Web Statistics

Minhas Frases preferidas desde sempre:

"A felicidade de um amigo deleita-nos.

Enriquece-nos. Não nos tira nada.

Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade)

não existe."

Jean Cocteau

...

"Saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."

Rubem Alves

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

OBSERVAÇÃO NECESSÁRIA

LEITORESAMIGOS, Vocês já devem ter notado que as Publicações no Espelhando são compostas de mais de um item: Um Texto - Uma Can Cão - uma Poesia - IMagens. Deixo claro que: 1- Sou a única responsável pelas publicações 2- e seus conteúdos. 2- OS Itens das Publicações é para que CADA UM AMIGOLEITOR SÓ LEIA O QUE DESEJAR: OU O TEXTO (CON VERSA) OU A POESIA (COM VERSOS) OU OUÇA A MÚSICA (CAN ÇÃO) OU AS IMAGENS (FOTOS). CONTO COM A COMPREENSÃO DE VOCÊS QUERIDOS LEITORESAMIGOS CatiahoAlc.

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Contando Tempo com a Esperança (1 Poesia de 2012) + Eu&Minhas Distorções



Contando o tempo 
Ela segue bem
Cansada com a estupidez humana
Resolve sua vida  
Fazer acontecer
Porém de lado deixa 
O que achava importante
Dos outros a vida tentar a pena
Fazer valer
Ela em fim desistiu
Que agora  se danem
Todos que  da vida incapazes
De gerir se fazem
Pra Ela
 Agora tanto faz
Quer viver
Contando o tempo
Com a Esperança e a Alegria
Enquanto seus sonhos
Ela mesma um a um
Vai
Re
A
Li
Zan
Do
Agora 
Pra vida agora sorri
 Seguindo 
CatiahoAlc./ Reflexo d'Alma 
CANÇÃO

Eu&Minhas Distorções










CANÇÃO AINDA ME LEMBRO
COM CLARICE  FALCÃO E MOSKA
PROGRAMA ZUMBIDO


Era manhã
(Três da tarde)
Quando ele chegou
(Foi ela que subiu)
Eu disse: Oi! Fica à vontade
(Eu é que disse oi, mas ela não ouviu)

E foi assim que eu vi que a vida colocou ele (ela) pra mim
Ali naquela terça-feira (quinta-feira) de setembro (dezembro)
Por isso eu sei de cada luz, de cada cor de cor
Pode me perguntar de cada coisa
Que eu me lembro

A festa foi muito animada
(Oito ou nove gatos pingados no salão)
Eu adorei a feijoada
(Era presunto enrolado no melão)

E foi assim que eu vi que a vida colocou ele (ela) pra mim
Ali naquela terça-feira (quinta-feira) de setembro (dezembro)
Por isso eu sei de cada luz, de cada cor de cor
Pode me perguntar de cada coisa
Que eu me lembro

Ela me achou muito engraçado
(Ele falou, falou e eu fingi que ri)
A blusa dela tava do lado errado
(Ele adorou o jeito que eu me vesti)

E foi assim que eu vi que a vida colocou ele (ela) pra mim
Ali naquela terça-feira (quinta-feira) de setembro (dezembro)
Por isso eu sei de cada luz, de cada cor de cor
Pode me perguntar de cada coisa
Que eu me lembro

Eu me lembro
(Eu me lembro)
Eu me lembro!




1156120701218
31 de out de 2012

sábado, 25 de agosto de 2018

Teu Corpo junto no Meu & #BRINCANDOCOMARTE




Corpo Teu
Que não conheço de Ver
Porém apenas no sentir e Imaginar
Que nunca de fato Toquei
Mas que o aroma me cerca sem Negar
Sonho me perco nos Devaneios
Sem nem mesmo teu sexo Provar
Loucura essa coisa de Querer
Desejar pelo menos Tocar
Não importa que dia Seja
Se há outras em a esse Corpo
Sem reserva poder Saciar
Faz  tempo os conceitos Deixei
E que o Certo 
Ou o Errado  
 não Impedem 
Teu corpo junto no Meu
Por um pouco Ansiar
Teu corpo é que Quero
É por ele que Vou
Esperar
CatiahoAlc/Reflexod'Alma
Canção
Tribalistas 2018















                                                            #BRINCANDOCOMARTE





quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Vou ali... & #BRINCANDO


Sonhar um pouco
Pra voltar
Sonhando em dobro
Vendo as cores
Misturadas
Nessa aquarela
Da esperança

Vou ali
Sonhar um pouco
Deixando pra trás
A desilusão
Descer a vida
Por esse belo
Corrimão

Vou ali
Sonhar um pouco
Colher belas flores
Com as mãos
Vou correr junto com
As borboletas
Pois sou poeta e boba sou não

CatiahoAlc./Reflexod'Almaentre sonhos e delírios
194818013015

Moska 
em Namora Comigo
Hoje eu tô sozinho
Você no caminho
Não adianta se esconder
Já não tem mais jeito
Tudo está perfeito
Agora é só eu e você

Juntos na mesma estrada
Atravessando a madrugada
Pra ver o sol nascer
E em nossa aurora perceber
A delícia de viver
Tudo que a gente sempre quis
Olhar nos olhos de alguém
E conseguir dizer: estou feliz!

Fica comigo
Namora comigo
Casa comigo
Viva comigo até o fim
Eu sou seu abrigo
Não tem mais perigo
Fica comigo
Namora comigo até o fim

******************************************
#BRINCANDOUMPOUCO

#MAGALICE


#BRINCANDO






segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Poesia Vontades Novas e meu desejo de que todos tenhamos uma excelente nova semana, ta!



Eu não queria ter versos novos
Se minhas vontades
Novas não fossem
Mas elas são

Pois  me trazem
Certezas  e encantos
Que antes eu
Não tinha

Nada de mais
Ou de extraordinário
Apenas essa
Paz me conduzindo

Vontades essas
De me permitir mais
De fazer o respeito
Por mim de fato valer

É por ser Poeta
Que valorizo
Esse tempo de fazer valer
As vontades Novas

CatiahoAlc/ReflexodAlma
0201015

Canção para esta publicação:
Tribalistas no Programa Pedro Bial
Diáspora
Uma canção sobre algo tão atual que é o drama dos refugiados
Vale a pena conferir o vídeo e a letra da canção

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Agiguelê Força das Palavras



AGIGUELÊ
AZARABUMBÁ

ISQUEREZÊ
ARIKARUMARUM

SERERÊ
IQUEBELELÊ

DATIQUEFUM
SABARAQUETUM

São sons do fundo da gente.
Representam o tudo ou nada talvez.
Fluem do fundo da alma da gente
Levando emoções e trazendo o sonhar

AGIGUELÊ
AZARABUMBÁ

É não se ter medo
Do que se pode fazer

ISQUEREZÊ
ARIKARUMARUM

Vamos deixar
O encanto viver

SERERÊ
IQUEBELELÊ

Isso é pra mim
Isso é pra você

DATIQUEFUM
SABARAQUETUM
Se solte
E venha aprender
Reflexod"Alma/CatiahoAlcantara

Texto do meu melhor trabalho chamado Fragmentos de 1997.
Me sinto recomeçando mu ha vida na Arte. Este
texto é algo de sons do corpo, com gritos da alma. Isso tudo em signos cênicos.
É meu melhor porque foi um grito de liberdade que foi para os palcos do Rio de Janeiro, com ekenco de 6 atores, 1 músico e muita adrenalina no palco. No período preparatoório Eu exercendo a  direção do espetácul,  sentia como se o ensaio fosse entrar em mimeses e os atores em transe frenético fossem se agarrar
e se entregarem da forma que vocês estão pesando mesmo!
Era, foi e sempre será lindo e amei ver isso acontecer.
Porque é o que creio: Arte e Vida no Palco.
Palavras geram atos de todas as formas.  Eu fiz acontecer.
Adoro!
Saudade boa...
Sem contar ter sido esse o primeiro trabalho que assinei com meu pseudônimo
Reflexo d'Alma/Catiaho Alcantara

Canção para esta postagem
Ivan Lins em Vitoriosa


quarta-feira, 15 de agosto de 2018

COISAS DA GENTE EM: É Onze horas ou Melhor era Onze horas.


É onze horas
E Eu aqui correndo
Contra o tempo
Que insiste em não passar

É onze horas e mal seguro
Essa minha vontade de
Agora adormecer para
Só depois de amanhã acordar

É onze horas e as boas Lembranças
Já inundando minha mente
Me apontam como é bom 
Saber bem o querer de gente

É onze horas
E Eu aqui escrevendo
Sobre as coisas que fazem
A Vida à pena valer

Era onze horas  e só agora percebo 
Que se passaram muitos minutos num piscar d'olhos
E muito menos falta para o tempo
Dos abraços e das somas de nossas alegrias

Era onze horas e o tempo vai seguindo
Nesse tic-tac saliente e saltitante entre a paz e a alegria
Uma eternidade se passou e concluo não precisar de pressa
Para viver bem essa vida que é só minha

CatiahoAlc./ReflexodAlma entre sonhos delírios e alegria
 150820181212

CANÇÕES PARA ESSA POSTAGEM
14 BIS EM LINDA JUVENTUDE
Linda Juventude
14 Bis

Zabelê, Zumbi, Besouro
Vespa fabricando mel
Guardo teu tesouro
Jóia marrom
Raça como nossa côr...

Nossa linda juventude
Página de um livro bom
Canta que te quero
Cais e calor
Claro como o sol raiou
Claro como o sol raiou...

Maravilha, juventude
Pobre de mim, pobre de nós
Via Láctea, brilha por nós
Vidas pequenas na esquina...

Fado, sina, lei, tesouro
Canta que te quero bem
Brilha que te quero
Luz andaluz
Massa como o nosso amor...

Nossa linda juventude
Página de um livro bom
Canta que te quero cais e calor
Claro como o sol raiou
Claro como o sol raiou...

Maravilha, juventude
Tudo de mim, tudo de nós
Via Láctea, brilha por nós
Vidas bonitas da esquina...

Zabelê, Zumbi, Besouro

Vespa fabricando mel


14 BIS EM PEQUENAS COISAS






domingo, 12 de agosto de 2018

Transparência (Poesia escrita em 2008 e que gosto de reler e de ter escrito)

Minha alma se abate
Frágil 
Débil e tola que sou
Tal qual cristal por nada eu trinco

E com verdade 

Não brinco
O ser sente o impacto
A alma trincada se esconde se esvai

Força pra reagir

Não retenho
Vontade pra gritar não disponho
Como um naufrago cansado só me ponho a vagar


CatiahoAlc./Reflexod’Alma entre sonhos e delírios
 0803082020

CANÇÃO COM TEATRO MÁGICO 

PEQUENO CASTELO

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Só sonhar acordado

Sonhar acordado 
É saber em que direção 
O vento sopra
Sentir o hálito da manhã 
Tão o logo a última sombra da noite se vá
Também é permitir que o compartilhado 
Exale como essência boa
Tal qual  água do mar que envolve 
O todo do corpo e se entrega sem medo
Sonhar acordado 
É saltar no meio da viagem
E voltar pra casa caminhando
Porque quer sentir 
A sensação de estar
 voltando pra casa
Isso é
Só sonhar 
Acordado
CatiahoAlc./ReflexodAlma
entre sonhos e delírios
 0101040409

Canção a Cura e Certo Alguém com Lulu Santos


terça-feira, 7 de agosto de 2018

Extremos do recomeço


Tão salutar 
acordar e esticar braços e pernas
Alongar todo corpo 
Até que que sinta um pouco 
Do que 
Artaud diz em
"O corpo se espalhar em mil pedaços diversos"
sentir a vida retomando as entranhas
 É um pouco 
Desse esticar maravilhoso
Junto com ele vem a vontade de soltar
 O espreguiçar guardado junto com o quase gritar
Então assim a vida parece se renovando 
Enquanto os pedaços espalhados 
Buscam o caminho de volta ao corpo
 O quase grito com 
O total esticar segue 
Em direção ao mundo
Que espera ali
Bem aos pés da cama
E a vida segue 
Como diz a canção
"Tudo Novo de Novo"
Catiaho Alc./Reflexod'Alma
11131171009
Canção 


quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Eu cria da Vida



Não perco tempo
 na lida
Canto enquanto 
O encanto me berça
Tenho sempre uma 
Nova canção 
Embalando meu corpo
E controlando minha
 mente
Poesia é minha magia
Esparrada sobre 
os seres
Distribuindo sorrisos
Juntando lembranças
Dessa igualdade
Que muitos dão 
outro nome
Mas eu Mulher Poeta 
Cria da Vida 
Assumo e afirmo
Ser somente 
Amor
CatiahoAlc./ReflexodAlma

Canção que amo  Esquadros
Adriana Calcanhoto

Letra
Eu ando pelo mundo prestando atenção
Em cores que eu não sei o nome
Cores de Almodóvar
Cores de Frida Kahlo, cores
Passeio pelo escuro
Eu presto muita atenção no que meu irmão ouve
E como uma segunda pele, um calo, uma casca
Uma cápsula protetora
Ah, eu quero chegar antes
Pra sinalizar o estar de cada coisa
Filtrar seus graus
Eu ando pelo mundo divertindo gente
Chorando ao telefone
E vendo doer a fome nos meninos que têm fome
Pela janela do quarto
Pela janela do carro
Pela tela, pela janela
Quem é ela? Quem é ela?
Eu vejo tudo enquadrado
Remoto controle
Eu ando pelo mundo
E os automóveis correm para quê?
As crianças correm para onde?
Transito entre dois lados, de um lado
Eu gosto de opostos
Exponho meu modo, me mostro
Eu canto para quem?
Pela janela do quarto
Pela janela do carro
Pela tela, pela janela
Quem é ela? Quem é ela?
Eu vejo tudo enquadrado
Remoto controle
Eu ando pelo mundo e meus amigos, cadê?
Minha alegria, meu cansaço
Meu amor, cadê você?
Eu acordei
Não tem ninguém ao lado
Pela janela do quarto
Pela janela do carro
Pela tela, pela janela
Quem é ela? Quem é ela?
Eu vejo tudo enquadrado
Remoto controle
Eu ando pelo mundo e meus amigos, cadê?
Minha alegria, meu cansaço
Meu amor, cadê você?
Eu acordei
Não tem ninguém ao lado
Pela janela do quarto
Pela janela do carro
Pela tela, pela janela
Quem é ela? Quem é ela?
Eu vejo tudo enquadrado
Remoto controle, ah ah
Compositores: Adriana Da Cunha Calcanhotto
Letra de Esquadros © Universal Music Publishing Group, Sony/ATV Music Publishing LLC
ArtistaAdriana Calcanhotto
ÁlbumSenhas
Data de lançamento1992


Essa duas fotos forma tirada em Porto Seguro, lugar que amo
revisitar sempre. 


.

Ei!

O que estou escrevendo aqui NÃO É PESSOAL E NÃO SE

REFERE A NINGUÉM DA VIDA VIRTUAL E SIM DOS MEUS VIZINHOS

DE BAIRRO, OK?

Escrevo aqui para me expressar somente. Penso que estamos vivendo mais um dia e que devemos ser gratos a Deus e aproveitarmos todo aprendizado que esse dia nos trouxer. Devemos: usar máscara, mesmo os já vacinados , usar álcool gel, lavar as mãos ao chegarmos da rua, deixarmos os sapatos do lado de fora até serem limpos, evitarmos contato físico com pessoas que não vivem no mesmo recinto, evitar viajar (sem ser necessário) viajar a lazer nem pensar, não é hora de lazer, ainda que secos para tal estejamos. Eu ando com muita saudade dos meus amigosafilhados, das minhas irmãs e meu cunhado e de ver minha casa no RJ que está fechada desde janeiro de 2020, quando lá estive. Uma coisa tem me chamado muito a atenção: Parece que já terem sido contaminados e terem sobrevivido e a possibilidade da vacina, já deu a algumas muitas pessoas a ideia de estarem totalmente livres de contaminação, bem como os que já tomaram a vacina e passaram a ficar descuidados. Isso me preocupa muito. Estou reclusa em casa com meu marido e filho caçula há mais de 1 ano, vejo muito pouco meu filho mais velho, esposa e filhas que moram na cidade vizinha. Detesto não me sentir livre para ir e vir e mesmo para caminhar na orla que fica ha 3 ruas da minha casa. Vamos resistir mais um pouco, vamos preservar nossa saúde física e mental o mais que pudermos. Por hoje é o que eu penso; caso entendam que eu esteja errada: me perdoem. Bjins de bons dias a todos. CatiahoAlc.

Postagens mais visitadas

Atua LIz Ações