta anos(30/12 ultimo).
Sempre dia primeiro de janeiro me sentava só em um canto e estabelecia minhas
metas, não foi diferente dia primeiro de janeiro de 2012. Nesse ano cumpri em 100% 
do desejado e programado  e realizei muito além do sonhado em pensado. 
Até lancei meu décimo livro!
Sinal que posso ir além do que pensava poder.
Sinal de que estou pronta para avançar para novos desafios e começar  o novo ano(2013)
com novas posturas em ação e atitude é um deles.
A diversão é outro desafio. Desejo aproveitar cada momento com sorriso na  face.
Quero gargalhar  sem receios e agir como diz a letra da canção que diz:
 ' Deixa a vida me levar. Vida, leva eu?.'
E meu terceiro desafio é o mais importante na escala , penso eu.
Desejo conquistar e manter definitivamente o respeito dos que me rodeiam.
Pois amor ou afetos sem respeito não criam laços , nem raízes profundas.
Aqui no Espelhando nossa meta é a divulgação  de informações úteis, 
de textos gostosos de serem  lidos e vamos  mostrar que os autores lançados pela Oficina da Palavra
no meu dia a dia.
Em fim esse é o ano que tem o número 5 como referência, portanto é o ano dos seres que levam a vida cuidando e protegendo outros seres. 
Já eu o vejo como amo de descanso dos que o 5 como numero e me  encaixo entre eles.
Portanto a vida é bela, passei 7 anos cuidando de muitos, tempo da terra descansar, eu sou barro,
matéria vinda dele e decidi que  nesse tempo de descanso Quero e Vou: Eu Ser Cuidada.
Portanto como creio que "A vida é bela Sim" sigo em frente
entre Sonhos e delírios.
 Lindo domingo e beijos em especial a meu par e a família que amo e abraço apertado nos 5,
 em especial no Sr. Off que venceu mais uma batalha.
Bom domingo e Samuel : Seu livro caminha essa semana e o correio me entregou o que  enviou.
Catiaho Alcantara/Reflexo d'Alma




TABERNA


TABERNA

Chega a noite, enche-se a taberna.
Todos boêmios de copo bem cheio,
E a garrafa vazia abraçada
Junto ao lânguido e gélido seio.

Um carteado na mesa de canto...
Uns petiscos na mesa do centro...
Somos todos uns boêmios na boêmia...
Na taberna estamos nós dentro.

E eu estou lá, com o copo vazio!
Já perdi a conta dos que tomei...
Desce o vinho e eu nem sinto-o descer...
A que ponto da vida eu cheguei!

Minha mesa está sempre guardada...
Fica logo na entrada da porta.
Ninguém ousa sentar perto dela...
Tem um forte odor de carne morta...

Mas é minha... Um velho cinzeiro
Que de nada importa... Não fumo!...
Nela sento para me esquecer
E pensar em seguir outro rumo.

Mas que rumo! Sequer chego em casa...
Sempre acordo lá numa valeta...
Sem lembrar do meu ditoso nome...
Sem lembrar do que sou... Um poeta.

13-03-08 METRIFICADA

Stone age

Como se Deus marcasse seu sinal, a natureza tem destas coisas...
No alto da serra da Peneda-Gerês, encontra-se esta formação granítica, embutida numa região pantanosa. O homem passa por ela e respeita toda a sua imponência.
Aqui local de passagem de caminheiros, que vão perpetuando a história natural.
São recordações guardadas na alma, onde nada fica indiferente.
13/01/13 09:30

sábado, 19 de janeiro de 2013

As 9 doenças que mais mata em todo o mundo


Taí o que todos os fumantes deveriam saber mais uma vez, e tentar mudar seus hábitos para um prolongamento de vida . Um conselho que vale ouro.



Conheça as 9 doenças que mais matam em todo o mundo
OMS alerta que campanhas contra o cigarro parecem ser prioridade
Mais de 50 milhões de pessoas morrem anualmente no planeta – número maior que a população inteira do estado de São Paulo. Fazer esta conta pode parecer algo um tanto mórbido mas, segundo a Organização Mundial de Saúde, saber quantas pessoas morrem a cada ano e a causa destas fatalidades é fundamental para identificar problemas e implementar políticas públicas de saúde eficazes. E campanhas contra o cigarro parecem ser prioridade: segundo o último relatório da OMS, publicado em 2011 e baseado em dados de 2008, o cigarro está ligado a três das doenças mais fatais e é responsável pela morte de 1 em cada 10 adultos mundo afora. De que mais as pessoas tem morrido? Confira as 9 doenças que mais matam no mundo:

1. Cardiopatia isquêmica

Número de mortes: 7,25 milhões (12,8%)

Uma doença, normalmente causada por uma aterosclerose coronariana, em que se verifica isquemia do miocárdio. Não entendeu nada? Calma, a gente explica. A cardiopatia isquêmica acontece quando alguma coisa atrapalha a irrigação do coração (que, além de bombear sangue para o resto do corpo, também é movido a sangue!). Isso rola quando placas de gordura, colesterol, cálcio ou colágeno se acumulam nas artérias, dificultam a circulação do sangue e atrapalham o ritmo do músculo mais importante do seu corpo. Coraçãou parou, suas células começam logo a morrer. Aí, já viu. O risco da doença aumenta com a idade, mas também pode ser agravada por tabagismo, consumo de carne vermelha, diabetes e hipertensão arterial.

2. Derrame e outras doenças vasculares cerebrais

Número de mortes: 6,15 milhões (10,8%)

O derrame – nome popular do acidente vascular cerebral (AVC) ou acidente vascular encefálico (AVE) – é provocado pelo entupimento ou rompimento de vasos sanguíneos cerebrais. Idade avançada, hipertensão arterial (pressão alta), colesterol elevado, tabagismo e diabetes são alguns dos principais fatores de risco. Fique atento aos sintomas: quanto mais rápido o atendimento, maiores as chances de sobrevivência.

3. Doenças inflamatórias do trato respiratório inferior

Número de mortes: 3,46 milhões (10,8%)

Traqueia, pulmões, brônquios, bronquíolos e alvéolos pulmonares compõem as vias aéreas inferiores, parte do aparelho respiratório também chamada de trato respiratório inferior. Infecções nessa região geralmente são causadas pelo mal funcionamento dos cílios que revestem a traqueia – é graças ao movimento deles que a sujeira que inalamos ao respirar é varrida para fora através da tosse. A pneumonia, doença inflamatória no pulmão, também se enquadra nesta “doença mortal”.

4. Doenças pulmonares obstrutivas crônicas

Número de mortes: 3,28 milhões (6,1%)

Falta de ar, fadiga muscular, insuficiência respiratória. Estes são alguns dos sintomas das Doenças Pulmonares Obstrutivas Crônicas (DPOC), que incluem a enfisema e a bronquite crônica. Geralmente provocadas por tabagismo, exposição passiva ao fumo, exposição à poeira, poluição ambiental ou fatores genéticos, as DPOC destroem os alvéolos e comprometem o funcionamento do pulmão. Está na hora de rever a qualidade do ar que você respira.

5. Diarreia
Número de mortes: 2,46 milhões (4,3%)

Uma “simples” diarreia pode ser mortal. Podendo ser causada por doenças inflamatórias intestinais, efeitos colaterais ao uso de medicamentos, infecções (por vírus, bactérias ou parasitas) e alergias, a diarreia leva à perda de grandes quantidades de água e sais minerais, o que pode desencadear quadros de desidratação grave.

6. HIV/AIDS

Número de mortes: 1,78 milhões (3,1%)

Responsável por tirar mais de 25 milhões de vidas ao longo das últimas três décadas, a doença continua a ser uma grande preocupação global. O Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) atinge o sistema imunológico e enfraquece a defesa contra infecções e alguns tipos de câncer. À medida que o vírus destrói e prejudica a função de células do sistema imunológico, os indivíduos infectados tornam-se gradualmente incapazes de combater infecções. O estágio mais avançado da infecção pelo HIV é a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, a AIDS, que pode levar entre 2 a 15 anos para se desenvolver, dependendo do indivíduo. Apesar de ainda não ter cura, o tratamento com medicamentos anti-retrovirais consegue controlar o vírus.

7. Câncer de pulmão, traqueia e brônquios

Número de mortes: 1,39 milhões (2,4%)

O cigarro ataca novamente: a causa mais comum deste tipo de câncer é a exposição prolongada à fumaça do cigarro. Um dos motivos de ser tão mortal é provavelmente seu difícil diagnóstico – o câncer no pulmão, o mais comum no Brasil, costuma ser descoberto em estágios avançados, o que faz o índice de mortalidade chegar a 86%.
Leia também: Quais tipos de câncer mais matam no Brasil?

8. Tuberculose

Número de mortes: 1,34 milhões (2,4%)

Causada pelo Mycobacterium tuberculosis (ou bacilo-de-koch), a tuberculose é uma das mais antigas doenças documentadas pela humanidade, e foi responsável por uma grande epidemia que matou 1 bilhão de pessoas entre 1850 e 1950. Altamente contagiosa e transmitida de pessoa para pessoa através das vias respiratórias, a “peste cinzenta” pode ser tratada através do uso de antibióticos, que curam o paciente em até seis meses. Apesar disso, a tuberculose continua sendo uma das doenças que mais causa mortes no mundo.
Leia também: Grandes epidemias ao longo da história 

9. Diabetes mellitus

Número de mortes: 1,26 milhões (2,2%)

A glicose é uma importante fonte de energia para o organismo. Em excesso, no entanto, pode causar uma série de complicações – incluindo ataques cardíacos, derrames cerebrais, cegueira, hipertensão arterial e insuficiência renal, como aponta a American Diabetes Association. Por isso é tão importante seguir um tratamento regular para a diabetes, doença que provoca o aumento anormal do açúcar no sangue.

Bônus:

Os acidentes rodoviários ocupam o décimo lugar no ranking das principais causas de morte no mundo. Anualmente, são registradas cerca de 1,21 milhões de mortes no trânsito, o que representa 2,1% do total de falecimentos. Além disso, a cada ano, cerca de 50 milhões de pessoas sofrem acidentes não-fatais nas estradas.
22 de dez de 201211:58

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Ser Quem Sou me trás Alegria de Viver entre Sonhos e Delírios: Que 2013 seja Coberto do Belo que é o Viver.

Retornando ao dia a dia, mes de janeiro já ao final
busco que os erros de um ontem não aconteçam nesse
tempo que chamo hoje.
Para tal já faço acertos na casa, no escritório e atualizo meus
blogs.
Há os que me tem por insana por administrar 50 blogs, na verdade
52, mantenho atualizados 45, pois os 7 demais  são ligados a Concursos
e Lançamentos Literários que administro ao longo do ano, posto em um outro não meu por exercício de pauta.
Tenho uma vida corrida em todos os sentidos, pratico esportes, trabalho
 como voluntária em 2 lugares e como contratada em um terceiro.
Com os filhos já adultos e independentes, cuido eu mesma da minha casa em
todos os sentidos.
Tenho vida ativa em redes sociais e sou conhecida e reconhecida por essa
vida dinâmica, faço por onde conhecer algumas lindas pessoas que deixam de ser virtuais para ser reais.
Me decepciono com muita frequência, pois quem se expõe se dispõe tanto para o bem quando para o mal e ja vivi dentro da bolha protegida e não quero mais isso pra mim.
Se me decepciono por vezes, por outras também me encanto com seres lindos e reconheço na jornada.
Não escrevo todo tempo, minha mente fértil não suportaria; porém acordo naturalmente e  sem obrigação  ou  despertador as 5 ou 6 de cada manhã de cada dia e  escrevo até a hora de correr e ir pra aula de aeróbica na orla. Durante as tardes trabalho fora ministrando aulas de teatro para crianças da rede municipal
de educação de minha cidade.
Confesso que não suportaria uma vida admistrativa e sedentária, vivo dessa forma a 20 anos e sou feliz assim. Muitas vezes se me sinto rejeitada, aí piro, paro de pensar e quase perco a sanidade, eis algo que não sei lidar e nem sei s desejo aprender... Mas logo res piro e volto a meu anormal modo de viver.
Viajo bastante, tanto a trabalho sozinha e com o par(marido) a passeio muitas vezes durante os fins de semana de cada mes, tanto que ano passado fomos a Cabo Frio, Rio das Ostras e a 2 vezes a Porto Seguro( a passeio), 1 vez a São Mateus( a trabalho) e umas 14 vezes ao RJ ( por afeto) , na cidade dos amigos que me são preciosos e mais chegados que irmãos.
Voltando aos Blogs, são eles projetos que tenho total controle e pelo menos uns
5 já estão incorporados a livros meus lançados.
Os mantenho atualizados e gosto muito desse trabalho que me afia as emoções e me
encanta os olhos ler.
Aqui em Pasargada faz sol e calor, fatores que amo e que me trazem alegria de viver
entre sonhos e delírios!
 vou ver e mar  ja volto pra lida dessa bela quita-feira.
ALIÁS... Linda quinta pra nós!
Musiquinha com Rafinha(adoro!)



Musiquinha
Rafinha Acustico

Todo desespero trás um pouco de esperança
Em todo travesseiro, um sonho de criança
Me chame pra brincar também

Vou pular a corda que procura o meu pescoço
Não vou dizer que gosto sem saber o gosto
Comer o chocolate antes do almoço
E te beijar depois de lambusar o rosto

Vou criar um mundo novo dentro de um salão
Convidar o lobo mal e o bicho papão
Conhecer também seu coração
Proteger o sentimento com bolinha de sabão

Vou me esconder tão perto que ninguém vai me perceber, no meu esconderijo também cabe você
Vou sentir o amor mais perto quando desistir de entender

Me abrace bem apertado pra caber nós dois
A gente fala baixinho pra sorrir depois
E quando o coração estiver batendo junto
Antes de escurecer, agente corre e salva o mundo

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Segundas no Espelhando com silvioafonso


VERDE DE FELICIDADE.


VERDE DE FELICIDADE.

Menos de sessenta metros quadrados tem o meu coração. Cinquenta, quarenta, talvez trinta metros, mas tamanho suficiente para oito pessoas viverem uma vida inteira num espaço de três curtíssimos dias. Um reservado para emergências e fora dele uma fila inteira de sorrisos pacientes. Uma sala e uma cozinha transformadas em leito aonde sonhos, quem sabe lindos, puderam ser sonhados. Pesadelos poderiam ter rondado o pequeno Arcanjo, mas não tão forte que o acordassem, que o removessem do seu mundo aonde o pega-pega, o pular de corda e o jogo de bola são tão comuns. Em um retângulo de três por dois uma cama e nela uma donzela, que como ela, só um anjo de dez anos para comparar e se não bastasse no arquivo morto o pulsar da juventude para compensar quem muito já viveu, mas não uma vida tão bonita como agora e que dentre os oito, foi quem mais se comoveu.
segunda-feira, 16 de janeiro de 2012


domingo, 13 de janeiro de 2013

DE VOLTA... Editorial da Maratona Poética de Domingo 13 de dezembro de 2013



Tenho estado ausente do Espelhando aos domingos desde novembro, os motivos terão que acreditar em mim que digo serem mais que relevantes. 
A verdade é que 2013 se faz presente e nele deixo aqui meus cumprimentos e agradecimento aos que fizeram do Espelhando o sucesso de utilidade publica bem acessado que é; atingido os 120 mil acessos, desde sua criação.
Deixo aqui meu agradecimento especial a silvioafonso amigo e parceiro desde o início do Espelhando pela companhia. 
Sou  grata também aos parceiros: Lu Cidreira e Simone Reis, Quito Arantes, Samuel Balbinot e Paulo Francisco.
Que bom que vocês já fazem parte de meus sonhos e delírios.
Obrigada aos leitores de todos os dias que garantem ao Blog no mínimo de 50 acessos ao dia.
Aguardemos junto o mês de fevereiro que trará a princípio dois novos colunistas.

Prossigamos assim juntos no desafio de viver a plenitude década dia. 
Catiaho Alcantara\Reflexo d’Alma    




.

Ei!

O que estou escrevendo aqui NÃO É PESSOAL E NÃO SE

REFERE A NINGUÉM DA VIDA VIRTUAL E SIM DOS MEUS VIZINHOS

DE BAIRRO, OK?

Escrevo aqui para me expressar somente. Penso que estamos vivendo mais um dia e que devemos ser gratos a Deus e aproveitarmos todo aprendizado que esse dia nos trouxer. Devemos: usar máscara, mesmo os já vacinados , usar álcool gel, lavar as mãos ao chegarmos da rua, deixarmos os sapatos do lado de fora até serem limpos, evitarmos contato físico com pessoas que não vivem no mesmo recinto, evitar viajar (sem ser necessário) viajar a lazer nem pensar, não é hora de lazer, ainda que secos para tal estejamos. Eu ando com muita saudade dos meus amigosafilhados, das minhas irmãs e meu cunhado e de ver minha casa no RJ que está fechada desde janeiro de 2020, quando lá estive. Uma coisa tem me chamado muito a atenção: Parece que já terem sido contaminados e terem sobrevivido e a possibilidade da vacina, já deu a algumas muitas pessoas a ideia de estarem totalmente livres de contaminação, bem como os que já tomaram a vacina e passaram a ficar descuidados. Isso me preocupa muito. Estou reclusa em casa com meu marido e filho caçula há mais de 1 ano, vejo muito pouco meu filho mais velho, esposa e filhas que moram na cidade vizinha. Detesto não me sentir livre para ir e vir e mesmo para caminhar na orla que fica ha 3 ruas da minha casa. Vamos resistir mais um pouco, vamos preservar nossa saúde física e mental o mais que pudermos. Por hoje é o que eu penso; caso entendam que eu esteja errada: me perdoem. Bjins de bons dias a todos. CatiahoAlc.

Postagens mais visitadas

Atua LIz Ações