Web Statistics

Minhas Frases preferidas desde sempre:

"A felicidade de um amigo deleita-nos.

Enriquece-nos. Não nos tira nada.

Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade)

não existe."

Jean Cocteau

...

"Saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."

Rubem Alves

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

OBSERVAÇÃO NECESSÁRIA

LEITORESAMIGOS, Vocês já devem ter notado que as Publicações no Espelhando são compostas de mais de um item: Um Texto - Uma Can Cão - uma Poesia - IMagens. Deixo claro que: 1- Sou a única responsável pelas publicações 2- e seus conteúdos. 2- OS Itens das Publicações é para que CADA UM AMIGOLEITOR SÓ LEIA O QUE DESEJAR: OU O TEXTO (CON VERSA) OU A POESIA (COM VERSOS) OU OUÇA A MÚSICA (CAN ÇÃO) OU AS IMAGENS (FOTOS). CONTO COM A COMPREENSÃO DE VOCÊS QUERIDOS LEITORESAMIGOS CatiahoAlc.

segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Con Versa : Porque escrevo. - Com Canção - Com Versos

 
Com Versa

Porque escrevo?

Meu compromisso é com a PALAVRA. e muitas vezes já refleti 
sobre esse assunto e a conclusão é sempre a mesma. 
Eu escrevo porque gosto e porque acredito que minha escrita tem um papel 
não somente na literatura brasileira bem como na vida de quem me dá o 
privilégio ler o que escrevo. Simples assim.
Escrevo desde menina. Vi minha mãe ler por toda minha vida, 
mas nunca a vi escrever. Eu escrevia em cadernos e os escondia em 
baixo do colchão da cama que fosse minha. 
Minha 1a escrita premiada foi na 7a série e foi sobre o livro Vidas Secas.
Enfatizei minha leitura escrita na cena da família junto com a cadela Baleia. 
Já a 1a incursão da minha escrita em  público foi em um retiro de carnaval em 1979, era uma linda poesia que precisei criar, decorar a tarde sem ter escrito no papel e declamar para 80 pessoas a noite.
Destruí meus escritos 2 vezes na minha Vida. Uma foi quando noivei em agosto de 1981. Eu ia casar e achei que os escritos de uma menina não teriam lugar na vida de uma mulher casada. Queimei vários cadernos. Mas eu estava apaixonada e nem percebi a tolice que fazia queimando.
A outra vez, eu já escrevia para teatro amador,  mas as poesias eram meu segredo. Um dia eu precisava me despedir de uma pessoa e os meus poemas eram parte desse adeus, então sem testemunhas em uma noite de lua cheia, fui para o terraço e queimei tudo. Se da 1a vez eu não chorei, dessa me acabei de chorar, mas acreditava ser necessário.
Tudo que escrevi nessas duas etapas da minha vida eram relatos da vida de uma menina. Eram dores, desabafos e elaborações. De uma coisa tenho certeza: NUNCA MAIS PRETENDO DESTRUIR NADA DE ESCRITO MEU E NÃO FICO CONTENTE QUANDO SEI QUE ALGUÉM O FEZ, POIS O QUE ESCREVEMOS NÃO É MAIS NOSSO E SIM PATRIMÔNIO CULTURAL DA LITERATURA DO NOSSO PAÍS.
Dessa fase em diante passei de fato a compor poesias e textos conscientes de que  escrever é meu talento, minha forma de comunicação com o mundo. Nesse tempo a amiga afilhada e atriz Líbia, nos emprestou 10 cheques para possibilitar a compra do nosso 1° Computador, era 1997. Então conheci o Word e suas maravilhas, eu ainda escrevia em papel, mas passava a limpo no Word, tempo de Orkut e MSN... saudade do MSN. Daí pra frente minha escrita ganhou os palcos e já como profissional de Teatro eu  criava para trabalhar. Confesso que ainda não sabia o alcance da minha escrita. Eu sempre fui meio bicho e era normal  fazer as coisas por instinto. 
Os primeiros autores que tive acesso a textos foram João Almeida (Diretor Teatral), Ed Dias (Ator e meu Assistente de Direção) e Marco Antônio (Músico e Compositor). Eu adorava conhecer pessoas que escreviam tão bem. E eles apreciavam interpretar textos meus. Era uma troca justa. Foi quando conheci Tonni Lima que via Orkut seguia meus filhos como artistas e que passou a me dar dicas sobre a área da literatura. Eu chorava muito, pois Tonni era duro comigo e eu nem imaginava a razão. Vim saber quando ele generosamente indicou meu nome para Acadêmica Imortal Correspondente na Oficial Academia Tijuquense de Letras em SC, onde fui aceita e depois mais tarde tive meu nome indicado para o Prêmio Clarice Lispector, no RJ e que fui contemplada.
A Vida seguia e resolvi abrir meu primeiro Blog, era simples, minha escrita era rudimentar mas verdadeira. Uma vez em especial recebi um e-mail e Moça dizia que era minha leitora e que meus poemas e textos a ajudavam muito nas sessões de quimioterapia. Antes de ir pro INCA ela imprimia meus textos e levava para ler durante cada sessão até que o tratamento terminou, mas  ela continuou lendo meus textos mesmo curada. Essa foi a 1a vez que entendi meus textos como Espelho, Reflexo e criei meu pseudônimo Reflexo d'Alma. Lancei meu 1° livro meio no escuro, ainda segui um bom tempo por instinto. Um dia no meio desse caminho que chamo de Vida esbarrei com  o Blog do Palhaço Poeta, sinceramente foi por ter a nomenclatura da profissão que meus filhos estavam estudando, acabei por me tornar leitora assídua, pois encontrei uma escrita clara, atual e com humor. Depois por retribuição  nos tornamos leitores. Fomos aos poucos nos tornando amigos de blogs, ele com a sabedoria de jornalista experiente sutilmente passou a me dar dicas e toques na escrita, tudo tão leve que eu assimilava sem me sentir desrespeitada.
A preocupação com a falta de espaço e de respeito com os novos autores me impulsionaram a me tornar Editora e Assessora Editorial e foi dessa forma que silvioafonso, o Palhaço Poeta me contratou para editar e publicar seu 1° livro  que e foi no lançamento desse livro no SESC SG que reuni: a Libia que possibilitou a compra do nosso 1° computador, o João Almeida que aprecio a escrita e o silvioafonso o Palhaço Poeta e sua Família e a minha Família.  Foi um feliz encontro. Hoje somos todos muito mais que amigos, somos Família pois além de Prefacista do Selo Parceria&Poesia e nosso amigoafilhado.
E todo esse texto é pra deixar claro que a MINHA ESCRITA é VOCAÇÃO e tem o OBJETIVO principal de REUNIR PESSOAS ao REDOR DA PALAVRA.
Tenho sido feliz no meu objetivo e o mais importante e que se me ENTRISTEÇO quando alguém que conheço deixa de escrever, e EXULTO ou seja ME ALEGRO MUITO quando retornam para a ESCRITA.  a coisa mais comum durante o centro da pandemia foi de pessoas fechando Blogs e deixando de escrever, como se já não bastasse os que morreram como a Dina e o Steban.
Não ganho nada com isso que não seja a satisfação de saber que cada um deve ser feliz fazendo o que nasceu para fazer bem. Eu por exemplo: ESCREVO Porque AMO ESCREVER.
Catiaho Alc./Reflexod'Alma

Porque escrevo.

Porque escrevo dia a dia
sem cessar e sem
pela vida me deixar 
abalar?

Eis a razão que me trás
alegria e vontade 
de escrever sem a inspiração 
perder:

Escrever é alento
é alimento e real vontade 
de acima de tudo
sobreviver.

Escrever é luz
é calma, confiança,
é esperança e
alma.

CatiahoAlc./Reflexod'Alma

Com Canção
Palavras ao Vento com
Cassia Eller


Com Imagens






























14 comentários:


  1. Ler e escrever é um ato de profundo amor. A alegria e a tristeza andam interligados. Por vezes não se conseguem separar, embora não surjam ao mesmo tempo. Publicação muito intensa que me deliciou ver e ler.
    .
    Uma semana feliz … Beijo e/ou abraço
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  2. Ricardo,
    Brigadin por ler
    e sempre estar
    presente na blogsfera.
    Bjins

    ResponderExcluir
  3. Quwrida amiga Cariaho, li, leio, amo escrever assim como você, não deixarei nunca de o fazer, mesmo que nem tenha quem me leia, mas escrever é libertador, nossa alma é de se regozijar com essa prática que nos faz amar, nosso modo de amar!
    Amei ler,embora eu já tenha lido e sabido de seus lindos dons, foi bom reler e refazer a
    conexão, parabéns sempre!
    Abraços bem apertados!

    ResponderExcluir
  4. Um belo e rico post sobre essa grande arte da escrita, que supera a "fogueira" dos momentos e com cada um de nós, se transforma, transformando quem nos lê.

    Uma boa semana.

    Um abraço. Tudo de bom.
    APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

    ResponderExcluir
  5. Quanta honra em poder fazer parte dessa história tão forte e cheia de uma maravilhosa escrita.

    ResponderExcluir
  6. Escribes porque también a la Palabra le gustas, Catiaho. Si así no fuera nada dirías...

    Abrazo hasta allá.

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito, amiga, dos textos e das imagens. Tens, realmente, um compromisso e uma relação especial com a palavra! Meus parabéns ao mestre Sílvio, pela participação especial! :) Boa semana, meu abraço.

    ResponderExcluir
  8. Ora quem escreve assim, faz-lo com bastante convicção. Adorei ler. Escrever o que nos vai na alma faz sempre bem! :))
    -
    Sonhos, vontades, e outros desejos ...
    -
    Beijos, e uma excelente semana.

    ResponderExcluir
  9. Escrever é conversar com uma grande plateia que desconhecemos e não vemos.
    E, sendo assim, é um desafio.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Gostei demais de ler essa sua trajetória na escrita, seu caminho, também sobre a presença do Silvio, na sua vida, que gosto muito de ler também...
    Escrever é libertador... dar asas as palavras é benção!
    Sempre gostei de escrever, desde sempre, é uma forma de manifestação interior, que me faz bem, ainda que eu escreva com tamanha simplicidade.
    Um belo post querida e siga assim... escrevendo, criando mais e mais, porque gostamos muito de te ler...beijinhos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  11. Gostei muito de ler um pedacinho de sua vida, suas lembranças de menina, suas 'queimadas' que deixaram um arrependimento, e que pena. E, mais do que tudo, sua força e paixão pela escrita.
    Siga a vida assim, isso tudo só nos acrescenta! Entendo muito você, também não deixarei de escrever, já faz parte de mim. Cada um tem sua história e bonita!
    Uma feliz semana, com saúde.
    Beijinho.

    ResponderExcluir

Que bom que veio, fique a vontade e o quanto desejar.
Se apenas ler; eu gosto. Se comenta: eu adoro!
Volte sempre para os
Bjins e Abraço entre sonhos e delírios
CatiahoAlc./Reflexod'Alma
https://frasesemreflexos.blogspot.com
https://aprendendocomelessempre.blogspot.com/


.

Ei!

O que estou escrevendo aqui NÃO É PESSOAL E NÃO SE

REFERE A NINGUÉM DA VIDA VIRTUAL E SIM DOS MEUS VIZINHOS

DE BAIRRO, OK?

Escrevo aqui para me expressar somente. Penso que estamos vivendo mais um dia e que devemos ser gratos a Deus e aproveitarmos todo aprendizado que esse dia nos trouxer. Devemos: usar máscara, mesmo os já vacinados , usar álcool gel, lavar as mãos ao chegarmos da rua, deixarmos os sapatos do lado de fora até serem limpos, evitarmos contato físico com pessoas que não vivem no mesmo recinto, evitar viajar (sem ser necessário) viajar a lazer nem pensar, não é hora de lazer, ainda que secos para tal estejamos. Eu ando com muita saudade dos meus amigosafilhados, das minhas irmãs e meu cunhado e de ver minha casa no RJ que está fechada desde janeiro de 2020, quando lá estive. Uma coisa tem me chamado muito a atenção: Parece que já terem sido contaminados e terem sobrevivido e a possibilidade da vacina, já deu a algumas muitas pessoas a ideia de estarem totalmente livres de contaminação, bem como os que já tomaram a vacina e passaram a ficar descuidados. Isso me preocupa muito. Estou reclusa em casa com meu marido e filho caçula há mais de 1 ano, vejo muito pouco meu filho mais velho, esposa e filhas que moram na cidade vizinha. Detesto não me sentir livre para ir e vir e mesmo para caminhar na orla que fica ha 3 ruas da minha casa. Vamos resistir mais um pouco, vamos preservar nossa saúde física e mental o mais que pudermos. Por hoje é o que eu penso; caso entendam que eu esteja errada: me perdoem. Bjins de bons dias a todos. CatiahoAlc.

Postagens mais visitadas

Atua LIz Ações