Web Statistics

Minhas Frases preferidas desde sempre:

"A felicidade de um amigo deleita-nos.

Enriquece-nos. Não nos tira nada.

Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade)

não existe."

Jean Cocteau

...

"Saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."

Rubem Alves

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

OBSERVAÇÃO NECESSÁRIA

LEITORESAMIGOS, Vocês já devem ter notado que as Publicações no Espelhando são compostas de mais de um item: Um Texto - Uma Can Cão - uma Poesia - IMagens. Deixo claro que: 1- Sou a única responsável pelas publicações 2- e seus conteúdos. 2- OS Itens das Publicações é para que CADA UM AMIGOLEITOR SÓ LEIA O QUE DESEJAR: OU O TEXTO (CON VERSA) OU A POESIA (COM VERSOS) OU OUÇA A MÚSICA (CAN ÇÃO) OU AS IMAGENS (FOTOS). CONTO COM A COMPREENSÃO DE VOCÊS QUERIDOS LEITORESAMIGOS CatiahoAlc.

segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

OBRIGADA MEUS QUATRO AMORES POR SEREM ASSIM TÃO LINDOS! FELIZ 2019 \0/

Para Hoje e para Todos os Dias: Poesia Esse ano + Dedo de Prosa + Canção. 

Quase no apagar das Luzes
Ainda sem a cortina Fechar
Vamos deixando a areia do Tempo 
Na ampulheta Baixar

Feliz ou Controversos
Os dias seguiram e seguem Adiante
A conta quase Fechada
Vira memória Constante

Desejo a todos que por aqui Passam
Nesse nosso dia a dia em busca de Poesia
Que tenham ficado Satisfeitos
E que Espelhemos sempre Magia

Desejo a todos um 2019 Contente
Cheio de muita Alegria
Que prossigamos nos Lendo
Seja noite ou seja Dia

Tomara que as Cobranças
Fiquem no Passado
E que a Leveza
Nos seja por feliz Legado

Pra vocês todos Feliz Ano Novo
E pra essa Mulher Poeta
Nesse 30/12 idade nova Chegando
Que é meu feliz dia de Aniversário 5.6

Vamos guardar as boas e más Recordações
Desse ano que Encerra
Vamos construir um Futuro
Nesse presente que nos Alegra

CatiahoAlc,/ReflexodAlma entre sonhos e delírios

Dedo de Prosa

Quero agradecer a TODOS pela companhia nesse ano de 2018 aqui no Espelhando.
Foi um ano intenso no qual Eu trabalhei muito pouco para a Literatura e a Arte, mas me dediquei ao Espelhando com eficácia.
Foi um ano que viajei muito pouco, pois ao tentar ir ao Sul para o compromisso Literário, só consegui chegar até SP por conta da greve dos caminhoneiros que paralisou as rodovias por todo país. O investimento na viagem frustrada levou todo meu planejamento financeiro à lona e arrastou meu esposo junto e me trouxe muito aborrecimento: reservas perdidas, gasolina caríssima na volta; MAS PASSOU. 
Sou grata ao Sr. Presidente da Oficial Academia Tijuquense de Letras/OATL, pela compreensão e apoio.
Entretanto pude com o meu par/esposo ter MUITAS ALEGRIAS junto com as pessoas que amo nessa terra e que são esse conjunto de seres: meu esposo, meus filhos e suas famílias e meus/nossos amigosafilhados mais chegados que irmãos de sangue. 
A Vocês AmigosAfilhados muito obrigada por vocês existirem na minha vida.
Essas alegrias JUNTOS me sustentaram e sustentam e sustentarão, tenham certeza.
Peço publicamente DESCULPAS sinceras/verdadeiras: 
1º A "Você" em especial  que sem  intenção ou vontade própria magoei profundamente.
A  Tadeu, a  Líbia, a Samuel, a Gilmar, a Roberto, a José Maria, a Zé  Luiz, a Mara, a  Rô, a Laurimere e as minhas 3 irmãs a (Edna, Regina e Claudia). O Fato é que meu celebro me traiu da mesma forma seguidas vezes e apagou o que precisava muito ser lembrado e jamais terei como reparar o mal causado a essas pessoas que tenho respeito profundo e admiração. Creiam Eu mesma tenho me punido e seguirei me punindo dia após dia.
Contudo é imperativo e necessário SEGUIR ADIANTE... sendo assim
QUE  minha nova idade 
E que o Ano de 2019  NOS CONDUZA COM SORRISOS, AFETOS E MUITOS ABRAÇOS.
CatiahoAlc./Reflexod'Alma
sabado, 09:35 de 29 de dezembro de 2018
ESSA CANÇÃO DIZ O QUE EU NÃO CONSIGO
TREM BALA




E fecho 2018 com essa imagem de um de nossos dias felizes juntos.
Amar Vocês é um Presente que Deus me dá dia a dia.
Feliz 2019 meus quatro amores!




sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Eu queria, mas não é possível


Que nada de ruim ou muito menos cruel acontecesse em datas como Natal, Ano Novo,  Dia das Mães ou dos Pais e Pascoa.
Nesses dias deveria haver um tipo de deliberação celestial.
Eu estava no salão cuidando da minha Vida, quando uma das manicures entrou aos prantos, pegou suas coisas e saiu de moto tresloucadamente para o hospital, de onde haviam ligado e solicitado a presença dos familiares do sr João de 70 anos, avô da moça.
Vendo aquele sofrimento em uma data tão expressiva lembrei da tarde anterior quando Eu cuidava das minhas Coisas e alguém chegou com a notícia do assassinato de um Grande Homem daqui do nosso lugar. Em pouco tempo o Estado, a Capital e o Bairro (Praia do Canto), onde havia acontecido estava intransitável. A televisão, rádio, jornais e redes sociais não tinham outro assunto.
Na hora me lembrei que alguém de minha relação pessoal que conhecera/ia a pessoa que sofrera o atentado. 
Na minha visão quando alguém  morre de causas naturais ou por  algum acidente é porque é a hora.
Mas quando alguém é assassinado é  diferente, nenhum dos dois casos é positivo, morte é ruim sempre. E muito pior quando essas coisas acontecem perto das festas do Natal ou do Ano Novo.
As duas famílias terão um lugar vazio à mesa para sempre, ambos patriarcas. 
Essas famílias não terão o que celebrar na passagem desse ano em especial e isso é muito triste.
Se um estava na lista de chamada o outro foi brutalmente posto na mesma fila.
Mas como Eu disse ao meu amigoafilhado: Nada justifica  perdas/morte, mas Infelizmente faz parte.
Eu precisava por essa minha zanga pra fora.
Eu queria que nada disso acontecesse com ninguém, mas nesses casos: querer não é poder.
CatiahoAlc./ReflexodAlma
281220180801
TI


Eu queria

Que tudo fosse flores
Cores
e Amores

Queria
Sorrisos ver
E nunca tristeza promover

Queria andar de mãos dadas
Afagando sem receio
A razão do meu bem querer

Queria a dor afastar
Compor poesias
Somente de bem  amar

Queria é fato
Mas a Vida eu posso administrar
Entretanto na Morte nem quero pensar

Eu sou somente uma poeta
Confesso não gostar de pesar
Mas faz parte da vida

Queria é só um tempo do verbo querer
Vamos nos ater no possível
Pra um dia de cada vez fazer acontecer

CatiahoAlc./Reflexod'Alma
281220180828
TI


CANÇÃO COM EMICIDA
PASSARINHOS


IMAGENS PRA DESOPILAR













quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

E depois do Natal?




Depois do Natal
Catamos
La vamos a louça
E logo vamos ver o que
Na geladeira sobrou

Se for algo que nos nos agrada
Damos conta do recado
Se não
Melhor comer na rua mesmo
E aproveitamos pra ver as modas

Quanto aos presentes
Melhor não mencionar
Melhor fazer de conta
E  se nada nos satisfez
Bora pensar que paisagem somos então

Pois o que de fato
Importa
É a reunião
De Famílias juntas
Nessa bela celebração

Rapaz nasci poeta
E nesse Natal duas cervejas tomei
Olhei o mundo girar
E não foi o álcool
Ou a comida que assim fez

Minha vida passou diante
Desses meus olhos
Muito mais de uma vez
Confesso que não me importo
Com essa pluraridez

Mas se Natal é  essa festa
Vamos juntos celebrar
Ver com verdadeira alegria
A roda da Vida sem
Pena alguma  girar mais essa vez

CatiahoAlc./ReflexodAlma
261220182309
TI

Canção  em homenagem a minha neta Alice que adora cantar a canção toda e todas a vezes;
 e
Especialmente a meu amigoafilhado que sempre que estamos todos juntos (e estamos
juntos muitas vezes ao longo de cada ano) e as bandas vão cantar ele vocifera:
Canta Ana Maria!
Só pra sua Amada consertar e dizer:
Não é  Ana Maria  amor, e sim Dona Maria.
E ele ri contente por ter chamado a atenção da sua doce amada.
E eu adoro!






quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

O que espero do Natal?!...



Espero multicores
Nuances de sabores
Difusão de sentimentos
Liberalidade de perdão
Generosidade sem discernimento

Espero do Natal
Que ele seja mesmo
Mas diferente em seu sinal
Que emane paz no coração
Daquele que amar a seu igual

Espero o grande abraço
Que todos andem de braço
Sem medo de errar
Com vontade de seguir adiante
Sem olhar para o que ficou pra trás

Das gentes Eu nada espero
Porque erramos todos iguais
Mas respirando fundo seguimos ao encontro da paz
Paz da gente com a gente
Essa é a diferença que faz

CatiahoAlc./ReflexodAlma
261220181012
TI

Canção(es) para essa postagem














terça-feira, 25 de dezembro de 2018

Natal, Luzes e Cores



Todo dia é dia
De felicidade sentir
E assim que vejo a vida
E simplesmente deixo fluir

Gosto muito dessa festa
De ver gente por todo lado
São sorrisos e gentilezas
Beleza pra todo lado

Toda festa é sempre festa
Mas Natal é bem especial
São luzes e muitas cores
Em diversidade sem igual

CatiahoAlc./ReflexodAlma
25122018224


IMAGENS 
DO NATAL POR TODA PASARGADA
ES/BRASIL
















sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Caramba! (Natal de 2017)



 Estive prestando atenção e percebi ter postado aqui dia dezessete e hoje já é vinte  e três!
O tempo parece ter parado na minha vida e esse fato acontece quando nossa/minha vida está inteiramente nos eixos, seja no pessoal ou no profissional.
Dos dezenove aos quarenta e três anos eu vivi inteiramente para a religião, para meu esposo e para nossos dois filhos. Tive a oportunidade de ter uma vida tranquila e nada me fez falta. Inclusive a minha vida profissional como diretora artística era vivida junto com esses três extraordinários seres que sempre foram e são meu esposo e nossos dois filhos..



Entretanto com a vida ganha, esposo aposentando e os filhos adultos e seguindo suas carreiras e vidas; aos quarenta e quatro anos iniciei uma nova jornada em uma nova profissão e aí sim e só então eu coloquei a cara pra fora da minha área de  ou zona de conforto. Me assumir Poeta foi um passo decisivo para um pouco adiante  entrar no mercado como Escritora e logo a seguir como Editora.


Hoje as portas de completar cinquenta e cinco anos tenho a mesma vida tranquila mencionada no inicio desse texto, vivo como mesmo homem há trinta e sete anos e ele sempre me surpreende com jeito de me amar, na vida da gente não há lugar para a mesmice. Conquistei o respeito profissional dele e dos nossos dois filhos e isso me faz toda diferença.
Tenho uma carta de clientes seletos, por eles tive a honra de ter sido escolhida para administrar suas carreiras literárias, a saber:
ESCRITOR SILVIOAFONSO DE MACEDO, ESCRITOR QUITO ARANTES, ESCRITORA FA CINTRA, ESCRITORA MARY TRABACH, ESCRITORA ANGELA GOMES, ESCRITOR JOSÉ MARIA SOUSA COSTA, ESCRITOR RUBENS VIEIRA DE OLIVEIRA(In Memorian), ESCRITOR LEANDRO SERPA, ESCRITOR GILMAR SOUSA, ESCRITOR ROBERTO SILVA, ESCRITOR SAMUEL BALBINOT. E O RECÉM CHEGADO   ESCRITOR JOÃO ALMEIDA.
Sou grata ao primeiro Escritor que confiou em meu trabalho: Gratidão SILVIOAFONSO hoje  mais que Mestre nas Letras, é meu Irmão, é mais que Amigo; é Afilhado.
Sou grata ao Amigo Escritor e Presidente que me abriu as portas da Oficial Academia Tijuquense de Letras: Gratidão TONNI LIMA.
Voltando a assunto família:
Nossa família é uma família adulta e nos alegra ver as duas netas crescendo diante de meus olhos. 
E para coroar essa minha alegria eu tenho a honra de contar com amigosafilhados mais chegados que irmãos!
Repito: Caramba! Que delicia essa minha Vida de gente normal!
Agora só me resta agradecer a todos que por aqui passaram e que passam e desejar a todos os melhor
Natal que puderem ter. 
Lembrando que as datas se repetem ano após ano, todavia Nós/Gente vamos
amadurecendo/envelhecendo e aprendendo o valor do Saber  Viver Bem cada instante.
Pois o ONTEM JÁ É HISTÓRIA, 
o AMANHÃ NÃO NOS PERTENCE, 
mas o HOJE ESSE  SIM É DA NOSSA TOTAL E ABSOLUTA CONTA!
Bjins
CatiahoAlc. entre sonhos e delírios natalinos
23 de dezembro de 2017,09:48h
231220170909

Após uma noite de delírios (Natal de 2016)


 A 
Vida
 Tem mais cor
O sol é mais vibrante
A chuva escorre pela 
Vidraça com formosura
A lua  apresenta com elegância 
Porém a  noite se mostra diferente
As estrelas cintilam como quem pisca.
As pessoas conversam efusivamente la fora
choro da criança parece até um canto suave.
Não são eles que mudaram Somos nós que encantados
Seguimos delirando e delirantes Hoje me sinto assim completa 
E absolutamente delirante 
É o mesmo 
Sentimento 
De quando
 Compus  essa 
Poesia
Após uma noite de delírios

CatiahoAlc./Reflexo d'Alma
211220160922

Feliz Natal! (Natal de 2015)




Queridos Amigos mais chegados que irmãos,
Queridos Amigos Parceiros Colunistas
Queridos Amigos Leitores
Sou Agradecida por mais esse tempo de festividade .
Desejo a nós todos, toda alegria paz que cada um de nós
Conseguir para si e para os seus.
Nesse momento é tudo que
Essa Mulher Poeta consegue
Expressar.
Eu quis deixar o vídeo que foi compartilhado pelo único amigo mais chegado que irmão que eu tenho nessa e em outra vida,
que é o silvioafonso e família, mas não consegui reencontrar o video no YouTube,
caso eu encontre eu postarei:
"Muito obrigada por dividir/somar"
CatiahoAlc./ReflexodAlma
241220150536

Feliz Natal!
Catiaho Alc.
Publicando as 05:25 desse 24/12/015
 em viagem de Pasargada para o RJ...

Feliz esse Tempo de Festejar! (Natal de 2014)

Nesse tempo de esperança
Gosto mais e mais de sonhar
Deixar vagando a mente
Sem medo de me enganar
Toda data é feliz
Quando  paz dentro da gente há
Cada um faz o que pode
Para a vida ver melhorar
O pouco sendo fruto do trabalho
Com fé em Deus
Se torna o suficiente
Para o dom da vida
Celebrar
Catiaho Alc.//ReflexodAlma
221220142222





Meu desejo para este Tempo de Festas (Natal 2013)


Quero realmente perceber cada pessoa de meu circulo cuidando de seus próprios interesses, focados em suas metas.
Essa é a única formula realmente eficaz para passar por essas festas sem arrependimentos, frustrações ou cobranças.
Muito importante também deve ser não manter no outro expectativas ou apostar cegamente em nada ou em alguém.
Digo essas coisas por ser esta minha forma de viver ultimamente.
Posso com tranquilidade afirmar saber o lugar de cada pessoa em minha vida e da consequência de cada ação praticada.
Não deixei de ser sonhadora, muito menos de investir no ser humano. 
Ainda amo e amarei inconsequentemente o outro, os outros, porém sem abrir mão do meu amor próprio, da razão e de cuidar de manter minha autoestima bem alimentada.


Sejamos plenos dentro desse tempo de festas e especialmente fora dele, porque a vida continua sempre.

Meus comprimentos sinceros:
A todos os leitores.
Aos queridos amigos colunistas.







Aos autores, os quais tive o privilégio de organizar editar,publicar e distribuir seus livros.



,

A minha família de sangue
 (filhos e suas familias).
As famílias de meus Irmãos (In memorian)
 A minhas três irmãs Edna, Regina e Ana Claudia.



















A família amada  mais chegada que irmãos de sangue.
Ao Al Kyoskys Pai/Esposo por esse ano de cumplicidade e mutualidade.

A todos:
Feliz Dia de Natal e Feliz Ano Novo!
E meu desejo um ano de 2014 cheio de Sonhos e Delírios

Catiaho Alc. 24 de dezembro de 2013
231220131202


Sempre gostei e gosto de Natal (Natal de 2012)


Eis algo que posso afirmar.
Gosto do  momento  onde a troca  se faz mesmo que seja negada ou rejeitada por muitos.
É um tempo que no meu entendimento; é oportunidade de  perdão.
Perdão não somente aos  outros (que é importante), mas especialmente a nós mesmos.
Desde menina Natal  pra mim não significava ganhar coisas, até porque nunca ganhei mesmo.
Lembro de duas vezes únicas vezes que isso aconteceu e não foi lá essas coisas.
Uma vez, já éramos seis irmãozinhos, dos quais  eu a mais velha tinha dez para onze anos.
Meu pai nesse tempo  de Natal apareceu em casa com roupas novas para todos nós!
Milagre!?
Lembro da blusa que ganhei: era branca, de botões e com letrinhas pretas.
 Ual que alegria!
Pois não usávamos roupas de loja, somente roupas doadas. Porém...
Logo em janeiro veio a notícia,  meu pai havia ganho do patrão dele (meu pai tinha por profissão operador de máquinas pesadas operador de D8), nesse tempo trabalhava para um pequeno empresario da área, coisa não comum  a meu pai que orgulhoso de sua profissão só trabalhava para grandes Cias de Engenharia em Terra Planagem, mas com seis filhos pra sustentar e morando de favor em uma casa emprestada, na verdade um barraco de madeira, não teve escolha até ser despedido e uma vez despedido, teve que devolver as roupas todas! Foi triste, lembro da cena como se  acontecesse ontem...
Depois, já com quinze anos, uma mocinha eu era; me formava na escola, completava os tão sonhados quinze anos, minha mãe até fez um vestido  de crepe rosa clarinho pra eu ir a formatura.
Era de novo dezembro e meu pai apareceu com dois lindos relógios da marca Mondaine. Um para meu irmão Henrique e outro para mim! Êxtase absoluto. Escolhi o de fundo branco, meu irmão ficou com o de fundo azul que ficou certinho no pulso dele ( o dele está na família até os tempos de hoje); já o meu...
 ficou com a pulseira larga,mas nem liguei. Nem dormi na noite que ganhei o presente, fiquei  com ele no pulso olhando, olhando encantadamente.
Lá pro dia cinco de janeiro, papai pediu o relógio pra  mandar  apertar a pulseira, entreguei  com alegria; só não sabia que jamais veria meu relógio novamente. Bem como também nunca ganhei nenhuma explicação.
Eu e o par Criamos nossos dois filhos com celebração nossa nessa data.
Lembro a primeira vez que fiz uma performace teatral pra eles, uma surpresa, exclamaram ao aplaudir-me: Nossa mãe é atriz! Eram tão pequenos!
Hoje os temos criados,  cada um longe de nós e  vivendo suas vidas.
Eu?  Continuo mantendo a celebração com o par e se por  ventura sozinha eu vivesse ou viver, faria e farei a celebração sozinha.
Tenho descoberto que preciso muito de mim.
Que devo cuidar desse patrimônio que sou (não é egocentrismo que detesto nos que  reconheço),
Não devo cuidar desse patrimônio que sou para outro ou outros; mas pra mim mesma. Mereço.
Adoro Natal! Adoro presentes na arvore. Amo receber felicitação pelo dia.
Amo celebrar o nascimento do Cristo que nem foi nesse dia, mas que decidiram  que assim fosse e pra mim, assim  É. Amo a figura do Papai Noel  que Já saiu de minha  sala muitas vezes, anos  seguidos e  foi responsável pelo prover financeiro  em nossa família.
E diferente da maioria, eu Catiaho não entendo Natal como consumo ou como exageros.Compro quando posso e quando os preços me convencem ou quando  os presenteados merecem esse tipo de carinho..
Entendo Natal como encontro,  como troca, como reciprocidade.
A começar em Mim, Comigo.
Essa é uma relação que vale e sempre valerá à pena explorar.
Pois  queremos tanto pro outro que nos deixamos a mercê.
Eu; Não Mais.
Feliz Natal pra todos, mas especialmente para mim!
Catia Helena 
0159 2512012
251220120203






.

Ei!

O que estou escrevendo aqui NÃO É PESSOAL E NÃO SE

REFERE A NINGUÉM DA VIDA VIRTUAL E SIM DOS MEUS VIZINHOS

DE BAIRRO, OK?

Escrevo aqui para me expressar somente. Penso que estamos vivendo mais um dia e que devemos ser gratos a Deus e aproveitarmos todo aprendizado que esse dia nos trouxer. Devemos: usar máscara, mesmo os já vacinados , usar álcool gel, lavar as mãos ao chegarmos da rua, deixarmos os sapatos do lado de fora até serem limpos, evitarmos contato físico com pessoas que não vivem no mesmo recinto, evitar viajar (sem ser necessário) viajar a lazer nem pensar, não é hora de lazer, ainda que secos para tal estejamos. Eu ando com muita saudade dos meus amigosafilhados, das minhas irmãs e meu cunhado e de ver minha casa no RJ que está fechada desde janeiro de 2020, quando lá estive. Uma coisa tem me chamado muito a atenção: Parece que já terem sido contaminados e terem sobrevivido e a possibilidade da vacina, já deu a algumas muitas pessoas a ideia de estarem totalmente livres de contaminação, bem como os que já tomaram a vacina e passaram a ficar descuidados. Isso me preocupa muito. Estou reclusa em casa com meu marido e filho caçula há mais de 1 ano, vejo muito pouco meu filho mais velho, esposa e filhas que moram na cidade vizinha. Detesto não me sentir livre para ir e vir e mesmo para caminhar na orla que fica ha 3 ruas da minha casa. Vamos resistir mais um pouco, vamos preservar nossa saúde física e mental o mais que pudermos. Por hoje é o que eu penso; caso entendam que eu esteja errada: me perdoem. Bjins de bons dias a todos. CatiahoAlc.

Postagens mais visitadas

Atua LIz Ações