Web Statistics

Minhas Frases preferidas desde sempre:

"A felicidade de um amigo deleita-nos.

Enriquece-nos. Não nos tira nada.

Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade)

não existe."

Jean Cocteau

...

"Saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."

Rubem Alves

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

OBSERVAÇÃO NECESSÁRIA

LEITORESAMIGOS, Vocês já devem ter notado que as Publicações no Espelhando são compostas de mais de um item: Um Texto - Uma Can Cão - uma Poesia - IMagens. Deixo claro que: 1- Sou a única responsável pelas publicações 2- e seus conteúdos. 2- OS Itens das Publicações é para que CADA UM AMIGOLEITOR SÓ LEIA O QUE DESEJAR: OU O TEXTO (CON VERSA) OU A POESIA (COM VERSOS) OU OUÇA A MÚSICA (CAN ÇÃO) OU AS IMAGENS (FOTOS). CONTO COM A COMPREENSÃO DE VOCÊS QUERIDOS LEITORESAMIGOS CatiahoAlc.

sábado, 12 de junho de 2021

Con To O PASSARINHO E O GAVIÃO - CoM Versos

 


O PASSARINHO E O GAVIÃO. 

Foi difícil acreditar que perder uma pessoa, como Frances 
perdeu o pai, doesse tanto como ainda dói, segundo me diz.  
Sofreu muito naquele dia o pobre do rapaz e ainda sofre 
quando lembra do seu velho. Foi duro ver aquela gente 
chorando na capela por causa dele. 
A maioria era de amigos e o resto admiradores.  
Papai foi importante não só na minha vida, mas na vida 
de todos que conviveram com ele – disse Frances enxugando 
os olhos.  Não me lembro de nada que falaram ou 
de alguém além de Solange, minha amiga de infância, 
chegando para me contar o que, certamente, 
todos já tinham falado e eu não os ouvia, sim, 
dela eu me lembro e muito – concluiu dando um 
tapa na próprias pernas e saindo para respirar. 
Quando me abraçou eu percebi que ela, com 17 anos, 
ainda tinha o cheiro da puberdade. 
Eu tinha 24 e me sentia tão garoto quanto ela. – Disse me 
olhando de longe, mas eu entendi porque já o conhecia 
de há muitos anos. 
– Lembro como se fosse agora, ela, de pé, com a minha 
cabeça junto ao ventre e eu, sentado, chorando as minhas 
pitangas.  Em outras circunstâncias talvez eu chorasse 
mais do que chorava naquele momento, pois Solange, 
a bendita Solange, conseguiu me trazer à realidade. 
Era isso ou enlouquecia  com ela acariciando o 
meu rosto apertado 
junto a sua barriga 
(como se barriga tivesse) –Dizia fazendo gestos a esmo.
  – Seu cheiro  despertava em mim o que eu sentia 
por qualquer garota, menos por ela.  
Talvez por não pretender algo de sério com ela 
eu pedisse licença  e me levantado para chorar longe dela.
 – Frances põe a mão no bolso, saca um lenço, 
seca os olhos, respira fundo e conclui; – "Depois do Corpo 
do meu pai encomendado cada um seguiu seu caminho, 
inclusive eu, no meu carro. Isso se Solange, sentando ao 
meu lado não me pediu para deixá-la em casa.  
Desde o momento em que seus pais se tornaram vizinhos dos 
meus que nós  somos amigos.  Minhas irmãs gostavam de 
nos ver juntos, por isso a afinidade que existia entre nós.  
Eu tive muitas oportunidades de fazer o que não fiz com 
aquela pequena, mas infelizmente a razão me puxava as orelhas 
e eu voltava para o meu lugar.  
Assim que parei o carro para ela saltar ela me ofereceu 
um calmante e eu a acompanhei e sentei enquanto 
esperava. Não sei bem se foi o remédio ou os seios dela 
na minha cara enquanto me abraçava que me causava 
aquele calor.  
Nada poderia ter sido mais elegante da minha parte senão me levantar, 
beijar-lhe a testa e sair.  
Pegar o carro e seguir para casa.  
Hoje eu e Solange somos dois adultos de cabelos brancos, 
eu um pouco mais do que ela e já próximo da sua idade, Silvioafonso. 
É nessas horas que eu lembro da minha amiga.  
Aquela que pensava que eu fosse um homem, quando na 
verdade eu não passava de uma criança. 
É isso o que eu precisava dizer para alguém. 
Obrigado por vir me ouvir. – Francis abriu um sorriso amarelo, enxugou o nariz 
com as costas da mão e me deu um abraço tão 
terno que até marejar os meus olhos marejaram.
silvioafonso
CANÇÃO
COM CHICO CESAR
DEIS ME PROTEJA


Chuva na Janela

Hoje o céu esta cinza quase chumbo
A água transparente e gelada
é derramada em pingos
Poças se formam e transbordam
fazendo veios rua a fora
Minha alma se encanta com o som dessa chuva
Com o ar que quente que embaça o vidro da janela
Os sentimentos diversos se misturam e
desejam também
Saírem de dentro do peito assim
Como as nuvens que vão levadas ao vento
Ou os pingos que caem e apressadas
correm...
O peito deseja soltar
os sentimentos
Mas num ato de renúncia
O suspiro os prende
E o peito lateja
A alma como que chora
Então uma lágrima foge pelo
canto do olho
E uma, e duas e muitas
Assim também fazem veios
que descem corpo a baixo
Mas nunca chegam ao chão
São contidas pela mão que as colhe
E as guardam apenas na lembrança
Do ímpeto de um momento
Só um momento...
De Liberdade Feliz.
CatiahoAlc.
171120070819

Texto integrante da obra Momentos Cristalizados
27 022008

11 comentários:

  1. Texto logo mas que muito gostei de ler.
    .
    Feliz fim de semana
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  2. Um texto emotivo e um belo poema! Obrigada:)

    Bom fim de semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Há momentos em que lágrimas precisam de alguém que as colham com afeto, sem interesses.
    Abraço, Catiaho, bom domingo!

    ResponderExcluir
  4. Um ombro para chorar. Disso nos fala Sílvio Afonso, sempre no seu estilo... Gostei também do poema.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida querida Cátia, texto muito interessante abrindo a postagem, e teu belo poema, amiga, é lindo, verdadeiro e com uma pitada de tristeza que o deixou mais lindo ainda. Todos nós estamos meio assim, sensíveis e muitas vezes vulneráveis em questões mais profundas. Não está sendo fácil, muitas pessoas deprimidas, outras com fobias. outras que surtos por poucas coisas. Mas...

    o tempo lateja
    a alma como que chora
    então uma lágrima foge pelo
    canto do olho

    E assim vamos nós esperando por dias bem melhores.
    Beijo, querida, uma feliz semana, se der...

    ResponderExcluir
  6. Oi CatiahoAlc/ meu carinho e gratidão por compartilhar este lindo texto , amei ler ...
    Te desejo uma feliz semana de muita luz ,paz e amor para vc !
    Um abraço carinhoso...🙏💝💐愛🌺

    ResponderExcluir
  7. E que é feito da Solange?
    ABREIJOS

    ResponderExcluir
  8. Entro aqui expectante e saio sempre deliciada.
    Que maravilhoso e emotivo o texto de Sílvio Afonso.
    E o seu poema desabafo amiga Catiaho, humedeceu também os meus olhos.
    tanto que ansiamos um momento livre e feliz minha amiga.

    beijinhos para ambos.

    ResponderExcluir

Que bom que veio, fique a vontade e o quanto desejar.
Se apenas ler; eu gosto. Se comenta: eu adoro!
Volte sempre para os
Bjins e Abraço entre sonhos e delírios
CatiahoAlc./Reflexod'Alma
https://frasesemreflexos.blogspot.com
https://aprendendocomelessempre.blogspot.com/


.

Ei!

O que estou escrevendo aqui NÃO É PESSOAL E NÃO SE

REFERE A NINGUÉM DA VIDA VIRTUAL E SIM DOS MEUS VIZINHOS

DE BAIRRO, OK?

Escrevo aqui para me expressar somente. Penso que estamos vivendo mais um dia e que devemos ser gratos a Deus e aproveitarmos todo aprendizado que esse dia nos trouxer. Devemos: usar máscara, mesmo os já vacinados , usar álcool gel, lavar as mãos ao chegarmos da rua, deixarmos os sapatos do lado de fora até serem limpos, evitarmos contato físico com pessoas que não vivem no mesmo recinto, evitar viajar (sem ser necessário) viajar a lazer nem pensar, não é hora de lazer, ainda que secos para tal estejamos. Eu ando com muita saudade dos meus amigosafilhados, das minhas irmãs e meu cunhado e de ver minha casa no RJ que está fechada desde janeiro de 2020, quando lá estive. Uma coisa tem me chamado muito a atenção: Parece que já terem sido contaminados e terem sobrevivido e a possibilidade da vacina, já deu a algumas muitas pessoas a ideia de estarem totalmente livres de contaminação, bem como os que já tomaram a vacina e passaram a ficar descuidados. Isso me preocupa muito. Estou reclusa em casa com meu marido e filho caçula há mais de 1 ano, vejo muito pouco meu filho mais velho, esposa e filhas que moram na cidade vizinha. Detesto não me sentir livre para ir e vir e mesmo para caminhar na orla que fica ha 3 ruas da minha casa. Vamos resistir mais um pouco, vamos preservar nossa saúde física e mental o mais que pudermos. Por hoje é o que eu penso; caso entendam que eu esteja errada: me perdoem. Bjins de bons dias a todos. CatiahoAlc.

Postagens mais visitadas

Atua LIz Ações