Web Statistics

Minha Frase preferida desde o mês de julho de 2013

"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade) não existe." Jean Cocteau

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

quarta-feira, 31 de julho de 2019

E ASSIM O TEMPO VAI PASSANDO E JA TEMOS 9 ANOS DE HISTÓRIAS CRISTALIZADAS: PARABÉNS PRA NÓS!



Esse mês está  terminando e Eu não me pronunciei quanto ao aniversário de criação/estreia do Espelhando.

Todos os anos até 2018 fiz muita festa e publicações festivas alusivas a esta data que é muito importante para mim em especial. Entretanto nesse 2019 optei por fazer  uma publicação fechando o mês e citando a data.
Sou grata todos que aqui leem no decorrer do(s) dia(s), da(s) semana(s)  do mês(eses) e dos ano(s).
Temos uma visualização diária expressiva.
Devo estar ficando velha, pois a minha paciência para determinadas ações tem estado além do limite e prefiro seguir minha jornada do meu jeito como faço.
São muito anos, muitas publicações e todos vamos crescendo como gente, graças a Deus e a Arte temos os versos do poeta que nos lembram: “A Vida não para, não para não”
Daqui a pouco já não será mais julho de 2019, então em tempo deixo aqui o Parabéns pra nós que nesse espaço lemos.

  Primeiro post/publicação que escolhi simbolicamente.  
 Texto que amo ter escrito e que  está
no meu livro Reflexo d'Alma.

Pequenos Rostos



São tantos pequenos rostos
     São tantos pequenos traços
       São tantos infindos poros
          São rostos alegres ou tristes
              São traços de amor ou ódio
São poros que exalam os odores da vida
São rostos
     São traços
        São poros
           Visíveis
              Presumíveis.
Mas os corações são mistérios enterrados
E as almas prisioneiras invisíveis.
Ah!
    Se...
       Se... se pudesse trazer à tona
            Os corações e as almas...
               E torná-las visíveis
           Presumíveis
             Então o mundo seria diferente
                 Feliz.
                   Com rostos e traços
                         Trazendo pelos poros
                            O restante do bendito
                                   Hálito da vida.
Então...                                                                                       Seriam...
   Muitos rostos felizes!
     Muitas almas cristalinas
        Muitos traços realçados                     
           Trans... pi... ran... do
                  Res... pi... ran... do
                                VIDA!

Catiaho Alcantara
Texto integrante do livro Reflexo d' Alma lançado em janeiro de 2010



O 1º Comentario do Blog








SEGUNDA PUBLICAÇÃO 

NO BLOG ESPELHANDO

E PRIMEIRA  PUBLICAÇÃO DO PALHAÇO POETA

Esse blog nasceu pra ser um  encontro de vários amigos que compartilham a delícia da palavra. Seja em seus blogs ou por  outros meios. De alguma forma tenho mantido por perto pessoas extraordinarias, adoro isso. Muitas delas conheço e conhecerei apenas de blogs, outras já tive o privilégio de conhecer pessoalmente, outras sei que ainda vou estar frente a frente na hora certa.
Por enquanto vamos estreitando os laços por esse maravilhoso espaço virtual.
Hoje especialmente trago meu amigo Palhaço Poeta do Blog com o mesmo nome e sua postagem que muito deixou esta poeta encantada.
Penso ser um ótimo começo pra um espaço, pois seres que se respeitam e se doam em Palavras são dignos de terem suas palavras eternizadas entre sonhos e delírios. CatiahoAlc.



TRITUBO A CATIAHO

Depois de tomar conhecimento que uma linda escritora, atuante do seu Blog, resolveu protagonizar o longa-metragem que conta a história do seu sucessos eu respiro, tomo o tempo, que comprovadamente é pouco, armo-me de cavalete, pincéis e poucas tintas e pinto o quadro da minha vida. Sou filho de um casal que se dividia entre as artes; minha mãe amava o belo e o meu pai a perfeição. Por anos dividiram entre eles um amor de fantasia, de contos de fada com herói sem covarde, com mocinha sem bandido. Dois anos mais tarde bate o gongo e eles saem para o primeiro round de uma luta pelo primeiro filho. Deu menina na primeira de muitas tentativas. Outros rounds antecederam o meu, sendo que para cada um novo outra menina rompia a fita de chegada. Meu pai quis desistir do embate, jogar a toalha, porém a minha mãe que não ganhava a luta, mas perdê-la não sabia, tratou de inspirar o cavalheiro de todos os gestos e de todas as palavras. Reanimou nele o músculo da vaidade que ora fraquejava para dar, ela mesma, o golpe de misericórdia e num nocaute fulminante eu nasci e acabei com o adorável sofrimento. Choro forte, riso farto. Beijos e abraços com sangue pintando a cena. Entre os dois o amor, o amor que sangrava o sangue de cada um, o sangue de todos nós, possível vencido e possíveis vencedores. Cinco pares de peitos, cinco duplas de pernas femininas. Um homem ditando amor e u'a mulher com o nome de Maria. Tratamento igual para menino e meninas. Estudar para andar com os próprios pés sem a necessidade de olhar por onde anda. Professores do primeiro grau, do segundo e depois, da Pós, do mestrado, professores da universidade onde estudaram. Família respeitada por quem a conhecia, mas o tempo, aquele tempo, lembra? Pois é. Covarde como é levou o meu pai. O pai nosso, o pai de todos e nós, voando como voam as andorinhas vimos o pai voar de uma vida de pouco tempo para outras de eterna melancolia. Em cada palavra que dizemos o meu pai está presente. Em cada gesto, em cada riso o riso gesticulado de um cara que amou a mesma mulher como que fosse ela a única, a Eva do paraíso, e ela, novamente virgem depois que ele partiu.
Eu tenho orgulho quando lembro do amor dos meus velhos. Ele era lindo e a beleza desse amor fazia feliz o casal que não abria mão do pagamento de suas dívidas, de desculpar-se pelo atraso de algumas promessas e do meu pai esquecendo-se de algumas datas que muito me fazia rir. Tenho vergonha, como dizia, de não ser, depois de tentar sem esmorecer, a metade de tudo que o meu pai foi com a doçura de sua presença. Infelizmente a morte burra levou quem não devia, mesmo tendo deixado a mulher, mãe de todos nós, como consolo eu não desculpo o ciclo da vida.
Enfim, como só morre quem é esquecido, o meu pai vive comigo, aqui, no lado esquerdo do meu peito e nos meus pensamentos onde o seu nome pulsa forte, como as cores desta tela.



               ALGUNS  SERES QUE            FAZEM PARTE DA NOSSA HISTÓRIA

































MINHA CANÇÃO 
DE ONTEM HOJE E SEMPRE


UM BRINDE  ESPECIAL
AOS MARAVILHOSOS MOMENTOS PASSADOS AQUI 
E AOS NOVOS MOMENTOS  QUE CERTAMENTE 
 HÃO DE VIR,
 POIS O TEMPO NÃO PARA


23 comentários:

  1. Detalhes de uma vida...
    Uma construção diária, feita com amor, carinho, dedicação, talento, força e fé!!
    Só podia dar certo!
    Abraços a todos que participaram dessa orquestra, músicos cujo instrumento é a pena que emociona e ilumina.
    Parabéns Maestrina, pela sinfonia que foi aqui construída.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Detalhes de uma vida!
      Adorei essa frase.
      Brigadin por fazer parte
      da historia.
      Bjuns

      Excluir
  2. MUITOS PARABÉNS, CÁTIA.

    QUE CALÍOPE E TODOS OS DEUSES DA ELOQUÊNCIA CONTINUEM A ABENÇOAR-TE PARA TODO O SEMPRE.

    Entretanto, A AMIZADE continua esperando por ti no A Vivenciar a Vida...

    ABRAÇOS
    ~~~

    ResponderExcluir
  3. PARABENS!
    NAO SOMENTE PRA VOCE
    BEM COMO A TODOS QUE FAZEM PARTE
    DESSA SUA HISTÓRIA.

    ResponderExcluir
  4. Acabo de vir do blog do Paulo Bratz, que também comemora o aniversário de sua primeira publicação.
    Que lindas histórias, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigadin Ana.
      É uma alegria tê-la aqui.
      Adoro o Paulo desde
      longa data. Vou passar lá hoje.
      Bjins

      Excluir
  5. Que legal! Parabéns E que festejamos muitos mais, bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  6. Parabéns, Catiaho Poeta. Con mucha felicidad... Bellísima conmovedora entrada. Abrazos hasta allá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos,
      Muito obrigada por sua palavras
      que me emocionam e incentivam.

      Excluir
  7. Pois é minha amiga, Catiaho, o tempo passa e leva algumas coisas que não queríamos perder, mas é o tempo que nos ajuda a crescer, amadurecer, conquistar amigos, aumentar nossos conhecimentos, valorizar mais a quem amamos, deixar que gritem conosco como se não estivéssemos ouvindo. O tempo tem esses dois lados, mas devemos tê-lo a nosso favor. Foi o tempo que me fez conhecer o seu blog, as suas ideias, a sua poesia, a sua maneira de aproveitar o sol. Parabéns, Catiaho!
    Um beijo.
    Pedro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro,
      Vou confessar que li você a Taís
      por muito anos. Eu tinha muita
      vontade que lessem meus escritos,
      muito tempo passou e hoje
      tenho a alegria de tê-los
      mais perto.
      Demorou mas vocês vieram e
      hoje você me emociona
      com seu comentário
      Sou grata por viver esse momento.
      Bjins

      Excluir
  8. Que alegria poder estar aqui te parabenizando!
    Muito lindo tudo isso, que venham muitos anos pela frente com amigos assim, colaboradores fiéis, viver é isso amiga Catiaho!
    Abraços muito apertados num dia especial!

    ResponderExcluir
  9. Mais um mês e é o aniversário do meu cantinho.
    Beijinhos, venham muito mais nove

    ResponderExcluir
  10. Muitos parabéns!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderExcluir
  11. Eu gostei muito.São palavras que entram como balsamo na alma.
    Parabéns. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria Azevedo!
      É uma alegria ter você aqui na
      nossa comemoração.
      Bem vinda!
      Bjins

      Excluir

Que bom que veio, fique a vontade e o quanto desejar.
Se apenas ler; eu gosto. Se comenta;; eu adoro!
Volte sempre para os
Bjins e Abraço entre sonhos e delírios
CatiahoAlc./Reflexod'Alma
https://frasesemreflexos.blogspot.com
https://meusreflexoscontostextoseafins.blogspot.com/

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!
Já caminhei muito tempo sem me dar conta do quanto é importante o que eu sei, quero e posso. Passei muio tempo dando prioridade a todos ao meu redor. Daqui pra frente meu olhar obedece a uma nova perspectiva, pois minha palavra de ordem é ALEGRIA.Não quero e não vou viver mais um segundo sem esse ingrediente essencial.. Experimentem e depois de contem o resultado. CatiahoAlc, terça feira 05 de janeiro de 2015

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...